19 set 2017

Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”



 

Ex-lateral cita grandes jogadores com quem atuou pelo Carijó e dá voto de confiança ao atual elenco, que busca o acesso à Série B

    Quando os jogadores do Tupi chegaram para treinar pouco depois das 10h desta terça-feira, dia 19, no Estádio Salles Oliveira, em Santa Terezinha, na semana em que o clube pode conquistar novamente uma vaga  para a Série B do Campeonato Brasileiro, um personagem importante da história do clube já estava lá. Como sempre, aliás, costuma estar.

    Com a personalidade de quem conseguia levar vantagem sobre o extraordinário ponta-esquerda Éder Aleixo, do Atlético Mineiro, no longo período em que o Tupi manteve-se invicto, em seus domínios, contra o Galo da capital mineira, na década de 80, e com a autoridade de quem vestiu por 12 anos a centenária camisa carijó, o ex-lateral Evaldo aposta: o Tupi consegue reagir e chegar à Série B.      

   “O Tupi tem totais condições de reverter esse placar. E tenho certeza que vai reverter”, cravou, acreditando que o time cresceu de produção durante a Série C e passou a ter o respeito dos adversários.

    Palavras de Evaldo Carolino Amâncio, que hoje toma conta do bar do campo e acredita na reação do  atual elenco, após a derrota por 2  a 0 para o Fortaleza no jogo de ida, sábado, na capital cearense. 

 

Evaldo e as lembranças na parede do bar do campo de Santa Terezinha

 Parede ilustrada

    Se Evaldo mostrar para os jogadores comandados por Aílton Ferraz as fotos que ocupam a parede da  cozinha do  bar, não deve faltar inspiração. São registros de equipes de épocas diferentes, a maioria com a presença de Evaldo, que fizeram história com a camisa Carijó.

   Pode se dizer que era outro futebol, de tempos que não voltam mais. A mística da camisa alvinegra, porém, não se apagou, e o clube, com todas as reconhecidas dificuldades, é o único que representa a cidade hoje no cenário do futebol nacional. E na dança da sobrevivência, passeia entre as letras que simbolizam as divisões do futebol brasileiro, sonhando com uma nova chance no degrau da Série B.

    Aos 59 anos, Evaldo, capixaba de Afonso Cláudio (ES), próximo a Domingos Martins, começou no modesto Botafogo de sua cidade natal e depois de passar pelo também capixaba Desportiva (ES)  viu sua carreira deslanchar, por Atlético Mineiro, Atlético de Três Corações (MG), Flamengo de Varginha (MG), Alfenense (MG), São João de  Boa Vista (SP), Bragantino (SP), novamente Atlético de Três Corações e o Tupi, fincando o pé na lateral-direita e mais tarde tornando-se treinador dos profissionais e das equipes de base. Hoje, atua na equipe master do Carijó, que costuma receber os convidados ali mesmo, em Santa Terezinha, aos sábados pela manhã.

  Veja, abaixo, vídeo com a íntegra da entrevista de Evaldo ao Toque de Bola na manhã desta terça-feira, dia 19, no estádio Salles Oliveira.

 

Reportagem: Ivan Elias – Toque de Bola

Vídeo, texto e fotos:  Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

07 dez 2017
JF Vôlei encara Canoas fora de casa em busca de mais pontos na Superliga

04 dez 2017
Tupi 2018: Nicanor vê “no papel, um time competitivo” e aposta na qualidade do setor de meio-campo

02 dez 2017
Festival de basquete com jovens emociona e motiva professores da cidade e região na Faefid-UFJF

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.