03 abr 2017

Depois de churrasco das torcidas e gol “roubado”, Tupi cede empate e dá adeus às semifinais



O Tupi deixou escapar aos 44 minutos do segundo tempo as remotas chances de classificação para as semifinais do Campeonato Mineiro.

Depois de o Carijó abrir o placar diante do América com um gol estranho de Flávio Caça-Rato na etapa inicial, perder chances em contra-ataques e suportar a pressão do adversário  com boas defesas de Paulo Henrique, o Coelho igualou após jogada da esquerda.

Mike levou a melhor sobre Edmário, que tentou afastar de primeira, dividiu pelo alto e só ficou com o goleiro pela frente. Foi tocar para as redes e comemorar o ponto que garante o América na semifinal (assim como Atlético e Cruzeiro) e afasta do Carijó o sonho de uma classificação após um péssimo início de campeonato.

 Gol estranho repercute

Jajá passa pelo goleiro e fica com o gol à disposição

O lance do gol do Tupi gerou muita polêmica pela forma como foi concluído. Pela terceira vez consecutiva, o gol começa com uma boa reposição de bola do goleiro Paulo Henrique. A bola chega a Ruan Teles na direita. Ele faz uma ótima jogada, traz para o meio e chuta. A bola chega até Jajá, que dribla o goleiro mas, sem razão aparente, não faz o gol. Debaixo do gol, Flávio Caça-Rato chega e dá uma bomba no gol.

Jajá abre as pernas e Flávio Caça-Rato manda para as redes

Depois da partida, ainda no vestiário e em programas nacionais, como o Troca de Passes, do SporTV, Flávio explicou que não houve nada para humilhar o adversário ou qualquer coisa nesse sentido. Jajá achou que estivesse impedido e, segundo Caça-Rato, não faria o gol. Aí ele entrou chutando para evitar outro desfecho ao lance.

Caça-Rato comemora enquanto jogadores do América vão tomar satisfação com Jajá

Na edição dos gols do Fantástico, o lance também foi bastante destacado, mesmo num domingo de quartas-de-final de Campeonato Paulista e clássicos como o Fla-Flu. O lance do gol foi repetido à exaustão. Nem o gol de empate do América foi mostrado.

Depois que Caça-Rato saiu comemorando o gol, jogadores do América partiram para cima de Jajá e houve um princípio de confusão, talvez pensando que Jajá queria fazer o gol de calcanhar. Mas o gol valeu, foi em posição legal, apesar do estranho desfecho, com Jajá sem concluir diante do gol e Caça-Rato chegando com tudo para mandar a bola para as redes.

 O que resta

Resta ao Tupi o compromisso contra o Uberlândia na rodada final domingo, 9, no Triângulo Mineiro. Sem chances de buscar o título, resta brigar por um lugar entre os seis primeiros, que vale mais jogos com mando na próxima temporada (no atual Estadual foram apenas cinco partidas em casa) e uma vaga na Copa do Brasil – esta ainda depende de outros fatores como classificações de Atlético e Cruzeiro em competições nacionais e internacionais.

   Torcidas confraternizam

Nos bastidores do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, o clima foi de muita confraternização entre torcedores e até ex-jogadores dos dois clubes, com direito a um churrasco antes da partida, na área de acesso ao portão principal do estádio.

Durante a partida, torcedores dos dois clubes chegaram a ficar juntos e agitaram as suas bandeiras no mesmo espaço.

TUPI 1 X 1 AMÉRICA

Estádio: Mário Helênio, em Juiz de Fora

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro

TUPI
Paulo Henrique; Jonathan, Elivelton, Edmário e Bruno Santos; Leandro Ferreira, Marcel e Ruan Teles; Jajá (Bruno Paiva), Matheus Pato (Carlos Júnior) e Flávio Caça-Rato (Rafael). Técnico: Aílton Ferraz

AMÉRICA
João Ricardo; Alex Silva (Marion), Messias, Rafael Lima e Auro; Juninho, Christian, Tony (Felipe Amorim) e Renan Oliveira; Mike e Rubens (Gerson Magrão). Técnico: Enderson Moreira

Árbitro: Marco Aurélio Fazekas (MG)
Auxiliares: Magno Arantes Lira (MG) e Marcyano da Silva Vicente (MG)

Gols: Flávio Caça-Rato, aos 22 minutos do 1º tempo (Tupi); Mike, aos 44 minutos do 2º tempo (América).

Cartões amarelos: Leandro Ferreira, Edmário (Tupi); Tony, Auro (América).

Público pagante: 691
Presente: 1115
Renda: R$ 13.140,00

 

Briga pelo quarto

Atlético, Cruzeiro e América já estão garantidos nas semifinais. URT, Caldense, Tombense e Uberlândia brigam pela quarta vaga. Tricordiano e América de Teófilo Otoni estariam rebaixados, caso a competição já estivesse encerrada.

Jogos da rodada

Cruzeiro 2 x 1 Atlético

Tricordiano 0 x 1 Caldense

Villa Nova 2 x 0 Tombense

O Villa Nova conquistou um resultado vital nesta tarde no Alçapão do Bonfim, ao superar o Tombense, que está na briga por uma vaga nas semifinais, por 2 a 0. Leozinho foi o nome da partida e marcou os dois gols dos mandantes. O primeiro de pênalti, aos dez minutos, e o segundo aos 37, ambos na primeira etapa de jogo. Com o resultado, o Villa acaba com qualquer possibilidade de rebaixamento.

Tupi 1 x 1 América

URT 2 x 1 Uberlândia

Em Patos de Minas, URT bateu o Uberlândia em confronto direto por uma vaga na semifinal. Melhor para o Trovão Azul, o 2 a 1 valeu a quarta posição na tabela. Gols só etapa inicial, marcados por Cascata e Allan Dias, um contra e um a favor do time da casa.

Segunda-feira, 20h30

Democrata x América Teófilo Otoni

Texto Toque de Bola, com informações da Federação Mineira de Futebol
Fotos Tupi – Leonardo Costa e Felipe Couri e Toque de Bola
Artes: Toque de Bola (se preferir, clique sobre cada imagem para ampliar)

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.