Com dois golaços, Vasco volta a vencer e a liderar o Brasileiro

Com belos gols, um de Juninho, cobrando falta no ângulo, e outro de Diego Souza, em jogada individual, ainda no primeiro tempo, o Vasco bateu o Bahia por 2 a 1, em Pituaçu, Salvador, pela quarta rodada, e reassumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. O tricolor baiano descontou já nos acréscimos do segundo tempo, gol de Júnior.

Acesse aqui para ler a crônica do Toque de Bola sobre o Brasileirão, Brasil x Argentina e o “feriado esportivo”.

No Engenhão, Fluminense e Internacional empataram em 0 a 0, com o tricolor carioca desperdiçando chances incríveis, e o Colorado sendo prejudicado pela arbitragem mineira no primeiro tempo, com marcações erradas de impedimento. No final do segundo tempo, Lanzini, sozinho, não conseguiu concluir o que seria o gol da vitória do time carioca, que contou com a volta de Deco, Fred e Welinton Nem.

Em Recife, o Botafogo saiu perdendo por 2 a 0 para o Náutico no primeiro tempo, gols de Araújo e Lúcio, mas conseguiu empatar na etapa final, gols de Márcio Azevedo e Cesinha, contra. Um vacilo de Vítor Junior, porém, permitiu o gol do desempate do Timbu, marcado por Derlei. Vitor atrasou mal a bola, e Derlei entrou “com bola e tudo”. Final: Náutico 3 a 2.

Em Varginha, o Cruzeiro conquistou a segunda vitória consecutiva, ao derrotar o Sport Recife por 1 a 0, gol de Welinton Paulista, cobrando pênalti sofrido por Everton, aos 25 minutos do segundo tempo.

No Morumbi, o São Paulo, com Lucas, que chegou de madrugada dos EUA, onde estava pela seleção brasileira, bateu os reservas do Santos por 1 a 0, gol de Paulo Miranda, de cabeça, logo no início da partida.

Outro time que utilizou reservas e perdeu foi o Corinthians: 2 a 0 para o Grêmio no Estádio Olímpico, gols de Marco Antônio e André Lima, ambos na etapa inicial.

A Portuguesa venceu o Atlético-GO por 2 a 0 no Canindé. Em Florianópolis, Figueirense e Ponte Preta  ficaram no 0 a 0.

[wpfootball id_league=6 id_template=2]

Deixe seu comentário