Renato Santiago brilha dentro e fora de campo

Dizem que não dá para chupar cana e assoviar ao mesmo tempo. Explica isso para Renato Santiago. O jogador juiz-forano viveu uma experiência marcante em 2012. Aos 35 anos, ele assumiu, em abril, a gerência de futebol do Atlético Joseense, de São José dos Campos. Mas, além de contratar jogadores e elaborar a logística das competições, ele também era o atacante da equipe. Tudo deu certo.

Ao final da participação na Segunda Divisão, o Joseense terminou a temporada comemorando o acesso para Série A3 do Campeonato Paulista e Santiago foi o artilheiro da equipe com 13 gols, quatro deles marcados na partida que garantiu a subida: 4 a 1 sobre o Barueri.

“Foi uma bela campanha, a terceira melhor da competição, com o segundo melhor ataque e segunda melhor defesa. Ficamos invictos em casa e tivemos apenas três derrotas. Fui o artilheiro do time com 13 gols e, no jogo decisivo, vencemos por 4 a 1 fiz os quatro gols. Como gerente, montei toda a logística do campeonato e contratei os jogadores para reforçar o elenco”, explica Santiago.

Renato ao lado de Lucas Arruda e Rafael Guanaes. Nas mãos, a homenagem da Assembleia Legislativa (Foto: Facebook do jogador)

Uma de suas ações como gerente ganhou o noticiário esportivo. Em um momento em que o Joseense caiu de rendimento, ele adotou uma estratégia para deixar os atletas mais concentrados na competição. “Estávamos há alguns jogos sem vencer, só empatando. Então, tinha que conscientizar os meninos de algum jeito. Disse que ficaria sem entrar na internet até o dia do jogo, só focando na partida. Alguns jogadores acompanharam e, de alguma forma, acabou mexendo com o grupo. Na partida seguinte, vencemos por 2 a 0, com dois gols meus”, relembra, rindo.

No início de novembro, o Clube Atlético Joseense recebeu homenagem, na Câmara Municipal da cidade, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.  O juiz-forano anda mesmo com moral em São José dos Campos. Para 2013, ele já teve seu contrato renovado, tanto para continuar os trabalhos como gerente de Futebol como para continuar fazendo gols dentro das quatro linhas. A base que conseguiu o acesso tem sido privilegiada na hora da renovação.

A história de Renato Santiago no Vale do Paraíba guarda semelhanças com a sua trajetória em Juiz de Fora, onde ele teve passagem pelos três grandes clubes da cidade. “Comecei no Sport, na base. Tenho um carinho muito grande pelo clube em que se deu a minha formação. Tínhamos um grande time Juvenil e fomos campeões invictos. Depois, saí para o Fluminense e, passados alguns anos, decidi abandonar o futebol. Me formei em Educação Física pela UFJF, mas decidi voltar. O Tupi me abriu as portas e participei em três temporadas e de dois grandes projetos: do Bretas e da TV Panorama. No Tupynambás foi legal porque revivemos um clube, o qual eu frequentava na infância e adorava. Fiz o primeiro gol do Tupynambás no Estádio Municipal e fui artilheiro da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro em 2007. Então, tenho um carinho especial pelos três clubes.

Em São Paulo, Santiago também teve passagens marcantes por rivais históricos. “Aqui no Vale do Paraíba, joguei nos quatro grandes clubes: São José, Taubaté, Guaratinguetá e Joseense. São rivais históricos. Fui artilheiro em todos e consegui dois acessos”, revela.

Na foto, a comemoração de um dos gols da partida contra o Barueri (Foto: Silvana Rita/Assessoria de Imprensa do Joseense)

O juiz-forano conta como é o tão falado futebol paulista, tido como o mais competitivo do país. “Em qualquer divisão, São Paulo é muito forte. Joguei em todas as divisões. É o campeonato mais forte e organizado do Brasil. A Série A2 é melhor que a maioria das primeiras divisões estaduais do país”, garante o jogador/gerente.

Perguntado se pretende voltar a vestir a camisa carijó, Renato descartou a possibilidade. “Acho que não dá mais tempo. Tenho muito a agradecer o Tupi por ter me colocado de novo no futebol profissional em 2000. Fiquei muito triste com o rebaixamento e torço por dias melhores”, finaliza.

Texto: Thiago Stephan

Este post tem 3 comentários

  1. alfredo coimbra

    muito legal a materia e tb a homenagem feita ao Renato parabéns continue brilhando alfredão

  2. Cebolinha.Fla.Tupi.JF

    Desejo em 2013 para o Renato Santigo de muito sucesso e muito Feliz!

Deixe seu comentário