24 ago 2011

Brasil faz 3 a 0 na Itália na fase final do Grand Prix de Vôlei Feminino



 Macau (China), 24 de agosto de 2011 

A rotina de vitórias da seleção feminina continua. Nesta QUARTA-FEIRA (24.08), o Brasil bateu a Itália por 3 sets a 0 (25/16, 25/17 e 25/17), em 1h03 de jogo, na estreia do time verde e amarelo na fase final do Grand Prix, no Macau East Asian Games Dome, em Macau, na China. A partida foi válida pelo grupo B da competição.

Também pelo grupo do Brasil, os Estados Unidos superaram o Japão por 3 sets a 0 (25/22, 25/17 e 25/23), em 1h12. A atacante Destine Hooker foi o destaque do confronto, com 19 acertos. Com os resultados da rodada, o time verde e amarelo assumiu a liderança do grupo B, com três pontos. As americanas têm o mesmo número de pontos das brasileiras, mas levam desvantagem no segundo critério de desempate, o saldo de pontos. Itália e Japão ainda não pontuaram.

Nesta QUINTA-FEIRA (25.08), as brasileiras terão o Japão como o segundo desafio na fase decisiva. A partida será disputada, às 2h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Globo e dos canais SPORTV e Esporte Interativo.

A central Thaisa foi a maior pontuadora do confronto, com 17 pontos. Sheilla, com 13 acertos e Fabiana, com 12, também tiveram boas atuações.

“A Dani está acertando o meu tempo de bola. Estamos bem entrosadas e isso está me dando mais confiança. O time todo se portou bem na partida de hoje. Nós não deixamos as italianas entrarem no jogo. Conseguimos impor o nosso ritmo e isso foi fundamental”, disse Thaisa.

O treinador José Roberto Guimarães também estava satisfeito com a atuação das atuais campeãs olímpicas. “Jogamos muito bem. O saque, a defesa e o bloqueio funcionaram. Nós também não perdemos tantos contra-ataques como da última vez que jogamos contra elas”, garantiu o treinador, que ainda chamou a atenção para a dificuldade do campeonato.

“Todos os dias temos uma final. Temos que nos apresentar melhor a cada partida”, afirmou o técnico.

 Mari é dúvida para o jogo com o Japão

No meio do segundo set, a ponteira Mari deixou a quadra com dores no abdômen. Em seu lugar entrou Fernanda Garay. Para Zé Roberto ainda é cedo para saber se a jogadora terá condições de jogo contra as japonesas.  “Ela sentiu um pouco de dor no abdômen. Vamos ver como ela está se sentindo e analisar a situação dela com a equipe médica”, explicou Zé Roberto.

Pelo lado da Itália, o treinador Massimo Barbolini estava desapontado com a apresentação das suas jogadoras.  “Tenho que parabenizar o Brasil. As brasileiras deram uma lição para o nosso grupo. Vimos que precisamos trabalhar mais e não podemos cometer tantos erros como hoje. É muito difícil jogar contra o Brasil ainda mais quando jogamos assim”, finalizou Barbolini.

O JOGO

O Brasil começou melhor a partida. Em um bloqueio da central Fabiana sobre um ataque italiano, as brasileiras abriram quatro pontos (8/4). O saque brasileiro incomodava a recepção da Itália e Thaisa era eficiente nas bolas de velocidade. A oposto Sheilla foi responsável por fechar o primeiro set para as atuais campeãs olímpicas com um ponto de ataque (25/16). Thaisa foi o destaque do set, com seis pontos.

O segundo set começou equilibrado. Com uma boa sequência de saques da central Thaisa, o Brasil foi para a primeira para técnica com a vantagem de três pontos (8/5). O treinador brasileiro trocou as ponteiras. Saiu Mari e entrou Fernanda Garay. Em um erro de ataque da ponteira Francesca Piccinini, a vantagem do Brasil aumentou para oito pontos (20/12). Essa vantagem continuou até o final e as brasileiras fecharam a parcial por 25/17.

O Brasil seguiu dominando o jogo no terceiro set. Com as centrais Thaisa e Fabiana inspiradas, as brasileiras abriram sete pontos (17/10). A diferença no placar só aumentou e o time verde e amarelo fechou a parcial por 25/17 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES

 BRASIL – Dani Lins, Sheilla, Fabiana, Thaisa, Mari e Paula Pequeno. Líbero – Fabi

Entraram: Natália, Tandara, Fernanda Garay e Fabíola

Técnico – José Roberto Guimarães

 ITÁLIA – Anzanello, Guiggi, Piccinini, Lo Bianco, Bosetti e Gioli. Líbero – Cardullo

Entraram: Gargazo e Ferretti

Técnico – Massimo Barbolini

 De Macau , China, Vicente Condorelli (site CBV) – Informações: Assessoria de Comunicação – CBV | Idigo – Núcleo de Inteligência Digital

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse