26 ago 2011

Grand Prix: Brasil vence os Estados Unidos e pega Rússia na semifinal



Macau, China, 26 de agosto de 2011

Nesta sexta-feira, 26, o Brasil garantiu o primeiro lugar do grupo B do Grand Prix, ao bater os Estados Unidos, de virada, por 3 sets a 1 (22/25, 26/24, 25/21 e 25/20), no Macau East Asian Games Dome, em Macau, na China.

Com o resultado, as brasileiras se classificaram em primeiro lugar para as semifinais, com nove pontos. Os Estados Unidos ficaram com a segunda vaga, com cinco. O Japão, que venceu a Itália por 3 sets a 0 (25/23, 25/23 e 25/18), terminou em terceiro, com três. A Itália ficou na quarta colocação, com um.

Na disputa por uma vaga na decisão, o Brasil enfrentará a Rússia. Comandada por Goncharova e Gamova, a equipe europeia não se abalou com a torcida contra, bateu a China por 3 sets a 0, parciais de 25/21, 25/11 e 25/23, e terminou a fase final na segunda colocação do Grupo A. Sérvia e Estados Unidos fazem o outro confronto da semifinal.

Brasil x Rússia começa às 6h10 (de Brasília), com transmissão pelo SporTV e pelo Esporte Interativo. Sérvia x Estados Unidos será realizado às 8h40.

A ponteira Natália terminou a partida como a maior pontuadora, com 21 pontos. Fernanda Garay e Thaisa, ambas com 14 acertos, também tiveram boas atuações.

Para Natália, que se recupera de uma cirurgia na canela esquerda, o Brasil cresceu durante a partida. “Não começamos bem o jogo. Voltamos mais concentradas para o segundo set. Foi uma partida de alto nível técnico. Joguei bem, mas ainda tenho muito o que melhorar”, disse a ponteira, que ganhou elogios do treinador brasileiro, José Roberto Guimarães.

“Foi uma partida muito boa. As duas equipes jogaram um grande voleibol. A Natália se apresentou bem. Ela é muito importante para o futuro desse time. As americanas têm um voleibol consistente. Estou feliz com a nossa atuação”, afirmou Zé Roberto.

Segundo a ponteira Fernanda Garay, a partida foi desgastante. “Foi um jogo duro. As equipes se doaram 100%. Fomos muito exigidas e nós conseguimos nos recuperar depois do primeiro set”, explicou Garay.

Pelo lado dos Estados Unidos, o treinador Hugh McCutcheon estava decepcionado com a derrota, mas orgulhoso do desempenho das suas jogadoras.

“Estou feliz com a maneira que jogamos. Essa foi uma partida boa para o esporte. Precisamos jogar partidas como essa para evoluirmos. Espero encontrar o Brasil mais uma vez na competição”, finalizou McCutcheon.

O JOGO

Os Estados unidos começaram melhor a partida (6/0). Com um bom saque e muito volume de jogo, as americanas aumentaram a diferença no placar para nove pontos (14/5). O técnico José Roberto Guimarães inverteu o cinco e um. Entraram Fabíola e Tandara. Saíram Sheilla e Dani Lins. O Brasil melhorou na parcial e a diferença caiu para três pontos (20/17). No entanto, as americanas seguraram a diferença até o final e fecharam o set por 25/22.

O Brasil voltou melhor para o segundo set e abriu quatro pontos (5/1). As brasileiras seguiram dominando a parcial. Com boas atuações de Fernanda Garay e Fabiana, as brasileiras venciam por seis pontos na segunda parada técnica (16/10). Os EUA se recuperaram. Em um ace da ponteira Larson, a diferença caiu para dois pontos (22/20). O set seguiu equilibrado até o final. Em um bloqueio de Thaisa, o Brasil venceu a segunda parcial por 26/24.

O terceiro set começou equilibrado e seguiu ponto a ponto. Em um ataque de Natália, o Brasil abriu dois pontos (16/14). No final do set as americanas cometeram seguidos erros e as brasileiras fecharam o set por 25/21.

Com uma boa sequência de saques da levantadora Dani Lins, o Brasil abriu cinco pontos (5/0). Os EUA se recuperam e empataram a parcial (5/5). Com uma atuação inspirada de Natália, o Brasil cresceu no set e fechou a parcial por 25/20 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES

 BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Fabiana, Thaisa, Fernanda Garay e Natália. Líbero – Fabi

Entraram: Tandara, Fabíola e Sassá

Técnico – José Roberto Guimarães

 EUA – Berg, Bown, Larson, Logan, Akinradewo e Hooker. Líbero – Davis

Entraram: Metcalf e Glass

Técnico – Hugh McCutcheon

 Texto e informações: Assessoria de Comunicação – CBV | Idigo – Núcleo de Inteligência Digital

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse