26 jan 2014

Gonçalves pega pênalti e Galo empata no Horto: 1 a 1



O Alvinegro de Santa Terezinha saiu da Arena Independência, na estreia no Campeonato Mineiro, com um empate contra o América-MG, 1 a 1, gols de Miguel, para o Galo, e Obina, para o Coelho. Gonçalves ainda defendeu cobrança de penalidade feita pelo autor do gol americano, no fim da primeira etapa.

O Tupi entrou em campo com Gonçalves; Henrique, Hélder (Nilo), Fabrício Soares e Elivélton (Thiaguinho); Felipe Lima, Maguinho, Sidinei e Miguel (Fábio Tenório); Núbio Flávio e Da Silva. O América-MG atuou com Matheus, Leandro Guerreiro, Lula, César Lucena, Gilson; Marcelo Rosa, Andrei, Willians (Henrique) e André Pinga; Weverton (Lucas Silva) e Obina.

O zagueiro Fabrício Soares ressaltou a importância do ponto conquistado em Belo Horizonte. “Muito importante, sempre pontuando é interessante. No primeiro tempo, tivemos chance de vencer e na segunda etapa eles pressionaram. Se fizermos o dever de casa, damos um passo grande”, analisou.

O meia Fábio Tenório também comentou o resultado e seu estado físico. “A equipe dominou o meio campo no primeiro tempo, no segundo foi um pouco envolvida, mas foi uma boa estreia. Melhorei o ritmo de jogo e agora é pensar no sábado, contra o Minas, procurar sair com a vitória”, disse.

Com o primeiro ponto conquistado, os juiz-foranos ocupam a terceira colocação ao lado do América-MG. Como próximo compromisso, o Tupi enfrenta o Minas Futebol, em partida válida pela segunda rodada do Estadual, no sábado, 1°, às 17h.

O jogo

A primeira etapa começou equilibrada com o América-MG detentor de maior posse de bola, mas sem grandes chances de gol. O primeiro momento de perigo da partida foi do Tupi. Aos 14, Da Silva recebeu a bola no contra-ataque em velocidade, cruzou rasteira para Núbio Flávio que, na hora de finalizar, sofreu antecipação do experiente César Lucena, salvando o Coelho.

Gol do estreante Miguel

Aos 19 minutos, em bela trama ofensiva do Carijó, Núbio Flávio recebeu nas costas de Leandro Guerreiro, improvisado como lateral-direito e cruzou rasteiro para Sidinei, que acertou a trave. No rebote, Miguel apareceu livre para empurrar a bola para as redes e abrir o placar. 1 a 0 Tupi.

Após o gol, os mandantes mantiveram a bola nos pés, mas não acertavam a meta alvinegra. Em contrapartida, o Tupi se aproveitava dos espaços dados com o avanço da equipe de Belo Horizonte. Em outro contra-ataque do Galo, aos 26, Da Silva recebeu de Miguel e finalizou, de esquerda, rasteira, para fora. O Coelho tentou responder em seguida. Willians recebeu cruzamento livre, mas cabeceou para longe do gol defendido por Gonçalves.

O lado esquerdo de ataque carijó era constantemente acionado nos primeiros 45 minutos. Em mais uma jogada pelo setor, aos 37, Núbio Flávio recebeu livre, mas, na hora do chute, o goleiro Matheus saiu para abafar o lance. Aos 43, Da Silva inverteu jogada novamente para Núbio, que buscou o ângulo esquerdo de Matheus. O goleiro realizou uma ponte para evitar o segundo gol dos visitantes.

Pênalti para o América-MG e Gonçalves brilha

Aos 44, o estreante Obina recebeu a bola livre, entrou na área e recebeu contato do zagueiro Hélder, ocasionando, para o árbitro, pênalti. O atacante cobrou rasteiro, no canto direito de Gonçalves, que espalmou, salvando o Tupi de sofrer o empate. No intervalo, o arqueiro falou da decisão tomada na cobrança. “Esperei ele (Obina) bater. Estava convicto que ele ia chutar naquele canto e graças a Deus defendi”, afirmou.

