Novo ginásio da UFJF: licitação para fevereiro

A previsão é que o novo ginásio da UFJF fique pronto até o final do primeiro semestre de 2014. A estimativa é do pró-reitor de Infraestrutura da Universidade, Paschoal Toneli, que nesta terça-feira, 29, concedeu entrevista exclusiva ao Toque de Bola. Segundo Toneli, atualmente estão sendo feitos os últimos ajustes na licitação, que deve ser lançada em fevereiro. Depois, prazo aproximado de pouco mais de um mês para a assinatura do contrato com a empresa vencedora. Contrato assinado, as obras têm início imediatamente, com prazo de conclusão de 12 a 14 meses. O investimento é R$ 17,3 milhões.

“O edital deve ser lançado no início de fevereiro. Será um processo licitatório em regime de concorrência, com publicação durante 30 dias. No período de até três dias antes de completar os 30 dias, prazo para abertura dos envelopes, poderão ocorrer visitas técnicas para as empresas tirarem dúvidas em relação ao projeto e ao próprio edital”, afirma Toneli.

A boa nova já tinha sido anunciada durante a solenidade de posse do professor Maurício Bara como novo diretor da Faculdade de Educação Física, ocorrida na sexta-feira, 25. Na oportunidade, foi o reitor Henrique Duque quem informou sobre a proximidade da licitação. Na véspera, a UFF havia feito um jogaço contra o Sesi, quando o ginásio da Faefid recebeu cerca de mil pessoas, ficando flagrante a necessidade de um novo espaço.

Sobre a previsão de início das obras, Toneli acredita que elas começarão em março. “Imediatamente após terminada a licitação, adjucaremos o resultado e, sendo homologado, o reitor assinará o contrato e nós daremos a ordem de serviço na pró-reitoria para que se inicie. A nossa previsão é que possamos começar em março”, afirma.

O novo ginásio tem capacidade para mais de 2 mil espectadores, sendo um terço destes lugares em arquibancadas retráteis para aumentar a área de treino. O poliesportivo contará com cabines para imprensa e tribuna para autoridades. Terá piso e equipamentos oficiais, além de vestiários para árbitros, para os atletas e sanitários para o público. Em anexo, terá ginásios para a prática de ginástica e outro para lutas, além de laboratórios biomédicos. O conjunto ainda contempla vestiários para atletas e árbitros conectados à pista de atletismo. Tudo adaptado, inclusive com elevadores. A arena vai ocupar área da Faefid.

Este post tem 4 comentários

Deixe seu comentário