Tupi joga suas chances de G-4 em Divinópolis

Juiz de Fora (MG), 19 de março de 2011
É vencer ou vencer. Esse é o espírito dos jogadores do Tupi para a partida diante do Guarani, domingo, 20, às 16h, em Divinópolis. Uma vitória fora de casa poderá recolocar o Carijó na disputa por uma das vagas para a semifinal, ao passo que empate ou derrota poderá reduzir as pretensões do Alvinegro. Pensando no duelo, o técnico Leonardo Condé treinou situações de contra-ataque ao longo da semana. Como o Guarani está em situação pior que o Tupi e perdeu as últimas três partidas em casa, o treinador pretende tirar proveito de um possível nervosismo do time adversário.

O volante Claudinho Baiano (foto), que desfalcou o Tupi na derrota diante da Caldense, estará de volta ao time em Divinópolis. Apesar de não ter jogado, ele esteve no Estádio Municipal na última partida pelo Campeonato Mineiro e sofreu junto com o restante do elenco. Para ele, a derrota deixou uma importante lição. “O jogo faz parte do passado, mas tem derrotas que passam lições. Serve para que a gente na próxima partida não faça mais as coisas de errado que a gente fez no jogo. A gente espera que contra o Guarani seja tudo diferente e a gente espera fazer uma grande partida e conseguir os três pontos”, avaliou o jogador.

Opinião semelhante tem o volante Marcel. Ele quer ver o Galo aproveitando as oportunidades que aparecerem. “Acho que devemos ter a mesma postura que tivemos em Uberaba, que é a marcação forte para sair no contra-ataque, que é o nosso forte. Temos que tentar matar o jogo o mais rápido possível. O nosso time vem jogando bem no primeiro tempo, com oportunidades de matar o jogo, o que não tem feito. Mas dessa vez tem que fazer para voltarmos ao G-4”, cobrou o volante.

Assim como nas outras rodadas do Campeonato Mineiro, Leonardo Condé deverá divulgar a escalação somente no vestiário. Ele não deve fazer mudanças em relação ao time que vem jogando. Uma possibilidade é a escalação de Rafael Paty ao lado de Yan no ataque. Mas, o mais provável é que Paty entre no decorrer da partida. Apesar de ambos serem centroavantes, Paty não vê problema em atuar junto com o companheiro. “Não tem problema nenhum, até mesmo devido as dimensões do campo de Divinópolis, que são menores. Eu sempre gostei de jogar com dois atacantes”, comentou Paty.

Guarani de olho no Carijó

O técnico do Guarani, José Ângelo, deverá ter todo o elenco à disposição para o duelo contra o Tupi. O volante Nilson Sergipano, recuperado de incômodo na coxa, voltou a treinar com o grupo e espera estar em campo no fim de semana, assim como o zagueiro Felipe, em fase final de recuperação. Gilvan, que cumpriu suspensão, é outro que poderá ser escalado. Assim como Condé, Ângelo tem ressaltado a importância que o jogo assumiu para as duas equipes após os resultados do último final de semana.

Ficha técnica:

Tupi: Rodrigo; Paulo Roberto, Léo Devanir e Fabrício Soares; Felipe Cordeiro, Claudinho Baiano, Marcel, Assis e Michel Cury; Yan. Técnico: Leonardo Condé.

Guarani: 1-Fred, 2-Carlos César, 3-Felipe, 4-Michel Nunes, 5-Gilvan, 6-Fernando Bahia, 7-Robert 8-Lima, 9-Juninho, 10-Luiz Fernando e 11-Chico Marcelo. Técnico: José Ângelo.

Árbitro: Joel Tolentino Damata Júnior (CBF/FMF)

Assistente 1: Janette Mara Arcanjo (CBF/FMF)

Assistente 2: Pedro Araújo Dias Cotta (CBF/FMF)

Local: Estádio Farião – Divinópolis

Data: 20/03

Horário: 16h

Texto: Thiago Stephan

[wpfootball id_league=2 id_template=2]

Toque de Bola

Ivan Elias, associado do Panathlon Club de Juiz de Fora, é jornalista, formado em Comunicação Social pela UFJF. Trabalhou por mais de 11 anos no Sistema Solar de Comunicação (Rádio Solar e jornal Tribuna de Minas), em Juiz de Fora. Já foi freelancer da Folha de S. Paulo, atuou como produtor de matérias de TV e em 2007 e 2008 “defendeu” o Tupi, na Bancada Democrática do Alterosa Esporte, da TV Alterosa (SBT-Minas). É filiado à Associação Mineira de Cronistas Esportivos (AMCE) e Associação Brasileira de Cronistas Esportivos (Abrace).

Deixe seu comentário