11 ago 2017

Em semana de rescisões de contrato, Tupi foca no Macaé



Flávio teve saída anunciada na quinta-feira

   Em meio à briga pela classificação na série C, onde enfrenta o Macaé neste sábado, 12, às 16h no Mário Helênio, outros assuntos têm agitado os bastidores do Tupi em Santa Terezinha. Na manhã de quinta-feira, 10, o Clube divulgou em seu site oficial uma nota informando que o atacante Flávio Carvalho teve o contrato rescindido. Segundo a nota, o atleta de 31 anos que não estava sendo aproveitado, chegou a um acordo com a diretoria e não faz mais parte do elenco. Ele havia chegado ao clube em maio para a disputa do brasileiro.

   Acesse aqui para ver as informações do Macaé

 Siga Tupi x Macaé nas redes sociais do Toque de Bola, com informações no Twitter, fanpag e Instagram.

 

 Sávio 

   Outra baixa foi a saída do atacante Sávio, que solicitou o desligamento junto a diretoria após não ter oportunidades no time. O jovem de 21 anos chegou ao Tupi em 2016 após uma peneira realizada pelo clube e foi um dos poucos destaques do Tupi na série B, mesmo com o rebaixamento já confirmado. Durante o ano de 2017 o atleta teve poucas chances de mostrar o futebol que agradou a torcida no ano anterior, sendo que não era relacionado nem para o banco de reservas na série C.

  O treinador Aílton Ferraz comentou sobre a saída do jogador. “O Sávio é um atleta por quem eu tenho todo o respeito, é um profissional de verdade, um cara que trabalha muito. Porém, dentro do meu jeito de jogar, do meu sistema tático, ele não estava encaixando. Tentei no mineiro, coloquei ele pra ter o um contra um e isso não existiu. O que eu deixei claro era que ele precisava jogar, e comigo não teria essa oportunidade. Torço bastante para que dê certo, falei isso pra ele, que é muito bom jogador, mas precisa amadurecer um pouco mais jogando. Falei isso também para o empresário dele”, afirma.

  Pai presente

 

João Antônio, pai de Juninho

Na última quarta-feira, 9, o Carijó treinou no palco do jogo de sábado, e como tem acontecido rotineiramente, contou com um telespectador ilustre nas arquibancadas. Trata-se de João Antônio, pai do lateral esquerdo Juninho, que chegou ao alvinegro juiz-forano em maio. Nascido em Santana de Cataguases-MG, e hoje morando em JF, João não perde um treino do filho e disse que existe cobrança dentro de casa. “Sempre acompanho os treinamentos do time. Eu gosto porque também sou muito ligado ao futebol, e onde tem jogo eu estou assistindo. Pra mim é muito bom, sempre gosto de acompanhar os treinamentos para cobrar o Juninho, algumas falhas, coisas que ele precisa corrigir, cobro bastante. Sempre oriento, assistimos vários vídeos para mostrar onde estão os erros”, revela.

Ele chegou a atuar profissionalmente pelo Nacional de Muriaé, mas machucou cedo e encerrou a carreira aos 23 anos. Hoje com 47, está satisfeito em ver o filho jogando “em casa” pelo Tupi, apesar de ainda não ter sido titular. “O Juninho jogou cinco anos no Metropolitano-SC. Sempre quis que ele viesse para o Tupi, só que como ele já estava ambientado lá, não veio. Mas quando surgiu essa chance agora, nós agarramos. Com certeza a oportunidade dele vai chegar”, acrescentou João.

   

Faísca já falando como titular depois do treino

Faísca confirmado

Na atividade coletiva, João pôde ver o filho treinando entre os reservas. Os titulares por sua vez, sofreram algumas mudanças em função dos desfalques. Na lateral esquerda Faísca treinou entre os titulares na vaga de Bruno Santos. O capitão cumpre suspensão automática por ter levado o terceiro cartão amarelo e não enfrenta o Macaé. “É uma posição que eu já havia feito algumas vezes no Ipatinga e não é tão novidade. Estou tranquilo. Infelizmente eu saí do time em um momento que a equipe não estava jogando bem. Depois que o Aílton chegou a equipe encaixou e depois eu não tive tantas oportunidades. Mas sempre continuei trabalhando, e agora a oportunidade chegou, sempre trabalhei forte pra isso”, comentou Faísca. “O Bruno é um grande jogador, ele já até falou em outras entrevistas que vive o melhor momento da carreira e a posição é dele. Porém o mais importante de tudo é que eu quero fazer um grande jogo e mostrar também que eu tenho condições de estar jogando, independente da posição”, completa.

  “Não tenho titular” 

  Além de Bruno Santos, o zagueiro Fernando (terceiro amarelo) e Leandro Brasília (expulso na última partida) também estão suspensos. Com isso, o time titular começou com Paulo Henrique, Lucas, Patrick, Edmário e Faísca, Marcel e Kalu, Andrey, Diego Luís e Romarinho, Ítalo. Na segunda parte Bonilha entrou no lugar de Kalu no meio campo. Mesmo com os desfalques, Aílton acredita na equipe que vai a campo. “Sempre deixo claro que não tenho titular. Mas sabemos que em um momento como esse a sequência de jogos é muito importante. Não posso ser hipócrita de falar que não vai fazer falta, faz sim. Porém acreditamos nos que vão entrar. Sabemos da importância da sequência dos que estão saindo, mas vamos superar tudo isso, a confiança é total em cada um e tenho certeza que eles vão dar conta do recado”, finalizou o comandante.

 

Texto: Patrick Alves, estagiário do Toque de Bola, com edição e supervisão Ivan Elias, Toque de Bola

Arte: Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola e Tupi (Leonardo Costa)

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

18 out 2017
Fajardo: “Copa Toque de Bola é espetacular”. Treinador estuda propostas, se não for o “salvador anti-queda”

18 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.