15 jan 2014

Mineiro: 4 estádios não estão liberados. Federação lança selo



Soares de Azevedo, Antônio Guimarães de Almeida, Melão e Ronaldão. Estes são os estádios de Nacional de Muriaé, Tombense, Boa Esporte e Caldense, que têm passado por vistorias e reformas para a realização das partidas pelo Campeonato Mineiro. O prazo para a entrega dos laudos na federação, que está faltando para as quatro equipes,  foi estendido até dez dias antes do primeiro jogo de cada clube em seu estádio.

Segundo o representante da Federação Mineira de Futebol (FMF), Hilário Félix dos Santos Júnior, o Nacional-MG precisa de adequar alguns itens no laudo de Engenharia e fazer o laudo dos Bombeiros. Quanto ao Tombense, ainda existe uma pendência a ser resolvida. “No caso deles, recebemos o novo laudo da PM. Os documentos da Vigilância Sanitária e da Engenharia estão certos. Aguardamos o laudo dos Bombeiros, disse Hilário,

Os estádios de Boa Esporte e Caldense passaram por várias mudanças para esta temporada. Em Poços de Caldas, o Estádio Ronaldo Junqueira ganhou quatro novos portões internos e até um gerador para evitar apagões durante as partidas. Nas escadas de acesso às arquibancadas, a largura aumentou de 80 centímetros para 1 metro e vinte centímetros. As saídas de emergências foram adaptadas e agora estão dentro das normas. Ao todo, a prefeitura do município gastou cerca de R$ 200 mil com as adequações.

“Nós fizemos um acordo com a Associação Atlética Caldense e deixamos o Estádio Dr. Ronaldo Junqueira pronto para a vistoria dos órgãos competentes. Nós vamos entregar o laudo conforme solicitado pelo Corpo de Bombeiros, o do Crea tem validade até 2015 e no mais, os da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária, a Associação Atlética Caldense vai correr atrás para encaminhar à Federação Mineira de Futebol” confirmou o secretário de Esportes de Poços de Caldas, Albert Mareca.  As obras que começaram há cerca de um mês estão em fase final e ainda nesta semana o Corpo de Bombeiros deverá fazer uma vistoria no estádio.

Já em Varginha (MG), o Estádio Municipal (Melão) também passa por obras desde o mês passado. Funcionários ainda trabalham nos reparos finais do estádio. Três passarelas estão sendo construídas e vão ser instaladas em pontos estratégicos do estádio para serem usadas como rotas de fuga. Foram feitos reparos nas paredes e no teto do túnel que dá acesso ao gramado. O sistema de monitoramento também foi modernizado com a compra de novos equipamentos.

Segundo o diretor Rildo Moraes, do Boa Esporte, que manda suas partidas no estádio, as adequações devem garantir mais segurança aos torcedores. “Traz mais segurança para o torcedor, que ele venha ao estádio e tenha melhorias nas acomodações, para que ele se sinta melhor, possa trazer a família, seu pai, sua mãe, seu filho, o que acontece muito aqui”, opinou.

A principal reforma no estádio foi realizada no gramado. Depois de rebaixado e adubado, o campo tem sido irrigado duas vezes por dia. Segundo o diretor do Boa Esporte, todos os laudos necessários já foram renovados e enviados à Federação Mineira de Futebol.

De acordo com o regulamento do Campeonato Mineiro, disponível no site da FMF, devem ser entregues laudos expedidos pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, engenheiro civil (Crea), engenheiro eletricista e sanitarista da Secretaria Municipal de Saúde. Os documentos devem atestar para todo o campeonato as condições de segurança, higiene e os cálculos da capacidade de público. O texto afirma ainda que o clube que não entregar corre o risco de ser impedido de disputar o Campeonato.

Federação Mineira divulga marca comemorativa do centenário 

   A temporada de 2014 será especial para o futebol em Minas Gerais. Este ano será realizado a centésima edição do Campeonato Mineiro, que teve sua primeira disputa em 1915, ano de fundação da Liga Mineira de Desportos Terrestres (LMDT), atualmente FMF. Para dar início as festividades da entidade e o significativo número de cem edições de um dos principais torneios do país, a Federação Mineira de Futebol lança a marca comemorativa do seu centenário desenvolvida pelo artista plástico Ricardo Horta.

2014.logo01centenario

A arte estampará um selo especial para ser utilizado nos uniformes dos árbitros e assistentes do quadro da FMF e também na manga das camisas dos clubes participantes do Módulo I do Campeonato Mineiro nesta temporada. Os ‘patchs’ estão sendo retirados pelas equipes na Assessoria de Comunicação da entidade.

images-2013-segundo-sem-2014.patchscomemorativos-400x286

São dois modelos de selo: o branco, que será utilizado em toda a Primeira Fase e também nas semifinais. As duas equipes que se classificarem para a decisão do 100º Campeonato Mineiro receberão o segundo modelo, dourado.

Texto com informações do globoesporte.com e do portal da Federação Mineira de Futebol


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 maio 2018
Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”

21 maio 2018
Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada

21 maio 2018
Acabou o amor? Torcedor cobra reforços e qualidade em derrota do Tupi

20 maio 2018
Que fase! Tupi perde a quarta na Série C

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse