Para Émerson Ávila, problema azul é ansiedade

Ao fim do jogo deste domingo, na Arena do Jacaré, no qual o Cruzeiro tropeçou diante do Vasco e perdeu por 3 x 0, o técnico Emerson Ávila avaliou que o revés se deu por conta da ansiedade dos jogadores celestes. O comandante da Raposa falou das dificuldades que a equipe teve de enfrentar em campo, por ter saído atrás no placar e não conseguiu reverter a situação.

“Quando se toma o gol bate uma certa ansiedade nos jogadores, que querem resolver a situação rapidamente e o gol não sai, a paciência do torcedor vai ruindo e tudo isso reflete no que fazemos em campo. Estamos brigando sim na parte de baixo da tabela, embora os resultados desse fim de semana tenham sido favoráveis, com derrota do Bahia, do Atlético-MG, o empate do Atlético-PR. Mas o fato é que nós precisamos vencer e não ficar esperando que os adversários percam. Temos que fazer a nossa parte”, disse Ávila.

O treinador do Cruzeiro explicou porque optou por entrar com apenas um atacante de origem (Bobô) no jogo deste domingo e manteve a mesma formação ofensiva, mesmo após lançar Keirrison em campo. Ávila disse que preferiu dar velocidade ao time com os meias Élber e Bruninho.

“Não penso que dois atacantes com características semelhantes possam ajudar nas ações ofensivas da equipe. Temos escalado o time de acordo com o elenco que está à disposição, para que possamos conseguir não só fazer um jogo utilizando os mesmos jogadores de área. O futebol está com muita velocidade e temos buscado essas alternativas, daí essa preferência por atletas um pouco mais rápidos, que conseguem dar mais velocidade ao jogo”, analisou.

Emerson Ávila volta suas atenções para o próximo desafio do Cruzeiro no Brasileirão. O time azul e branco vai a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio e o técnico estrelado terá a semana inteira para preparar a equipe para reagir no campeonato, já que o duelo será somente no domingo que vem.

“Agora é seguir em frente, temos um jogo duríssimo pela frente, contra o Grêmio, uma equipe que está em uma situação um pouco mais confortável que a nossa, mas também está na segunda página da tabela. Vamos ver o que dá pra fazer para melhor a equipe e melhorar o rendimento para que o Cruzeiro consiga sair dessa situação difícil”, finalizou.

Texto: site oficial do Cruzeiro

Deixe seu comentário