07 ago 2012

Londres 2012: Seleção feminina de Vôlei elimina a Rússia em partida histórica



Antes do aguardado duelo contra a Rússia pelas quartas de final do torneio de vôlei dos Jogos de Londres 2012, o técnico José Roberto Guimarães avisara que seria necessário ter paciência para derrotar as rivais e garantir uma vaga na próxima fase da competição. Pois a paciência do time brasileiro foi testada como nunca no torneio olímpico: com a cabeça no lugar, as meninas salvaram seis match points e venceram as temidas gigantes por 3 sets a 2, parciais de 24/26, 25/22, 19/25, 25/22 e 21/19, em 2h21min de pura emoção em uma arena Earl’s Court lotada pela torcida brasileira nesta terça-feira, 7. O Brasil enfrenta agora o Japão, que derrotou a China na partida preliminar por 3 sets a 2, com parciais de 28/26, 23/25, 25/23, 23/25 e 18/16.

O equilibrado primeiro set começou com a Rússia assumindo timidamente a ponta, com dois pontos de vantagem, mas o Brasil não se abalou e virou as bolas necessárias para impedir que as rivais desgarrassem. A paciência que José Roberto Guimarães pedira às comandadas antes da partida entrou em quadra e, depois de igualar o placar, a seleção viu Gamova cometer dois erros seguidos no ataque e assumiu a liderança, fazendo10 a8. Aparcial foi parelha até o fim, com as duas equipes brigando ponto a ponto pela liderança, até que um desencontro na jogada de Fernandinha com Thaisa, quando o placar marcava23 a23, abriu caminho para a vitória da Rússia por 26/24, em 32 minutos.

O Brasil não acusou o golpe e voltou para o segundo set mais agressivo. A vantagem das comandadas de Zé Roberto já era de 10 a 7 quando Fê Garay encontrou uma bela diagonal no fundo de quadra para fechar um rali emocionante e ampliar o domínio brasileiro, que se estenderia até a reta final e teria momentos de brilho como o bloqueio duplo de Thaisa e Sheila sobre Goncharova e um ace de Fabiana. Foi nos últimos pontos, contudo, que o Brasil enfrentou problemas: após fazer24 a19, aequipe sofreu para fechar a parcial e finalmente conseguiu confirmar a vitória por 25/22 num ataque de Thaisa, após 30 minutos de set.

A vitória deu moral à seleção, que entrou em quadra arrasadora para o terceiro set e abriu de cara4 a1. Mas permitiu que as russas, que além da dupla Gamova e Goncharova teve Shashkova em tarde inspirada, virassem e chegassem a fazer14 a11. Adefesa brasileira enfrentou um momento complicado, com pequenas falhas na recepção que dificultaram qualquer tentativa de reação. As russas mantiveram a folgada vantagem até fecharem a terceira parcial em 25/19, em 26 minutos.

Dois erros seguidos de ataque logo no início do quarto set permitiram que a Rússia abrisse3 a0, mas as brasileiras se recompuseram a tempo de entrar no jogo. Thaisa roubou a cena ao parar Startseva no bloqueio simples e em seguida atacou para colocar o Brasil à frente em9 a8, mas a Rússia voltaria a tomar a liderança, em novo troca-troca. Foi então que o bloqueio duplo de Fabiana e Fê Garay começou a fazer a diferença: depois que ele parou Shashkova, com o placar em14 a14, aRússia não voltou ao comando. Coube à dupla fechar a emocionante parcial: Gamova, que já havia ficado no paredão brasileiro algumas vezes, teve mais um ataque bloqueado e a seleção fechou em 25/22, em 27 minutos, forçando a disputa do tiebreak.

O quinto set começou com o Brasil tomando a frente e abrindo de cara3 a1. Aequipe de José Roberto Guimarães manteve a calma e uma boa vantagem de três pontos durante quase todo o tiebreak, mas não se desesperou quando a Rússia se aproximou no placar. Nem mesmo nos seis match points das rivais, o primeiro deles após buscarem uma bola quase perdida nas placas laterais da quadra. O time também manteve o equilíbrio depois de o árbitro da partida dar bola fora em uma jogada em que o ataque bateu nitidamente dentro da quadra. Sob os gritos de “o campeão voltou” da torcida brasileira, acrescida pelo público inglês, que empurrou o time durante toda a partida no Earl’s Court, a Seleção Brasileira fechou a parcial em21 a19 após 26 minutos e comemorou a vitória da paciência.

Texto: Comitê Olímpico Brasileiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

07 dez 2017
JF Vôlei encara Canoas fora de casa em busca de mais pontos na Superliga

04 dez 2017
Tupi 2018: Nicanor vê “no papel, um time competitivo” e aposta na qualidade do setor de meio-campo

02 dez 2017
Festival de basquete com jovens emociona e motiva professores da cidade e região na Faefid-UFJF

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.