Início de segunda etapa e empate americano

Logo aos 7 minutos do segundo tempo, Andrei recebeu nas costas de Elivelton e cruzou para Obina que, de peixinho, empatou a partida: 1 a 1. Dois minutos depois, Gonçalves trabalhou mais uma vez. Willians finalizou, o goleiro carijó fez boa defesa e, no rebote, Obina tentou o segundo gol, novamente interceptado pelo arqueiro.

Pouco depois, o técnico Gottardo realizou suas primeiras duas substituições, promovendo a entrada do meia Fábio Tenório e do lateral-esquerdo Thiaguinho, nos lugares do autor do gol, Miguel e de Elivelton, cansado. A partida seguiu com maior posse de bola do América-MG que esbarrava nos impedimentos de Obina. Aos 25, Núbio recebeu falta próxima a meia lua da grande área do Coelho. Sidinei finalizou com perigo, rente à trave direita do gol de Matheus. A resposta veio na mesma moeda e, em cobrança de falta de André Pinga, Gonçalves defendeu com segurança.

Hélder sai machucado, Da Silva desperdiça chance clara e Henrique é expulso

Aos 40, Hélder cortou a bola com um carrinho, mas, no deslize, acabou se prendendo no gramado e se machucando. Ademilson, que estava pronto para entrar, voltou ao banco, permitindo a entrada do zagueiro Nilo no lugar de Helder, machucado. Aos 44, a melhor chance carijó na segunda etapa. Da Silva aproveitou erro da zaga e saiu livre, de frente para o gol, mas tirou muito da meta defendida por Matheus. Aos 48, Henrique tocou intencionalmente com a mão na bola, evitando lençol e progressão ao gol do Tupi, sendo expulso pelo árbitro. A cobrança do tiro indireto, na barreira, foi o último lance da partida. América-MG 1 x 1 Tupi.

Fichas técnicas e resultados da primeira rodada do Mineiro

América-MG 1 x 1 Tupi

Independência – 19h30
A: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/FMF)
A1: Pablo Almeida Costa (CBF/FMF)
A2: Wesley Moreira de Carvalho (CBF/FMF)
4ºA: Wagner Ferreira de Souza (FMF)

Gols: 10-Obina, aos 7’2T (América); 11-Miguel, aos 19’1T (Tupi)
Público: 2.359 pagantes
Renda: R$ 18.395,00

Cartões Amarelos:
América: 4-Cesar Lucena 7-Weverton e 19-Lucas Silva
Tupi: 1-Gonçalves, 3-Helder, 11-Miguel e 15-Thiago
Cartão Vermelho:
Tupi: 2-Henrique

Cruzeiro 1 x 0 URT

Mineirão – 17h
A: Marcos Vinícius de Sá dos Santos (CBF/FMF)
A1: Frederico Soares Vilarinho (CBF/FMF)
A2: Marco Antônio da Silva (FMF)
4ºA: Rodrigo Gomes Lúcio (FMF)

Gol: 28-Ricardo Goulart, 43’1T (Cruzeiro)
Público: 11.843 pagantes
Renda: R$ 409.190,00

Cruzeiro: 1-Fábio, 2-Ceará, 26-Dedé, 4-Bruno Rodrigo, 5-Souza, 6-Egídio, 16-Lucas Silva, 17-Everton Ribeiro, 28-Ricardo Goulart (18-Marcelo Moreno, aos 29’2T), 9-Borges (10-Julio Baptista, aos 19’2T) e 11-Dagoberto (25-Willian, aos 18’2T). Técnico: Marcelo Oliveira
URT: 1-Giulliano, 2-Iran, 3-Pablo, 4-Marcelo, 5-Marzagão, 6-Marcel, 7-Robinho (18-Leo Mineiro, intervalo), 8-Erick, 9-Paulão (20-Eraldo, aos 24’2T), 10-Tiago Matos e 11-Michel (19-Wendell, aos 15’2T). Técnico: Luiz Eduardo

Cartões Amarelos:
URT: 5-Marzagão, 6-Marcel

Guarani 0 x 0 Caldense

Farião – 17h
A: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)
A1: Guilherme Dias Camilo (Aspirante FIFA/MG)
A2: Ricardo Vieira Rodrigues (CBF/FMF)
4ºA: Antônio Márcio Teixeira da Silva (FMF)

Público: 1.233 pagantes
Renda: R$ 15.352,50

Guarani: 1-George, 2-Alex, 3-Cristiano, 4-Tiago Papel, 5-André Silva, 6-Iago, 7-Doni (17-Michel Eloi, no intervalo), 8-Tiago Carpini, 9-Tiago Pereira (19-Tito, aos 41’2T), 10-Michel Cury e 11-Murilo (20-Tardelli, no intervalo). Técnico: Leston Júnior
Caldense: 1-Gilberto, 2-André Luis, 3-Marcelo, 4-Plinio, 5-Maxsuel (15-Osmane, aos 41’2T), 6-Rafael Estevam, 7-Marcel, 8-Michel, 9-Luiz Eduardo (18-Maycon, aos 29’2T), 10-Ewerton e 11-Valdisney (17-Ricardo, aos 29’2T). Técnico: Leonardo Conde

Cartões Amarelos:
Guarani: 3-Cristiano e 10-Michel Cury
Caldense: 5-Maxsuel

Boa Esporte 2 x 1 Villa Nova

Melão – 17h
A: Igor Junio Benevenuto (CBF/FMF)
A:1: Marcelo Francisco dos Reis (FMF)
A2: Magno Arantes Lira (FMF)
4ªA: Jéferson Antonio da Costa (FMF)

Gols: 10-Malaquias, aos 2’2T e 9-Bruno Aquino, aos 33’2T (Boa Esporte); 10-Mancini, aos 13’1T (Villa Nova)
Público: 1.067 pagantes
Renda: R$ 7.090,00

Boa Esporte: 1-Emerson, 2-Edmar, 3-Tiago Carvalho, 4-Mateus, 5-Jeferson (17-Filipinho, no intervalo), 6-Marinho Donizete, 7-Moises Ribeiro, 8-Betinho, 9-Bruno Aquino, 10-Malaquias (16-Guilherme, aos 19’2T) e 11-Wandinho (18-Jonatas Reis, aos 15’2T). Técnico: Nei da Mata
Villa Nova: 1-Braz, 2-Rodrigo, 3-Welton Felipe, 4-Sidimar, 5-João, 6-Fidelis, 7-Leo, 8-Mateus (16-Sotero, aos 8’2T) (17-Barata, aos 37’2T), 9-Paulo Henrique, 10-Mancini e 11-Roger (18-Rafael Gomes, aos 26’2T). Técnico: Paulinho Kobayashi

Cartões Amarelos:
Boa Esporte: 3-Tiago Carvalho, 4-Mateus, 5-Jeferson e 7-Moises Ribeiro
Villa Nova: 3-Welton Felipe, 6-Fidelis e 10-Mancini

Cartão Vermelho:
Villa Nova: 7-Leo

Classificação

1º – Boa Esporte – 3 pontos

2º – Cruzeiro – 3

3º – América-MG – 1

3º – Tupi – 1

5º – Caldense – 1

5º – Guarani-MG – 1

7º – Atlético-MG – 0

7º – Minas Futebol – 0

7º – Nacional-MG – 0

7º – Tombense – 0

11º – Villa Nova – 0

12º – URT – 0

Texto: Bruno Kaehler


Voltar

10 Respostas to “Gonçalves pega pênalti e Galo empata no Horto: 1 a 1”

  1. marcelo rizzato
    28/01/2014 às 17:28

    DIGO 4 PONTOS. E DÁLHE GALO……..

  2. marcelo rizzato
    28/01/2014 às 17:27

    Um bom começo. Gosto muito quando o TUPI pega logo no início do campeonato, os grandes da capital. Principalmente o América que sempre é uma incógnita. Vamos torcer em casa, é muito importante que na segunda rodada tenhamos 5 pontos. DÁ-LHE GALO.

  3. Nel
    27/01/2014 às 8:35

    Bela Matéria…Completa e motivadora, os carinhas da imprensa de JF só sabem colocar em voga notícias ruins!

Deixe uma resposta

Notícias


20 maio 2018
Que fase! Tupi perde a quarta na Série C

19 maio 2018
Missão cumprida! Tupi Futsal traz a vaga e pega o Corinthians

18 maio 2018
Super promoção “Causos IOR”! Saiba aqui como participar

18 maio 2018
UFJF/Asepel volta à cena no Campeonato Mineiro de base

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.