20 maio 2017

Com elenco reduzido e técnico mantido, Baeta encerra temporada 2017



 O Tupynambás enfrenta neste sábado, 20, às 16h, em Nova Serrana, o Betinense, em jogo válido pela décima e última rodada do Hexagonal Final do Campeonato Mineiro do Módulo II.  Sem chances de classificação, as equipes irão apenas cumprir tabela, em partida marcada para a Arena do Calçado.

   Vindo de empate em casa diante do Uberaba por 1 a 1, no último sábado, o Leão faz sua última partida no ano, já que a princípio não tem mais competições por disputar em 2017.

   Após uma classificação considerada até pelo treinador improvável para a fase final do Módulo II, o clube ocupa a lanterna do Hexagonal Final com cinco pontos. Em nove partidas disputadas o Baeta soma apenas uma vitória nesta fase do torneio, chegando a sofrer cinco derrotas seguidas.

 Clique aqui e acesse entrevista exclusiva ao Toque de Bola do responsável pelo futebol carijó, empresário Alberto Simão. Ele fala sobre saída de jogadores, futuro do futebol do clube, cargo assumido no Villa Nova e temas importantes.

 Técnico fica

Apesar dos resultados ruins, o desempenho do time agradou a diretoria, que resolveu manter o treinador Lúdyo Santos para a próxima temporada. “Em conjunto com o nosso Grupo Gestor, optamos por renovar o contrato do Lúdyo. Ele estará conosco em 2018. Independente dos resultados”, disse Alberto Simão, Diretor Executivo de Futebol do clube, depois do único triunfo do time na competição – 2 a 0 sobre o Patrocinense.

De saída

Igor Rayan, considerado um dos destaques do Baeta no Módulo 2, foi negociado com o Boa Esporte, de Varginha

 Mas o Baeta terá alguns desfalques para essa última partida. Antes mesmo de receber o Uberaba, o clube já havia confirmado a saída do goleiro e capitão Igor Rayan, negociado com o Boa Esporte, que disputa o Campeonato Brasileiro da Série B. O Tupynambás informa que, no acordo, o atleta seguirá em definitivo para o Boa Esporte, mas seus direitos econômicos permanecerão com o Tupynambás, podendo o clube juizforano ser beneficiado em futuras negociações.

Meio-campo Igor Soares, zagueiro Washington e lateral Lucas Hipólito foram emprestados ao Novo Horizonte, que disputa a Divisão de Acesso no Campeonato Goiano

E depois do empate contra o Uberaba, o Leão anunciou a saída de mais três jogadores. O zagueiro Washington, o lateral Lucas Hipólito e o meio-campo Igor Soares foram emprestados ao Novo Horizonte, que disputa a Divisão de Acesso no Campeonato Goiano. A diretoria do Baeta considera o empréstimo como positivo, uma vez que a negociação faz parte do planejamento do Baeta, que é um clube formador e tem como objetivo expandir mercado e emprestá-los, mantendo os direitos federativos com o Leão do Poço Rico.

Vida que segue

Apesar das saídas, o treinador já vislumbra o futuro e afirma que o projeto permanece. “Agora fazemos o último jogo contra o Betinense e depois segue a preparação para o ano de 2018. Vamos buscar novos jogadores, analisar jogos e trazer jovens atletas, aumentando o leque de opções. Esperamos fazer no ano que vem uma grande competição, conseguindo esse tão sonhado acesso para a torcida do Baeta”.

Derrota fatal

Já o Betinense enfrentou o Nacional de Muriaé fora de casa e foi derrotado por 1 a 0. Com esse resultado, o Betinense perdeu a chance de se classificar, já que precisava da vitória para poder sonhar com o acesso. Boa Esporte e Patrocinense ficaram em primeiro e segundo lugar, respectivamente, e subiram para elite do futebol mineiro de 2018.

Tira-teima

Confrontos entre Tupyambás e Betinense têm sido frequentes desde o ano passado, na disputa da Segundona Mineira. Sete jogos já foram disputados, com três vitórias para cada lado e um empate. 

Em caso de vitória do Baeta, a equipe vai a oito pontos e, dependendo do resultado entre Uberaba e Boa Esporte, pode sair da última posição do Hexagonal Final. Como os atletas Igor Rayan, Washington, Lucas Hipólito e Igor Soares não fazem mais parte do elenco, o treinador Lúdyo Santos relacionou 16 atletas para a partida. Paulo César Zanovelli (FMF) apita o confronto, auxiliado por Evandro Lacerda (FMF) e Bernardo Souza (FMF).

Confira abaixo o histórico do confronto:

7 jogos, 3 vitórias do Tupynambás, 3 vitórias do Betinense e 1 empate.

Tupynambás 4-1 Betinense – 20/08/16 – Mário Helênio

Betinense 2-0 Tupynambás – 17/09/16 – Arena do Jacaré

Tupynambás 1-0 Betinense – 09/10/16 – Mário Helênio

Betinense 0-0 Tupynambás – 12/11/16 – Farião

Betinense 1-0 Tupynambás – 01/03/17 – Arena do Jacaré

Tupynambás 3-1 Betinense – 22/03/17 – Mário Helênio

Tupynambás 0-1 Betinense – 08/03/17 – Mário Helênio

 

Texto: Toque de Bola, com informações da assessoria do clube

Fotos: Tupynambás

Artes: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 maio 2017
Aílton lamenta “primeiro tempo para apagar” e admite mudar equipe carijó

21 maio 2017
Tupi decepciona, sofre 2 a 0 do Ypiranga e perde troféu de aniversário

20 maio 2017
Com elenco reduzido e técnico mantido, Baeta encerra temporada 2017

19 maio 2017
Copa Zona da Mata de Vôlei em JF marca retomada da Liga Desportiva

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse