18 mar 2012

Fellype Gabriel comanda vitória do Botafogo sobre o Vasco



Juiz de Fora (MG), 18 de março de 2012

Fellype Gabriel brilhou, fez três gols e deu ao Botafogo a vitória sobre o time misto do Vasco, por 3 a 1, no Engenhão, neste domingo. Foi o primeiro triunfo do time alvinegros em três clássicos disputados neste ano de 2012. O gol cruz-maltino foi marcado por Fellipe Bastos, e Juninho Pernambucano ainda perdeu um pênalti.

Com o resultado positivo, o Botafogo chegou a 10 pontos e se manteve na vice-liderança do grupo A da Taça Rio, dois pontos atrás no líder Macaé. O Vasco, apesar da derrota, segue na primeira colocação do grupo B, com sete pontos, enquanto Volta Redonda e Madureira aparecem logo atrás com seis pontos.

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o Duque de Caxias, no sábado, novamente no Engenhão. Já o Vasco entra em campo no domingo, contra o Resende, em São Januário.

Bola rolando

O primeiro tempo começou com as duas equipes correndo muito e buscando o ataque. O Botafogo era mais organizado e chegava mais vezes perto da área cruz-maltina. Os vascaínos dependiam de Juninho Pernambucano, mas erravam muitos passes. A primeira boa chance aconteceu somente aos 18 minutos. Após cobrança de falta, Antônio Carlos escorou de cabeça e viu a bola passar à direita do gol de Fernando Prass.

Depois da parada técnica, os dois times melhoraram a marcação. Com isso, o duelo ficou sem emoção. O Vasco conseguiu chutar ao gol de Jeferson aos 28 minutos, em cobrança da falta de Fellipe Bastos. Só que a resposta do Botafogo veio em grande estilo aos 33.

Elkeson cruzou rasteiro pela direita para a entrada da área. A bola passou por todo mundo e ficou para Fellype Gabriel, que chutou colocado no ângulo de Fernnado Prass para abrir o placar.

Após o gol, o Vasco esboçou uma pressão, mas viu o Botafogo ampliar o placar aos 37 minutos. Rodolfo tentou cortar um passe, a bola bateu em Elkeson e sobrou para Fellype Gabriel. O meia ficou de frente para Fernando Prass e só teve o trabalho de tirar do goleiro.

Nos minutos finais, o jogo voltou a ficar movimentado. O Vasco tentou diminuir a vantagem do Botafogo, mas não conseguiu levar perigo ao gol de Jefferson. Assim, os alvinegros foram para o intervalo na frente no Engenhão.

O segundo tempo começou com o Vasco tendo postura mais ofensiva. A atitude deu certo e os cruz-maltinos diminuíram logo com três minutos. Fellipe Bastos cobrou falta com força e acertou o ângulo de Jefferson.

O gol empurrou os vascaínos, que passaram a pressionar o Botafogo. Os cruz-maltinos tiveram chance de empatar com Éder Luís e Douglas ainda antes dos cinco minutos. Na primeira, o atacante chutou para boa defesa de Jefferson. Já na segunda, o zagueiro cabeceou raspando o travessão alvinegro.

No entanto, aos poucos, o Botafogo melhorou a marcação e passou a impedir as boas jogadas do Vasco. Com isso, a partida ficou concentrada no meio, com muitos erros de ambas as equipes.

Os alvinegros voltaram a ter tranquilidade e conseguiram marcar aos 26 minutos. Em cobrança de lateral rápida, Jobson chegou na linha de fundo e cruzou rasteiro. Fellype Gabriel apareceu livre e tocou para a rede para marcar seu terceiro gol no clássico.

No minuto seguinte, o Vasco teve a chance de diminuir. O árbitro marcou pênalti de Márcio Azevedo em Fagner. No entanto, Juninho Pernambucano cobrou mal e Jefferson fez a defesa, para deixar o Botafogo com boa vantagem no placar.

Mesmo depois da ducha de água fria, o Vasco seguiu buscando o gol, mas pecava muito quando chegava perto da área do Botafogo. Já os alvinegros passaram a administrar o resultado, tocando a bola com tranquilidade. Nos minutos finais, a torcida alvinegra ainda gritou ‘olé’ e esperou o árbitro apitar o final do jogo no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 3 X 1 VASCO
Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de março de 2012, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson dos Santos (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Antônio Carlos, Marcelo Mattos e Marcio Azevedo (Botafogo); Dieyson, Diego Souza, Allan, Fagner, Fellipe Bastos e Rodolfo (Vasco)
GOLS:
BOTAFOGO: Fellype Gabriel, aos 33 e 37 minutos do primeiro tempo e 26 minutos do segundo tempo
VASCO: Fellipe Bastos, aos 3 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Caio), Fellype Gabriel (Lucas Zen) e Andrezinho; Herrera (Jobson)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Rodolfo, Douglas e Dieyson; Fellipe Bastos, Rômulo, Allan (Willian Barbio) e Juninho Pernambucano; Diego Souza e Eder Luis
Técnico: Cristóvão Borges

Texto: www.espn.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.