Jorginho perto da Seleção Sub-20

O técnico Jorginho – não é o ex-auxiliar de Dunga -, atualmente no Bahia, está perto de assumir o comando da Seleção Brasileira Sub-20. Após o vexame da eliminação no Campeonato Sul-Americano, dirigentes da entidade devem se reunir com o atual técnico do Bahia nesta terça-feira, 22. O Brasil terminou a competição na lanterna do Grupo B e em penúltimo lugar geral, ficando de fora do hexagonal final. Na última partida, derrota por 2 a 0 para o Peru. Atual campeã mundial e tri continental, o time brasileiro também não se classificou para o Mundial da Turquia. Com isso, não poderá defender o título.

Após a partida em que comandou o Bahia contra o Itabaiana, no sábado, 19, Jorginho concedeu entrevista coletiva em que confirmou o contato por parte da CBF. “Recebi um telefonema de Marin e de Marco Polo. Vou lá (no Rio de Janeiro) conversar com eles e, quando voltar, converso com vocês (imprensa)”, disse Jorginho.

No retorno ao Brasil após a eliminação, o técnico Emerson Ávila disse que está faltando “comprometimento” dos atletas brasileiros. “Os jogadores brasileiros vão ficar tristes com o que eu vou dizer. Mas falta um pouco de comprometimento nos treinamentos e nas competições. O atleta pode ser mais aplicado. É um fator geral e acho que isso acontece em todos os clubes e de maneira incontrolável”, afirmou o treinador.

No desembarque ocorrido na noite de sábado, 19, o atacante Marcos Júnior foi um dos poucos que conversou com os repórteres, quando criticou o comportamento de alguns companheiros na seleção. Na opinião de Marcos Júnior, tudo começou errado desde a preparação na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro.

“Vi jogadores chegando atrasado, treinando de sacanagem… O time perdia ou empatava e parecia que não estavam nem aí, chegavam cantando músicas. Isso incomodava. Parecia que não queriam nada”, disse, para depois continuar: “Alguns jogadores pareciam que não queriam jogar, pareciam que estavam em outro lugar, de férias. E quando alguns não querem, não adianta. O Brasil não merecia mesmo passar de fase. Não foram todos, mas isso aconteceu. Foi uma tragédia. Fiquei muito triste de ter sido eliminado.

Deixe um comentário