Tupi entra em campo para manter arrancada rumo à classificação

Juiz de Fora (MG), 28 de março de 2012

América-MG e Tupi abrem, nesta quarta-feira, 28 de março, a 9ª rodada do Campeonato Mineiro. A partida está marcada para as 22h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O Coelho vem de derrota para a Raposa, por 2 a 1, e, em caso de vitória contra o Tupi, assegura matematicamente a classificação às semifinais. Do outro lado, o Carijó venceu o Guarani na última rodada por 3 a 1 e busca um resultado positivo para se consolidar como a quarta força do estado na atual competição. Nos bancos de reserva, Givanildo Oliveira e Moacir Júnior prometem um duelo à parte.

No lado Carijó, o confronto desta quarta-feira será o quarto em apenas 12 dias. Mas, todos sabem que é hora de dar algo a mais para poder conseguir a tão sonhada classificação após o time de Santa Terezinha figurar durante várias rodadas na zona de rebaixamento. Para o duelo, o Tupi possui dois desfalques: Michel Cury voltou a sentir a coxa esquerda na vitória sobre o Guarani e para por 15 dias. Ulisses, principal candidato à vaga deixada por Cury, tem contrato com o América-MG, que vetou a participação do atleta.

Como de costume, o técnico Moacir Júnior faz mistério sobre qual time mandará a campo. Mas, algumas opções são ventiladas. Henrique, que atuou praticamente como um ala-direita na última partida, pode ser deslocado para o meio de campo. Neste caso, Flávio entraria na direita. Outra opção é deslocar o lateral-esquerdo Michel Benhami para o meio, com a vaga na esquerda sendo preenchida, provavelmente, por Fabrício Soares. O treinador ainda testou os jovens Renan e Bruno na armação de jogadas.

Coelho mantém confiança

Sem tempo para fazer um treino coletivo, o técnico Givanildo Oliveira encerrou as atividades para o jogo contra o Tupi com um “rachão”. O técnico está encarando o confronto como uma decisão, uma vez que já não acredita mais na possibilidade de chegar ao primeiro lugar e os dois times estarem brigando diretamente por uma das outras vagas às semifinais. “Será um jogo difícil. Faltam três jogos, temos uma diferença de cinco pontos com o adversário. Eles sabem que, se perder, não têm mais chances para classificação. Estamos vindo de uma partida complicada como foi a do clássico e, contra o Tupi, não vai ser diferente,. Mas estamos preparados para enfrentar um adversário complicado”, prevê o treinador, que não lamenta as constantes trocas na equipe por contusões ou suspensões.

“Não podemos lamentar que não tivemos o Rodriguinho no clássico, temos um grupo forte para isso. Não podemos lamentar, pois é normal no futebol a suspensão ou contusão, sempre vamos trabalhar para quando acontecer essas situações possamos superá-las. Provamos no ano passado, naquela sequência de vitórias, inclusive contra o time campeão, que somos capazes”.

O experiente Fábio Júnior também vê o confronto com o Tupi uma decisão. O atacante, porém, reforça o pensamento de que sempre entra em campo para vencer, independentemente de quem seja adversário. “Na verdade, a importância desse jogo contra o Tupi é que temos que entrar para vencer, estamos na briga pela segunda colocação ainda, vamos sempre honrar a camisa e procurar a vitória”.

Arbitragem

A Federação Mineira de Futebol divulgou o trio de arbitragem responsável por conduzir a partida. Emérson de Almeida Ferreira (CBF/FMF) será o árbitro principal, sendo auxiliado por Breno Rodrigues e Celso Luiz da Silva, ambos do quadro da CBF/FMF.

Texto: Thiago Stephan, com informações do site oficial do América e do jornal TER Notícias

Carijó agradece

Bom resultado para o Tupi na luta por uma vaga às semifinais do Campeonato Mineiro. Na noite desta segunda-feira, 26, Nacional e Uberaba empataram em 1 a 1, em Nova Serrana. Confira a ficha técnica da partida divulgada no site da Federação Mineira de Futebol:

Nacional 1 x 1 Uberaba
Arena do Calçado – 20h30
A: Elmivan Alves Andrade (Especial FMF)
A1: Janette Mara Arcanjo (FIFA/MG)
A2: Adenilson Alves Teixeira (FMF)
4ºA: Daniel César Rodrigues (Liga Local)

Gols: 9-Reinaldo Alagoano, aos 15’1T (Nacional); 3-Roberto Dias, aos 39’2T (Uberaba)

Público: 2.682 pagantes
Renda: R$ 31.210,00

Nacional: 1-Raniere, 2-Arilton, 3-Wellington, 4-Luizão, 5-Thiago Santos, 6-Rodrigo, 7-Jean Cléber, 8-Dudu (14-Marcão, no intervalo), 9-Reinaldo Alagoano, 10-Alex Maranhão (17-Bruninho, aos 35’2T) e 11-Juninho Frizzi (18-Sebá, aos 11’2T). Técnico: José Ângelo

Uberaba: 1-Fernando, 2-Éder (13-Thiago Toreti, aos 20’2T), 3-Roberto Dias, 4-Victor Hugo, 5-Bruno Moreno, 6-Wellington, 7-Éberson, 8-Gabriel Eloi, 9-Araújo (17-Tiaguinho, aos 10’2T), 10-Gabriel Davis e 11-Jeferson (18-Eliél, aos 24’2T). Técnico: Paulo Cezar Catanoce

Cartões Amarelos:
Nacional: 2-Arilton, 9-Reinaldo Alagoano e 10-Alex Maranhão
Uberaba: 3-Roberto Dias

Fonte: Federação Mineira de Futebol

[wpfootball id_league=5 id_template=2]

Deixe seu comentário