Stella Matutina em busca do bi no Brasileiro de Ginástica de Trampolim

Teve início nesta quarta-feira, 7, na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), o Campeonato Brasileiro de Ginástica de Trampolim nas categorias Elite (acima de 18 anos) e Júnior. A competição será realizada até o próximo domingo, 11, e além de valer o título nacional da modalidade, tem outro atrativo: credencia os participantes a receber a Bolsa Atleta do governo federal. Para isso, é preciso terminar entre os três primeiros em pelo menos um dos aparelhos em disputa. Três equipes de Juiz de Fora estarão competindo na cidade histórica: Stella Matutina, Instituto Vianna Júnior e Recrear.

A equipe do Stella é a atual campeã brasileira de Tumbling (Elite). Formado por Tiago Romão, Ricardo Machado, Diogo Lima, Hugo Lopes e treinada por Wanderson Zambelli, o time vai em busca do bi, mas um problema de última hora poderá atrapalhar os planos. “Temos chances sim. Mas depende muito da hora. Fomos campeões no ano passado, mas muita coisa mudou. Também estou com um problema de última hora. Meu principal ginasta, o Tiago Romão, torceu o pé. Ainda vamos ver se vai dar para ele competir”, revela. Mabel Provazi é outra ginasta do Stella no Brasileiro, mas ela participa apenas no individual. Os demais disputam tanto no individual como em equipe.

O Instituto Vianna Júnior envia três ginastas para o Campeonato Brasileiro: Flanciane Helaine (Júnior), Rafael Barbosa e Júlio Nascimento (Elite). “Vamos tentar manter a Bolsa Atleta para os três ginastas”, revela o técnico do Vianna, Deber Zambelli. Os três vão competir no Tumbling e no Duplo Mini Trampolim. “Eles estão fazendo os saltos da categoria. Se não errarem, têm chances de medalha”, afirma.

Rafael Henrique Moreira é o técnico da equipe Recrear, que terá duas ginastas em Ouro Preto, Priscila Gollner Coelho e Luísa Vieira de Mello, ambas na categoria Júnior. “As duas treinaram bem. Acredito que estarão brigando por medalhas nos Tumbling”, revela.

Texto: Thiago Stephan

Deixe seu comentário