13 set 2017

Copa dos Campeões: vôlei masculino do Brasil é superado pela Itália por 3 a 2



Brasil x Itália foi a segunda partida da equipe de Renan na competição

De Nagoya, no Japão, Clarissa Laurence – 13.09.2017

Depois de uma vitória na estreia da Copa dos Campeões sobre a França, por 3 sets a 0, a seleção brasileira masculina de vôlei não conseguiu manter a sequência de resultados positivos e, nesta quarta-feira (13.09), acabou superada pela Itália. O Brasil venceu o primeiro set por 25/15, viu os italianos vencerem os dois seguintes depois de muita disputa (25/27 e 25/27), reagiu, levou a melhor no quarto por 25/18 e, no set decisivo, acabou superado por 12/15. A reedição da última final olímpica aconteceu no Nippon Gaishi Hall, em Nagoya, no Japão, e durou 2h08.

O oposto Wallace foi o maior pontuador deste confronto, com 19 acertos, sendo 15 de ataque e quatro de bloqueio. O ponteiro Lucarelli também pontuou bem, com 17 acertos, assim como o outro ponteiro, Maurício Borges, que marcou 14 pontos.  

Após a partida, o levantador e capitão da seleção brasileira, Bruninho, fez questão de cumprimentar a Itália pelo resultado positivo e falou sobre o andamento da partida desta quarta-feira.

“Parabenizamos a equipe italiana pela vitória. Eles vieram com uma tática muito clara de jogo, que foi forçar o saque. Chegaram quase que para o tudo ou nada neste fundamento e tiveram sucesso. Nos sets que venceram, quebraram muito a nossa recepção, fizeram pontos de saque e isso acabou determinando o placar do jogo”, opinou Bruninho.

Lucão no ataque

A Copa dos Campeões tem um dia de folga na tabela e as equipes voltam à quadra na próxima sexta-feira (15.09). Na próxima rodada, a seleção brasileira enfrentará o Irã, às 0h40 (Horário de Brasília), com transmissão no YouTube da Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

A seleção iraniana chega para enfrentar o Brasil após duas vitórias – sobre Itália e Estados Unidos – ambas por 3 sets a 2. O levantador da seleção brasileira sabe da importância de manter o foco no objetivo de buscar mais um título nesta temporada – o Brasil já foi campeão do Sul-Americano em 2017, além da medalha de prata na Liga Mundial.

“Temos que pensar para frente, conseguimos um ponto, em 2013 fomos campeões perdendo uma partida também (para a Rússia, por 3 sets a 2), então, ninguém vai desistir de nada agora. Vamos para Osaka para tentar três vitórias e nos mantermos na briga pelo título”, disse Bruninho, logo após a partida.

E a seleção brasileira já está em Osaka. O grupo comandado pelo técnico Renan viajou logo depois da partida e mudou de sede para a sequência do campeonato.

O Brasil disputa a Copa dos Campeões com levantador Bruninho, o oposto Wallace, os centrais Lucão e Maurício Souza, os ponteiros Lucarelli e Maurício Borges e o líbero Tiago Brendle. No segundo, o levantador Raphael, o oposto Renan, os centrais Otávio e Isac, os ponteiros Douglas e Rodriguinho e o líbero Thales.

Wallace foi o maior pontuador do Brasil

O JOGO

A seleção brasileira abriu a partida com ponto de Lucarelli. No ace de Vettori, a Itália assumiu o comando do placar em 3/2. O set esteve empatado em 7/7 e, no bom saque de Maurício Borges, o Brasil fez 8/7. Na volta do tempo técnico, mais um ponto de saque de Maurício e 9/7. No bloqueio, os italianos chegaram novamente ao ponto de empate: 10/10. Contando com erros do adversário, o Brasil voltou a abrir vantagem em 14/11. Com Wallace, o placar foi a 16/13. A seleção verde e amarela ainda chegou a 18/13 e os italianos pediram tempo. No ace de Bruninho, 20/13. No final do set, com bom saque de Lucão, o Brasil fechou em 25/15.

A equipe dirigida por Renan voltou embalada para a segunda parcial e logo abriu 3/1. A Itália buscou e assumiu o comando do placar em 5/4. Com dois bloqueios seguidos, os italianos abriram dois de vantagem em 7/5. Com Lanza, a Itália fez 11/7. Renan pediu tempo. Na volta, o placar ainda foi a 12/7. O Brasil reagiu e reduziu a diferença para dois pontos em 14/16. Com Lucarelli, a seleção brasileira fez 17/19 e foi a vez da Itália pedir tempo. A equipe verde e amarela reagiu e chegou ao ponto de empate em 20/20. O adversário pediu tempo. Tudo igual novamente em 22/22. O set seguiu bastante equilibrado, até um novo empate em 24/24. Quando a Itália marcou 25/24, Renan pediu tempo. Os italianos fecharam em 27/25.

