07 abr 2018

Com emoção! Baeta garante classificação aos 45 em “jogo maluco”



  Em jogo com final dramático, quando o empate persistia e não interessava a nenhuma das equipes, o Tupynambás alcançou a classificação para as semifinais do Módulo 2 do Campeonato Mineiro aos 45 minutos do segundo tempo na tarde deste sábado, dia 7, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

No primeiro gol do Tupynambás, jogadores “seguem” a bola a caminho das redes

  Com a vitória por 2 a 1 sobre o Mamoré, que precisava vencer para escapar do rebaixamento, o representante juiz-forano conquistou a vaga e terá como adversário o América, de Teófilo Otoni, em jogos de ida e volta.

  A outra semifinal vai reunir Uberaba e Guarani. As equipes que superarem seus adversários nesta fase já estarão automaticamente promovidas à primeira divisão do futebol mineiro em 2019.

   O Baeta tentou “matar” a partida no primeiro tempo. Criou chances, acertou o travessão numa delas com Adriano, após cobrança de escanteio, mas o adversário também atuava como um franco atirador e incomodava.

 Pael no banco

 

Pael, que participou da campanha marcante do Tupi na Série C de 1997, foi o treinador do Mamoré. Entrou em meio à competição e não conseguiu evitar a queda da equipe

  O treinador do Mamoré, Pael, tem seu nome na história do Tupi: participou da campanha histórica na Série C de 1997, quando o Carijó chegou a liderar o quadrangular final, mas acabou não subindo para a Série B do Campeonato Brasileiro.

  Assumiu o time em meio à competição e acabou não conseguindo evitar o descendo para a Segundona Mineira, que na verdade corresponde à terceira divisão.

Segundo tempo “maluco”

   No segundo tempo, logo aos 3, uma escapada pela direita do Baeta fez com que Jean se atrapalhasse para evitar a conclusão e marcasse contra. Filipinho serviu Catatau, que cruzou. Ademilson desviou e a bola sobrou entre Yan e Gean, que marcou contra.

  O Mamoré se lançou ao ataque para empatar e os contra-ataques evidenciaram o nervosismo do time local, principalmente dos atletas mais jovens. Em diversas oportunidades, por exemplo, Ademilson estava em condições de marcar, mas os companheiros, afobados, tentavam a conclusão sem sucesso.

   O susto chegou de vez aos 27. Jogada pela esquerda de ataque do Mamoré. Jouberth teve categoria para concluir e empatar.

    Aí foi “jogo maluco”. Caiu uma chuva forte, rápida, e as duas equipes precisavam desesperadamente do gol. Até que aos 45 minutos o veterano Glaysson fez o lançamento, Felipinho esticou o passe na esquerda e Thiago recebeu. Com o torcedor impaciente, pelas chances desperdiçadas anteriormente, desta vez Thiago “mandou bem”. Dominou e acertou um chute forte, colocado, no ângulo superior esquerdo.

  Aí o torcedor esqueceu-se da chuva e comemorou bastante na arquibancada. Agora, aguarda a definição da tabela das semifinais do Módulo 2. Faltam dois jogos para o acesso.

   Surpresa

 O dirigente do futebol do Baeta, Alberto Simão, admitiu que não esperava o América como adversário. Revelou à Rádio Globo, ainda, que não acredita que o time de Teófilo Otoni queira fazer a primeira partida diante de sua torcida.

  Caso a partida seja marcada para sábado, dia 14, há possibilidade, segundo o Leão do Poço Rico, de uma rodada dupla envolvendo o Tupi, que estreia na Série C do Campeonato Brasileiro na mesma data contra o Tombense, no Estádio Mário Helênio.

  Ainda pode haver modificação no elenco. De acordo com Simão, o regulamento permite alteração de jogadores nessa etapa da competição.

 

Texto: Toque de Bola

Fotos: Tupynambás e Carlos Ferreira


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

19 abr 2018
Futsal: Léo Aleixo vibra com títulos e adaptação da família na Bélgica

19 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.