Boca elimina Universidad de Chile e pega o Timão na final da Libertadores

O gigante Sul-Americano está de volta à final da Copa Libertadores. Depois da vitória por 2 a 0 em casa na partida de ida da semifinal, o Boca Juniors apenas administrou a vantagem obtida e ficou no 0 a 0 contra a Universidad de Chile na noite desta quinta-feira, 21, no duelo de volta. Com este resultado, o time argentino chega a sua décima final de Libertadores na história. E em busca de seu sétimo título, o primeiro desde 2007.

Depois de fritar o Peixe, técnico Tite pede uma caipirinha dupla

Na história, o Corinthians enfrentou o Boca Juniors quatro vezes, mas jamais conseguiu uma vitória contra os argentinos. E para ser campeão da tão sonhada Libertadores terá que conseguir algo inédito. O primeiro jogo da grande decisão da Copa Libertadores ocorre já na próxima quarta-feira, 27, no estádio La Bombonera. A volta, sete dias depois, será com mando do Corinthians, no Pacaembu.

Alex e Tite, que jogaram contra o Boca na época de Internacional, alertam o Corinthians para as dificuldades que serão enfrentadas dentro de campo.

“Eles têm uma dinâmica de jogo diferente das outras equipes. É pressão o tempo todo, tiram espaço o tempo todo. A atenção tem que ser especial, porque você domina a bola e já tem dois, três em cima. Vamos estudar muito bem para chegar lá preparados”, diz o meio campista.

“É uma equipe sólida, consistente, rodada, cascuda. A bola não queima no pé. Cai no Riquelme, no Schiavi. Jogadores de qualidade impressionante. A gente sabe da grandeza dessa equipe, o emocional é muito forte. Venci o Boca em La Bombonera, em um jogo extraordinário. Lá tem que ter uma capacidade de concentração muito forte”, afirma Tite.

Além do perigo da Bombonera, dizem os dois, também é preciso ter cuidado no Pacaembu. “Tem que ter maturidade e personalidade para jogar fora de casa, atuar de forma parecida, como se jogasse em casa”, diz Tite, reforçado por Alex. “O Boca fora de casa também joga muito.”

Fonte: www.espn.com.br

Foto: Olé

Deixe seu comentário