Portal Toque de Bola Referência de esportes na internet

Toque de Bola

23/01/2014 | 10:56

Ainda são poucas novidades concretas que surgiram no imbroglio da Série A desde a dupla escalação irregular na última rodada.

O rei, porém, já está quase passeando nu.

A quem interessar possa, nossa opinião é a mesma da crônica anterior.

Para reforçá-la, decidimos pinçar uma letra, já antiga. Trata-se de “Sinal de Caim”, da excelente parceria entre Aldir Blanc e João Bosco. Vamos lá?

“Sinal de Caim”

Já vi
esse filme
e por não ser do time
me acusam de um crime
que não cometi… Isso aí,
mas o revólver não pára,
e o chapéu do mocinho
não cai da cabeça.
Isso faz qu´eu não esqueça
o que guardam pra mim…
Eu já vi o desenho,
já vi esse treiler,
já vi esse filme –  que saco!

Eu morro no fim.


Conheço bem o papel que me deram:
a minha sina é o sinal de Caim,
e muito antes do bondoso Abel
esvoaçar pro beleléu
me censuraram o céu.
Eu sei dos idos e dos decaídos.
Por isso ninguém vai me conceder perdão.
Mas esse filme é muito, muito antigo,
eu prefiro um inimigo do que um mau irmão.
Pra chatear eu uso sobretudo
e toco as teclas negras dos bemóis
e aguardo o estouro debaixo das camas
e ponho aranhas manchando os lençóis…

Minha tragédia passa a ser comédia
e a velharada baba aplaudindo o final.
É natural…

João Bosco e Aldir Blanc

Uma resposta para “Toque de Bola”

Deixe seu comentário