O melhor tempo do ano nos 100 metros livre

O ano de 2012 foi especial para a nadadora juiz-forana Larissa Martins (Esporte Clube Pinheiros/Suplementos LaRha). Aos 19 anos, ela participou pela primeira vez da categoria absoluto, para adultos. Chegou a flertar com o índice para os Jogos Olímpicos de Londres. Não conseguiu. Continuou trabalhando forte e o prêmio veio no final da temporada, em dezembro, durante o Campeonato Mundial, disputado em Istambul, na Turquia. Larissa chegou às semifinais, terminando como a décima segunda melhor nadadora do mundo nos 100 metros livre. Cravou 53seg90 na piscina turca, melhor tempo do ano entre as brasileiras. Representou o Brasil nos 4 x 100 metros livre, ajudando a equipe a terminar na sexta colocação. Nos 4 x 100 metros medley, recorde sul-americano com o tempo de 3min57seg66.

Larissa larga na semifinal dos100 livre na Turquia (Foto: Arquivo Pessoal)

Antes de chegar ao Mundial, a atleta destaca dois resultados obtidos no Brasil. Em março, disputou o Campeonato Sul-Americano Absoluto, em Belém (PA). Terminou na terceira colocação nos 200 metros livre e subiu no lugar mais alto do pódio nos revezamentos 4 x 100 metros livre e medley. Em setembro, disputou o Troféu José Finkel, em São Paulo, sendo campeã absoluta nos 100 metros livre ao marcar 53seg97, tempo que garantiu a classificação para o Mundial de Istambul. Terminou na terceira colocação nos 50 metros e nos 200 metros, ambos no estilo livre.

“A avaliação do ano é muito positiva. Consegui crescer bastante. Achei muito bom o resultado nos 100 metros livre no Mundial. Não estava esperando. Esperava nadar bem, fazer o melhor tempo da minha vida, mas não o melhor do ano entre as atletas brasileiras”, revela Larissa.

Para 2013, a meta da atleta é a participação no Mundial de Barcelona, em julho. Larrisa pretende alcançar o índice nos 100 metros e também integrar as equipes que vão representar o país nos revezamentos. A única possibilidade de alcançar as marcas será no Troféu Maria Lenk, entre os dias 22 e 28 de abril.

Olimpíadas 2016

Larissa chegou a Juiz de Fora no último dia 26 para passar o fim de ano com os pais. No dia 2 de janeiro, retorna para São Paulo para a retomada dos treinamentos. As atividades são pesadas: treinos de segunda a sábado, quatro horas por dia divididas em duas etapas, além de musculação. Tudo isso sem deixar os estudos de lado. A nadadora está no terceiro ano do curso de Direito. Todo esse esforço passou a ter um foco: a participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

“É um processo natural. O treinamento no Pinheiros é voltado para a competição olímpica. Sempre será a nossa obrigação. Não ter conseguido o índice para Londres não me deixou muito triste. Não foi o fim do mundo. Estou feliz com os resultados do ano. A meta agora se volta para 2016. Quero estar no Rio de Janeiro e conseguir nadar bem”.

Por fim, Larissa faz um agradecimento ao Pinheiros, ao seu treinador, André Ferreira, aos pais e familiares pelo apoio e ao patrocinador Suplementos LaRha. 

Delegação brasileira em Istambul (Foto: Arquivo Pessoal)

Texto: Thiago Stephan

Deixe seu comentário