O terceiro set começou equilibrado, com empate em 3/3. No bloqueio de Wallace, o Brasil fez 5/3 e, no ponto de saque de Lucão, 6/3. A Itália reagiu e no bloqueio, encostou em 5/6. Com Lanza, empatou em 6/6. A seleção brasileira voltou a virar o jogo e fez 8/7. No ace de Maurício Souza, a equipe verde e amarela colocou três de vantagem: 11/8. Com bom saque, a Itália encostou em 11/12. Os italianos empataram em 13/13. O Brasil teve um de vantagem no tempo técnico: 16/15. Seguiu com um de diferença em 18/17. A Itália fez 19/18 e Renan parou o jogo. O adversário chegou a 22/20 na reta final do set. Depois de bom saque de Wallace, ele mesmo contra-atacou e fez 22/22. Com Maurício Borges, também no contra-ataque, o Brasil fez 23/22. A Itália chegou ao set point em 24/2, mas a seleção brasileira fez 24/24. Tudo igual de novo em 25/25. E mais um 27/25 para a seleção italiana.

A Itália começou melhor e fez 4/2 logo no início do quarto set. Maurício Borges pontuou e a equipe brasileira encostou em 4/5. O jogo seguiu com equilíbrio e foi igual até 10/10. No bloqueio de Bruninho, 11/10. O Brasil abriu dois de vantagem com Isac: 17/15. Com Lucarelli no contra-ataque, o time brasileiro chegou a 19/16. Melhor na parcial, a equipe de Renan Dal Zotto marcou 21/16 forçando o adversário a pedir tempo. Com ponto de bloqueio de Maurício Borges, 23/18. No final, vitória brasileira por 25/18.

A Itália saiu na frente e abriu 2/0 no set decisivo. O Brasil chegou ao ponto de empate em 3/3. Os italianos voltaram a abrir dois (5/3) e novamente o time verde e amarelo empatou em 5/5. A seleção brasileira assumiu o comando do marcador e na troca de quadra tinha um de vantagem: 8/7. Wallace fez 10/9. A Itália fez 11/10 e Renan pediu tempo. Com Vettori, a seleção italiana chegou a 13/11 e depois a 14/12. No final, vitória da Itália por 15/12.

EQUIPES

BRASIL – Bruninho, Wallace, Lucão, Maurício Souza, Lucarelli e Maurício Borges. Líbero – Tiago Brendle

Entraram – Renan, Raphael, Isac, Thales

Técnico: Renan Dal Zotto

ITÁLIA – Giannelli, Vettoni, Piano, Mazzone, Lanza e Antonov. Líbero – Colacci

Entraram – Randazzo, Spirito, Buti

Técnico: Gianlorenzo Blengini

GALERIA DE FOTOS

http://grandchampionscup.2017.men.fivb.com/en/schedule/7942-brazil-italy/post#mediaGallery

TABELA

Dia 12.09 (terça-feira) – França 0 x 3 Brasil (25/27, 25/27 e 22/25)

Dia 13.09 (quarta-feira) – Brasil 2 x 3 Itália (25/15, 25/27, 25/27, 25/18 e 12/15)

Dia 15.09 (sexta-feira) – Irã x Brasil, às 0h40

Dia 16.09 (sábado) – Estados Unidos x Brasil, às 0h40

Dia 17.09 (domingo) – Brasil x Japão, às 6h15

 

Texto, informações e fotos enviados ao Toque de Bola pela Confederação Brasileira de Vôlei

Edição:  Toque de  Bola


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



05 dez 2017

Tupi aparece em 46º lugar em ranking atualizado da CBF. Palmeiras e Cruzeiro empatados na liderança


01 dez 2017

Brasil pega Suíça, Costa Rica e Sérvia em primeira fase “cansativa” na Copa do Mundo. Veja tabela completa


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira

Notícias


14 dez 2017

JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga


13 dez 2017

Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador


12 dez 2017

Sistema FIEMG inaugura Parque Aquático do SESI em Juiz de Fora


11 dez 2017

Henrique Furtado reforça Cruzeiro na Polônia e não dirige JF Vôlei contra Corinthians


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse