Trio precisa de apoio para disputa de Sul-Americano de Jiu-Jitsu

Juiz de Fora (MG), 25 de novembro de 2011

Atletas precisam de R$ 400 para garantir a participação no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu

A falta de incentivo financeiro pode deixar três atletas da cidade de fora do Sul Americano de Jiu-Jitsu, realizado no próximo final de semana, em São José (SC). Antônio Inácio, Valdiney Souza e Felipe Raposo, competidores da Gracie Humaita Team, precisam de mais R$ 400 para completar os gastos com a viagem e realizarem o sonho de conquistarem medalhas inéditas em suas carreiras.

Com títulos de Campeão Mundial, Brasileiro e Estadual no currículo, Antônio Inácio disputa na categoria adulto média faixa preta – até 83 quilos. O primeiro lugar no torneio vale passagem e vaga no Campeonato Europeu de Jiu-Jitsu, que acontecerá em janeiro de 2012 em Portugal. “Quero participar para conquistar a vaga no Europeu. Estamos nos preparando, tanto na parte física, como técnica, treinando todos os dias de manhã, de tarde e à noite. Mas sem a certeza desse dinheiro, não conseguimos nos concentrar psicologicamente”, disse. Professor e responsável pela equipe em Juiz de Fora, o atleta, que já é praticante da modalidade há 14 anos, reclama da ausência de apoio do empresariado local para o esporte. “Falta bastante incentivo. Isso incomoda muito”, desafaba.

Apesar de o trio já ter conseguido metade do dinheiro necessário para suprir os gastos com alimentação viagem e hospedagem, apoiados pelo Bar Informal, ainda faltam cerca de R$ 400 para totalizar os custos da participação. “Se não conseguirmos esse restante, não vamos viajar”, afirma.

Para diminuir os custos com o deslocamento, os atletas preferiram trocar as passagens aéreas pelo automóvel. “As passagens de avião estavam muito caras”, revelou Inácio. A equipe juiz-forana da Gracie Humaita mescla experiência e juventude. Enquanto Antônio Inácio, 30 e Valdiney Souza, 36, têm títulos nacionais e internacionais, Felipe Raposo fará sua estreia numa competição continental. Souza disputa na categoria faixa azul pluma sênior – até 64 quilos. Já Raposo compete na faixa branca pluma adulto, também com peso máximo de 64 quilos.

Texto: Lucas de Vitta / TER Notícias

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário