Técnico e atleta do Projeto Visão no Esporte são convocados para seleção

Juiz de Fora (MG), 1° de dezembro de 2011

A Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CDBV) convocou o técnico do Projeto Visão no Esporte, Leonardo de Souza Lima, e o atleta Carlos Cristiano da Silva Paradello, para fazerem parte da seleção Brasileira Sub 23 de Futebol de Cinco e, também, para participarem do Torneio de Seleções Regionais 2011. Este campeonato acontecerá entre os dias 5 e 13 de dezembro na Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (Andef), em Niterói/RJ.

O Projeto Visão no Esporte é promovido pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), em parceria com a Associação dos Cegos de Juiz de Fora, e oferece diferentes modalidades esportivas para pessoas com deficiência visual. A iniciativa existe desde 2007 e dispõe de atletismo, goalball, natação, hidroginástica e futebol. Em 2010, o projeto filiou-se ao Comitê Paraolímpico em busca de reconhecimento para os técnicos e atletas.

Carlos Cristiano, de 18 anos, perdeu a visão aos sete anos e achou que nunca mais iria praticar o esporte que mais gostava. Hoje, ele joga na posição de defensor do time do Projeto Visão no Esporte, é o destaque do Torneio Regional Sudeste e bicampeão invicto das Paraolimpíadas Escolares (2010 e 2011) com a Seleção Mineira de Futebol de cinco.

Para Leonardo Lima, os objetivos principais do projeto são: “despertar o talento de cada um e aumentar a perspectiva de vida para o deficiente.” A convocação pela CDBV foi, para ele, uma grande motivação.

Atualmente, Leonardo Lima treina 20 pessoas nas áreas de atletismo e futebol, dentro do projeto Visão no Esporte. As aulas acontecem na quadra do Clube Minas. O professor é graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e pós-graduado em Futebol pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Tem na sua carreira o título de bicampeão (2010 e 2011) invicto das Paraolimpíadas Escolares com a Seleção Mineira de Futebol de Cinco – na função de auxiliar técnico – e acesso à Copa Brasil – Série B de Futebol de cinco, com o Projeto Visão no Esporte, em 2010.

O time de futebol de cinco é formado por um goleiro, que tem visão total, e quatro jogadores na linha, que tenham cegueira total ou parcial. Por isso, os atletas da linha usam uma venda nos olhos para que todos joguem em iguais condições.

A modalidade, ao contrário do futebol convencional, deve ser praticada em um ambiente silencioso, pois a bola possui guizos, necessários para a orientação dos jogadores dentro de quadra.

Os interessados em participar do projeto Visão no Esporte devem procurar a Associação dos Cegos de Juiz de Fora, localizada na Avenida dos Andradas, 455, Centro. O telefone é 2101-2469.

Texto,  informações e fotos: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Esportes

 

Deixe um comentário