10 ago 2017

Josué Teixeira, campeão em 2014, é a última cartada do Macaé para reagir na Série C



   

Dá tempo? Josué Teixeira tem cinco jogos para tentar buscar a reação do Macaé na Série C 2017

  Para sair da vice-lanterna e deixar a zona de rebaixamento no Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Macaé anunciou Josué Teixeira como novo treinador nesta terça-feira, dia 8.

   O novo comandante já terá o primeiro desafio diante de uma equipe que está na parte de cima da tabela. No sábado, às 16h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, o Leão Alvianil visita o Tupi, terceiro colocado.

   A partida tem cobertura nas redes sociais do Portal Toque de Bola

    Em nono lugar na chave, com 12 pontos conquistados em 13 partidas, o Macaé tem uma das piores campanhas desta Série C. Com 30.8% de aproveitamento, o clube do interior do Rio de Janeiro só não está pior do que o Mogi Mirim, lanterna da chave, que soma 10 pontos. Em 13 jogos foram: três vitórias, três empates e sete derrotas. Fora de casa o desempenho é ainda pior, em seis jogos, quatro derrotas e dois empates. Aproveitamento de aproximadamente 11,1% dos pontos disputados.

   Importante lembrar que pouco antes do início da Série C a diretoria do clube fluminense cogitou não disputar a competição, alegando dificuldades financeiras.

   

Josué Teixeira, novo treinador

    A diretoria do Macaé anunciou no fim desta terça-feira que Luciano Leandro não seria mais o treinador da equipe profissional, e para seu lugar chegaria Josué Teixeira. 

   Luciano Leandro foi contratado no início de julho para o lugar de Antônio Carlos Roy, mas não conseguiu sequer uma vitória, com dois empates e duas derrotas.

   Josué Júnior já comandou o Macaé em quatro passagens. Em 2014, ele foi o treinador que levou o time a conquista do Campeonato Brasileiro da Série C. Josué já fez parte de comissões técnicas de grandes clubes, como: auxiliar-técnico do Flamengo em 2004, treinador interino do Fluminense em 2006 e auxiliar-técnico do Internacional em 2012. Seu último clube como treinador foi o Remo, até junho deste ano.

   Cinco jogos em jejum

    Nas últimas cinco partidas, o Macaé não venceu. Foram quatro derrotas e um empate. Destes cinco confrontos, três foram em casa – derrotas para Volta Redonda (3 a 0), Ypiranga-RS (2 a 0) e empate diante do São Bento-SP (0 a 0). Como visitante, nesta sequência, empatou com o Bragantino (1 a 1) e foi derrotado pelo Tombense (2 a 1).

    Pior defesa 

   Na disputa da Série C, o Macaé já sofreu 20 gols e tem o posto indesejado de pior defesa do Grupo B e da segunda pior da competição, atrás apenas do Confiança-SE – este foi vazado 21 vezes. Com média de 1,66 gols sofridos por partida, a meta é defendida por Luis Henrique, que foi titular em todas as rodadas.

 

Pirão teve passagem rápida pelo Tupi

 Tem Pirão

   Entre os 11 titulares do Macaé, um atleta que passou pelo Tupi, mas que não deixou muitas saudades na torcida Carijó. Trata- se de Pirão, que chegou ao Carijó no final de 2015 para a disputa do Campeonato Mineiro de 2016. Após o fim do Campeonato Mineiro, o Tupi anunciou Ricardo Drubscky como novo treinador. Junto com a contratação do comandante, foi divulgada a rescisão de contrato de quatro jogadores, entre eles Pirão – também saíram, naquela  oportunidade: Fabrício Soares, Michel Douglas e Romário.

   Além do Tupi, Pirão passou por tradicionais clubes brasileiros, como: Ponte Preta, Criciúma, Avaí e Chapecoense.

 

Vitória do Tupi sobre o Macaé por 3 a 1 no primeiro turno foi “no sufoco”, diz o treinador do Carijó, Aílton Ferraz

  No turno, deu Carijó

    No primeiro turno o Tupi venceu no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo por 3 a 1. Gols marcados por: Bruno Santos, Diego Luiz e Andrey. Israel diminuiu para o Macaé. O treinador da equipe juiz-forana disse depois da partida – e reafirmou após o treino que comandou na tarde desta quarta-feira, dia 9, no Estádio Mário Helênio, que o placar não refletiu as dificuldades enfrentadas. “Tomamos bola na trave e um sufoco tremendo”, lembrou Aílton, nesta quarta.

   No último confronto, derrota em casa para o Ypiranga-RS por 2 a 0, o time ainda comandado por Luciano Gomez foi a campo com Luis Henrique, Lepu, Américo, Raphael Costa, Leonardo, Sanchez, Pirão, Franco, Rogerinho, Accioli e Maradona.

 

Texto: Toque de Bola, com informações do Futebol Interior e Globoesporte.com

Fotos: Beto Lima (site do Joinville), Futrio.com e assessoria da Chapecoense, Ricardo Wagner e Júnior Costa(Globoespoerte.com)

Artes: Toque de Bola

Edição:  Toque de Bola

 

 

 

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 ago 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

17 ago 2017
Juiz-forano Artur Bitarello confirma boa fase, vence XTerra em Mangaratiba e lidera na faixa 25-29 anos

16 ago 2017
Aílton vê “desrespeito” na atitude de jogadores do Mogi. Verba da Federação Paulista pode socorrer o clube

15 ago 2017
Futsal: goleada garante Sesi Juiz de Fora na semifinal do Campeonato Mineiro Sub-13 do Interior

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.