UFJF vence Faculdade Politécnica/UTC de virada

Já classificada e conhecedora do seu adversário na semifinal do Campeonato Mineiro – o Vivo/Minas, a UFJF entrou em quadra na noite desta quinta-feira, 6, em Uberlândia, contra a Faculdade Politécnica/UTC. Mais uma vez a Federal saiu atrás no placar mas virou a partida e fechou o jogo em 3 sets a 2, de virada – 21×25 / 26×24 / 23×25 / 25×22 / 15×12.

A Federal começou a partida com Ricardinho, Aureliano, Lucão, Luan, Japa, Juninho e o líbero Fábio Paes. A partida começou disputada e no primeiro tempo técnico os donos da casa estavam na frente do placar: 8 a 6. Na segunda parada, a Politécnica/UTC continuava na frente, 16 a 13. Os donos da casa souberam administrar a vantagem e fecharam o set em 25 a 21.

O segundo set começou com ponto da UFJF, que abriu 6 a 4 no placar e chegou à primeira parada técnica na frente, 8 a 7. No entanto, os donos da casa viraram e chegaram ao segundo tempo técnico em vantagem: 16 a 14. Quando o UTC fez 20 a 18, Bara pediu tempo, tentou reorganizar a casa. O Uberlândia chegou ao set point (24×23) e quando tudo parecia que os mandantes iriam levar o segundo set, a Federal mostrou garra, virou a partida e fechou o set: UFJF 26 x 24 UTC.

No terceiro set, foi a UFJF quem começou melhor. Chegou ao primeiro tempo técnico na frente – 8 a 6 – e se manteve no segundo – 16 a 15. O set continuou disputado ponto a ponto. A Federal chegou a abrir 22 a 20, mas o UTC encostou no placar: UFJF 23 x 22 UTC. E foi a vez dos donos da casa virarem e fecharem o set: Faculdade Politécnica/UTC 25×23 UFJF.

O quarto set começou com a Federal abrindo o placar. Na primeira parada técnica, UTC 8×7 UFJF. Os guerreiros não desistiram e no segundo tempo técnico, o placar marcava 16 a 14 para os juiz-foranos. A Federal abriu quatro pontos de vantagem – 21 a 17 – e fechou o quarto set em 25 a 22.

No tie break, a UFJF começou na frente, de novo. A Federal começou melhor e fez 3 a 1. Os guerreiros continuaram firmes e chegaram ao tempo técnico vencendo por 8 a 4. Os donos da casa não desanimaram, encostaram no placar – UFJF 11 x 10 UTC. Mas os guerreiros não vacilaram e fecharam o set e o jogo – mais uma vez de virada – em 15 a 12.

“O jogo foi muito agarrado. Mas não rendemos o que era esperado. Ficamos abaixo do nível”, avalia Maurício Bara. Mesmo assim ele destacou a garra do time: “O grupo pode ter sentido o cansaço de jogos importantes em um curto espaço de tempo. Mas, ao contrário de outras vezes, quando jogávamos bem e perdíamos, hoje não jogamos tão bem, mas vencemos. O aprendizado veio mais uma vez pelo sofrimento”, comenta o técnico.

As semifinais do Mineiro acontecem nos dias 15 e 16, sábado e domingo, em Contagem. A final acontece também na cidade, dia 22 de setembro, sábado. Os horários ainda não foram definidos.

Texto e informações: assessoria – ETC

Deixe seu comentário