07 ago 2012

Que venha a Argentina! Brasil passa pela Espanha no último jogo da primeira fase



A seleção brasileira masculina de basquete mostrou força e dignidade na partida disputada na noite desta segunda-feira, 6 de agosto, no Basketball Arena. O time venceu a Espanha por 88 a 82 (38 a 44), em jogo válido pela última rodada da primeira fase, e terminou na segunda colocação no Grupo B. Na próxima quarta-feira, o Brasil enfrentará a Argentina, às 20h, pelas quartas de final da competição.

No duelo Leandrinho x Paul Gasol, o ala-pivô espanhol do Los Angeles Lakers levou melhor apenas nos pontos marcados na partida: 25 a 23. Na quadra, o brasileiro comandou a vitória da equipe, que atuou sem o pivô Nenê, vetado por causa de uma contusão na sola do pé.

O primeiro tempo mostrou a seleção brasileira jogando de igual para igual com a poderosa Espanha. Era difícil conter o show de enterradas e tocos de Serge Ibaka e a técnica apurada de Paul Gasol, que ao final do segundo quarto já havia marcado 16 pontos. O técnico Ruben Magnano colocou Larry Taylor em quadra. O norte-americano naturalizado brasileiro marcou três pontos ao sofrer falta e converter o lance livre. No final do primeiro tempo, vitória espanhola: 44 a 38.

Faltando 3m17s para terminar o terceiro quarto, aconteceu uma das jogadas mais bonitas da partida: Fernandez fez a chamada “ponte-aérea” para a enterrada de Ibaka. O Brasil chegou a ficar 11 pontos atrás da Espanha. No quarto e último quarto, Marquinhos começou a acertar as bolas de três pontos. Fez seis pontos em dois arremessos. Magnano colocou todos os jogadores do grupo para rodar em quadra e o time brasileiro voltou a encostar no marcador. Curiosamente, o técnico espanhol não optou pela marcação individual no fim do jogo, quando perdia por sete pontos. O Brasil fechou a partida em 88 a 82.

O técnico Ruben Magnano lembrou que o Brasil jogou com atitude e caráter. “O Brasil fez um jogo que o caracteriza, com atitude e compromisso, mostrando mais uma vez por que tem a terceira melhor campanha do torneio olímpico. E, sobretudo, mostrando caráter”, disparou o treinador.

Segundo Magnano, o Brasil tem hoje fome de glória, ou seja, um grupo que fará de tudo e enfrentará qualquer time para alcançar seu objetivo. “Não é só basquete, são valores humanos que estes atletas têm de passar para a garotada que vem aí”, ensinou Magnano, que não quis polemizar o fato de ter agora pela frente a Argentina, da qual foi o técnico campeão olímpico em Atenas 2004. “Já jogamos várias vezes contra esta seleção, que é fortíssima”, completou.

O ala-armado Alex só estranhou o fato de a Espanha não ter marcado homem a homem no fim do último quarto. “Se eles estão felizes porque não vão pegar os Estados Unidos na semifinal é problema deles. Nunca vamos entrar para escolher adversário. Principalmente nos Jogos Olímpicos e depois de ter ficado tanto tempo fora. Só acho esquisito estar perdendo por sete pontos e marcar zona no fim do jogo. Mas tenho que falar só da minha equipe”, frisou Alex.

Texto: Alexandre Bittencourt para o Cimtê Olímpico Brasileiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.