Drubscky no Atlético-PR: “Vou agarrar com unhas e dentes essa oportunidade”

Campeão brasileiro da Série D pelo Tupi, o treinador Ricardo Drubscky foi apresentado nesta quarta-feira, 13, como o novo técnico do Atlético Paranaense, que disputa este ano a Série B.

Depois de ser campeão pelo Tupi, o treinador dirigiu o Volta Redonda no Estadual do Rio.

  Confira, abaixo, o texto divulgado pelo site oficial do clube paranaense:

O novo treinador do Atlético Paranaense, Ricardo Drubscky, foi apresentado, nesta quarta-feira (13), para a imprensa no CT do Caju. Após comandar seu primeiro treino com o elenco do Furacão, o técnico respondeu aos questionamentos na sala de imprensa.

Drubscky disse estar feliz por voltar ao CAP, onde trabalhou por dois anos como Coordenador da Categoria de Formação. “Estou contente de voltar, agora em uma situação diferente. A expectativa é muito boa. Estou há 30 anos como profissional de futebol. Fiquei 22 anos no campo, como técnico e preparador físico, e oito como gestor, que me fez crescer e conhecer ainda mais o contexto do futebol”, disse.

O treinador revelou que essa é a grande oportunidade de sua carreira. “Oportunidade para mostrar os nosso trabalho todos nós precisamos. Isso em qualquer profissão. Agradeço a diretoria por acreditar no projeto. Peço um tempo, como todos técnicos já tiveram, para mostrar meu trabalho. Passo a confiança para a torcida por ter títulos e ter trabalhado e revelado grandes jogadores, que hoje estão em grandes clubes europeus e seleções. Vou agarrar com unhas e dentes essa oportunidade”.

Sobre o esquema tático que irá utilizar, Drubscky disse que gosta de jogar no 4-4-2, mas com seus diferenciais. “Sempre gostei desse esquema, mas com algumas variações e sempre atacando. O 4-4-2 é a minha base, mas os meus conceitos táticos farão a diferença. Nosso time vai jogar e podem cobrar isso”.

Finalizando a coletiva, o técnico afirmou que conhece a maioria do elenco e que isso ajudará no dia-a-dia. “Conheço pelo menos 60% do elenco por causa da categoria de formação. Tive a oportunidade de conhecer também o Paulo Baier, Alan Bahia e Vinicius quando trabalhei aqui”.

Texto, foto e informações: site do Atlético-PR

Deixe seu comentário