Museu Itinerante do Futebol traz raridades a Juiz de Fora

Os apaixonados por futebol de Juiz de Fora e região terão a oportunidade de conferir – o evento foi aberto nesta sexta-feira, 7, e vai até 31 de janeiro, um dos principais acervos do Brasil sobre a mais popular modalidade esportiva do País. O Museu Itinerante do Futebol desembarca na cidade para exposição no Independência Shopping trazendo peças raras, como medalha que pertenceu a Obdulio Varela, um dos carrascos brasileiros na Copa de 1950, e a camisa branca que a Seleção Brasileira usava antes de adotar a amarela. A exposição conta ainda com peças em tamanho natural dos maiores craques do futebol brasileiro.

“O Museu Itinerante do Futebol tem várias raridades, inclusive as réplicas da Taça da Fifa e Taça Jules Rimet. Possui também uma Seleção Brasileira de todos os tempos em tamanho natural, onde o visitante pode interagir com as imagens [pode tirar foto como se também fizesse da seleção]. Garrincha, Romário, Ronaldinho, Neymar, Nilton Santos… Contamos muitas fotos históricas, como da primeira vez que o Brasil usou a camisa amarela, do primeiro título da Seleção Brasileira, em 1952, do uniforme branco que era usado. Tenho também a sequência de camisa usadas pela Seleção em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002, todas originais e que foram usadas em copas”, explica o proprietário do acervo, Nilson Moraes.

O comerciante explica que a paixão pelo futebol é assunto de família, já que o acervo começou a ser formado pelo seu avô, Nelson Azevedo, a partir de 1928. Posteriormente, ele deu continuidade ao trabalho. “Assumi a coleção em 1974 e comecei a colecionar tudo que fosse relativo ao futebol. O acervo é muito rico em informação também. Na exposição, os fatos que marcaram a Seleção Brasileira são associados à história do Brasil. A exposição também pode ser visitada por escolas e faculdades”, afirma.

Outras informações sobre o Museu Itinerante do Futebol? Clique aqui.

Deixe seu comentário