SAU diz aos clubes esportivos de JF que as portas estão abertas

  O Secretário de Atividades Urbanas (SAU), Basileu Tavares, reuniu-se nessa quarta-feira, 16, com presidentes e representantes dos clubes esportivos de Juiz de Fora e da região. No encontro com mais de 15 pessoas, o secretário afirmou que a SAU está à disposição dos clubes da cidade, em caso de necessidade.

  É importante mostrar que a nossa secretaria está de portas abertas a todos que quiserem e precisarem dos nossos serviços. Essa é a nova postura da SAU e da nova administração municipal: criar parcerias entre a Prefeitura, as entidades de classe e a população”, enfatizou Basileu, que também é integrante do Panathlon Club de Juiz de Fora.

Durante o encontro, os interessados tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre as condutas a serem seguidas legalmente pelos clubes da cidade. “É uma boa forma de mostrar que as ações estão mudando. Quem esteve na reunião pode perguntar sobre tudo e tirar as dúvidas que poderiam gerar problemas futuros, como possíveis autuações. “Não tínhamos esse espaço anteriormente. Hoje vimos a mudança, e isso irá facilitar, e muito, o contato com a administração municipal”, afirmou o presidente do Sindicato de Clubes de Minas Gerais, Marcelo Barra.

  “Essa é uma atitude elogiável dessa secretaria, o que reflete a imagem da nova gestão municipal. Nós, presidentes dos clubes, estamos sempre procurando nos adequar às leis, para não sofrer retaliações futuras, e essa reunião já sanou boa parte das dúvidas que tínhamos anteriormente”, disse o presidente do Clube Bom Pastor, Paulo Sérgio Costa.

A principal preocupação dos presentes ficou por conta da fiscalização nas instalações dos clubes. “Temos que ter em mente que os fiscais de postura não se preocuparão somente com as leis de segurança, mas também as sanitárias. Piscinas, vestiários, cantinas, bares, restaurantes, lavanderia e tratamento da água serão avaliados por quem estiver fazendo a fiscalização do clube, ou seja, estaremos vendo todos os setores do estabelecimento. Existem normas prioritárias que envolvem a segurança física e alimentar de quem frequenta o ambiente. A fiscalização estará presente para que faça ser cumprida essas normas”, explicou a chefe de Departamento de Fiscalização, Graciela Marques. Basileu Tavares explicou também o funcionamento para liberação de alvará para eventos nos clubes.

Texto, foto e informações: Secretaria de Comunicação Social da Prefeitura

 

 

Deixe seu comentário