19 abr 2017

Em seu pior momento na competição, Baeta recebe o Boa. Confira os números do hexagonal



      Até o início do hexagonal decisivo do Módulo 2 do Campeonato Mineiro, os números estavam amplamente favoráveis ao Tupynambás.
 
     Depois de garantir o número 1 (título) da Segundona em 2016 e consequentemente o acesso para o Módulo 2 logo em sua primeira temporada após nove anos afastado do futebol profissional, o Leão do Poço Rico  emplacou na fase de classificação do Módulo 2 uma arrancada impressionante que valeu a classificação antecipada à fase decisiva.
 
    Volta a campo nesta quarta
 
    As três primeiras rodadas do hexagonal, que vai levar os dois primeiros colocados à Primeira Divisão do estado em 2018, no entanto, apresentam números crueis e que obrigam a uma reação imediata, ou seja, nesta quarta-feira, 20h, quando o adversário será o Boa Esporte, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.
 
   Cobertura nas redes sociais

 Com apoio do Plasc, o Toque de Bola faz ampla cobertura dos jogos do Tupynambás, com informações sobre a partida e os bastidores, vídeos e entrevistas com principais personagens.

 Acesse aqui a nossa fanpage – Acesse aqui o nosso Instagram – Acesse aqui o nosso Twitter

   Veja, na seção “Eventos”, do Portal, informações sobre venda de ingressos. Acesse aqui  

 

    O que se passa?  
 
    A cada consulta aos números do hexagonal, a preocupação do torcedor aumenta. Nenhuma vitória, mesmo tendo atuado duas das três vezes em casa. Nenhum ponto conquistado. Nenhuma movimentação na classificação e a lanterna.
 
   Vinte e um pontos a disputar, nove pontos atrás do líder e sete pontos de distância do segundo colocado. 
 
Boa não corresponde à expectativa
 
 Curioso que o adversário desta quarta-feira, badalado pela contratação polêmica do goleiro Bruno, que saiu recentemente da prisão sem ter cumprido toda a pena pelo assassinato de Eliza Samúdio e cube que disputará a Série B do Campeonato Brasileiro, só não faz campanha pior que o próprio Baeta. Tem apenas dois pontos e não confirma o favoritismo atribuído ao investimento – teoricamente, um time com jogadores de mercado de segunda divisão nacional teria facilidade para superar adversários da segunda divisão do futebol mineiro.
 
Derrota em casa

O primeiro tempo de Tupynambás x Nacional, de Muriaé, na tarde de sábado, 15, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, foi muito abaixo do esperado. Praticamente nenhuma chance de gol. O Baeta tentava as investidas com Igor Soares e Ygor pelos flancos, mas não conseguiam dar continuidade às jogadas. O Nacional buscava as infiltrações, mas também sem sucesso.

 

Rede balança

   Já no segundo tempo, as equipes passaram a criar chances mais claras de gol. Aos 15’, foi a favor do Baeta. Após bate-rebate na área, a bola sobrou limpa para Marcelo Brandão, dentro da pequena área, mas o meia finalizou fraco para boa defesa de João Vitor. Aos 18 e aos 22, o goleiro Igor Rayan, do Baeta, trabalhou bem. Primeiro depois de finalização de Alexandre. Depois, ao sair nos pés do atacante do NAC. O técnico Lúdyo Santos, precisando da vitória a qualquer custo colocou a equipe para frente, mas no contra-ataque o time visitante definiu o jogo. Aos 29’ com João Willian,em chute cruzado, pela direita, da entrada da área, e aos 40’ com Iran, num belo toque que encobriu o arqueiro juiz-forano e ganhou o ângulo superior direito. Já no final da partida, em cobrança de pênalti para o Baeta. Ademilson cobrou com perfeição e marcou o gol de honra do Tupynambás. Final: 2 a 1 Nacional, terceira derrota seguida do leão do Poço Rico no Hexagonal.

Nesta quarta

O próximo compromisso do Baeta será na quarta-feira, dia 19/04, às 20h, frente o Boa Esporte, do goleiro Bruno ex-Flamengo, novamente em Juiz de Fora.

FICHA TÉCNICA

Tupynambás 1 x 2 Nacional de Muriaé

Tupynambás: Igor Rayan; Pedro, Washington, Arlan e Tony; Marcus Pinguim (Gustavo), Luisão (Igor Balotelli), Marcelo Brandão e Ygor; Igor Soares (Assis) e Ademilson. Técnico: Lúdyo Santos

Nacional: Paulo Vitor; Felipe, Marcus Vinicius, Miller e Wanderson; Elder, Lucas Hulk, Aurélio e João Willian (Iury), Thiago Marin (Iran) e Marcelo Régis (Alexandre).  Técnico: Gérson Evaristo

Gols: Ademilson (49’ 2ºT) Tupynambás; João Willian (29’ 2ºT) Iran (40’ 2ºT) Nacional

Cartões amarelos: Iran e Wanderson (Nacional). Cartões vermelhos: Nenhum

3ª rodada do Hexagonal Final do Módulo II do Campeonato Mineiro 2017

Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio (Juiz de Fora)

Data: 15/04/2017 – Horário: 16h

Público: 129 pagantes | 450 presentes | R$1820,00 renda

Árbitro: Ronei Cândido Alves (CBF). Assistentes: Marcelo Francisco dos Reis (FMF/Esp2) e Marcyano da Silva Vicente (FMF)

Predomínio dos visitantes
 
   Nos outros dois jogos da terceira rodada do hexagonal final do Módulo II, também no sábado, 15, os  anfitriões igyalmente  foram derrotados.
 
   Em Varginha, o Boa Esporte caiu por 3 a 2 para o Betinense, que defendeu e manteve sua liderança na classificação, com nove pontos e cem por cento de aproveitamento  na fase final, contra apenas dois pontos da equipe anfitriã, que regisstra dois empates e uma derrota;

    O Patrocinense encarou e derrotou o Uberaba no Triângulo Mineiro: 1 a 0, no Uberabão, gol de Pedro, valendo a vice-liderança do hexagonal, com sete pontos.

  
 
 
 
Texto: Toque de Bola, com informações do site da Federação Mineira de Futebol e da assessoria do Tupynambás
 
Artes: Toque de Bola (se preferir, clique sobre cada imagem das artes  para ampliar)
 
Edição: Toque de Bola
 

Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 ago 2017
Intercolegiais: Granbery e Escola Estadual Francisco Bernardino são campeões no Estádio Mário Helênio

21 ago 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

17 ago 2017
Juiz-forano Artur Bitarello confirma boa fase, vence XTerra em Mangaratiba e lidera na faixa 25-29 anos

16 ago 2017
Aílton vê “desrespeito” na atitude de jogadores do Mogi. Verba da Federação Paulista pode socorrer o clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.