25 ago 2011

Brasil vence o Japão e está na semifinal do Grand Prix de vôlei feminino



Macau, China , 25 de agosto de 2011 

O Brasil está na semifinal do Grand Prix 2011. Nesta QUINTA-FEIRA (25.08), as brasileiras superaram as japonesas por 3 sets a 0 (25/17, 25/22 e 25/21), em 1h14 de jogo, no Macau East Asian Games Dome, em Macau, na China. Está foi a 11ª vitória consecutiva do time verde e amarelo no torneio. As atuais campeãs olímpicas lideram o grupo B da fase final, com seis pontos. Os Estados Unidos estão em segundo, com cinco, seguidos pela Itália, com um. As japonesas ainda não pontuaram na competição.

No outro jogo do grupo do Brasil, os Estados Unidos superaram a Itália por 3 sets a 2 (25/19, 21/25, 22/25, 25/22 e 15/10), em 2h09 de partida. Nesta SEXTA-FEIRA (26.08), as brasileiras enfrentarão as americanas, às 2h30 (horário de Brasília). A partida valerá o primeiro lugar do grupo B. A TV Globo e os canais Sportv e Esporte Interativo transmitirão ao vivo.

A ponteira Fernanda Garay, que começou a partida como titular no lugar de Mari, poupada com dores no abdômen, foi a maior pontuadora do jogo, com 17 pontos. Thaisa também teve uma boa atuação, com 12 acertos.

Pela atuação na partida contra o Japão, Garay ganhou elogios do técnico José Roberto Guimarães. “A Fernanda foi a melhor jogadora do nosso time. Ela recepcionou, atacou e bloqueou bem. Foi uma bela performance”, disse Zé Roberto, que estava feliz pelo fato do Brasil ter alcançado um dos objetivos no torneio.

“Com essa vitória alcançamos a semifinal, que era o nosso primeiro objetivo na fase final. Jogamos muito bem na defesa. É sempre difícil enfrentar as japonesas. O segundo e terceiro sets foram muito parelhos”, afirmou Zé Roberto.

A capitã Fabiana, que marcou oito pontos no jogo, comentou sobre a eficiência do ataque verde e amarelo. “Foi um jogo bom para o Brasil. A equipe se superou. Nosso ataque foi eficiente e nossa defesa tocou em quase todas as bolas”, garantiu a central.

 Mari segue em recuperação

Após deixar o jogo contra a Itália, na última quarta-feira, com dores no abdome, a ponteira Mari passou por uma avaliação clínica com o médico da seleção feminina, Júlio Nardelli, sendo constatado um estiramento na região abdominal.

“A Mari teve um estiramento na região abdominal. O estiramento parece ser de leve a moderado. O tempo de recuperação para essa fase final é muito curto, mas nós estamos fazendo um trabalho de fisioterapia. Os atletas, muitas vezes, nos surpreendem. Estamos analisando a situação da Mari dia a dia”, explicou Nardelli.

 O JOGO

A partida começou equilibrada. Com um bom bloqueio, o Brasil foi para a primeira parada técnica vencendo por dois pontos (8/6). E foi em um bloqueio de Thaisa sobre um ataque da ponteira Sakoda que a diferença aumentou para quatro pontos (12/8). Thaisa e Garay se destacaram na parcial e as brasileiras fecharam o set por 25/17.

O Japão voltou melhor para segundo set. A levantadora Takeshita jogava com velocidade e as japonesas abriram quatro pontos (16/12). O técnico José Roberto Guimarães trocou as ponteiras. Entrou Natália e saiu Paula Pequeno. E foi numa boa sequência de saques da jovem ponteira que o Brasil virou a parcial (18/17). Tandara entrou no fundo para sacar e com um ace colocou as brasileiras dois pontos na frente (20/18). O set seguiu equilibrado, mas as brasileiras venceram a parcial por 25/22.

O Brasil dominou a terceira parcial. As japonesas tentaram tirar a diferença no final, mas o time verde e amarelo fechou o set por 25/21 e venceu o jogo por 3 sets a 0 garantindo um lugar na semifinal.

 EQUIPES

 BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Fabiana, Thaisa, Fernanda Garay e Paula Pequeno. Líbero – Fabi

Entraram: Tandara, Natália e Sassá

Técnico – José Roberto Guimarães

JAPÃO – Takeshita, Yamamoto, Kano, Sokoda, Araki e Saori. Líbero – Sano

Entraram: Nakamichi, Yamaguchi, Iwasaka e Shinnabe

Técnico – Masayoshi Manabe

Texto e informações: Assessoria de Comunicação – CBV | Idigo – Núcleo de Inteligência Digital

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.