31 out 2016

Aliviado, Tupi precisa de sequência histórica para escapar do rebaixamento



A vitória do Tupi sobre o Vila Nova, no sábado, 29, trouxe alívio para o ambiente carijó. Após dez rodadas sem vencer, os jogadores não esconderam a felicidade pelo resultado. Embora a situação do time ainda seja complicada, os três pontos servirão como estímulo para uma arrancada histórica. A matemática ainda aponta o Galo como forte candidato ao descenso.

De acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, o Tupi é o segundo clube da Série B com mais probabilidade de jogar a Série C em 2017 – atrás apenas do lanterna Sampaio Corrêa, com 99,4% de possibilidade de queda.

Segundo os matemáticos da UFMG, os juiz-foranos têm 92,7% de chances de cair, seguidos de Joinville (90,5%), Bragantino (89,4%), Oeste (2,5%), Paraná (1,5%) e Paysandu (0,001%).

Elenco carijó precisa de força e união para começar arrancada para fora da zona de rebaixamento

Elenco carijó precisa de força e união para começar arrancada para fora da zona de rebaixamento

Todo jogo será decisão

Com 30 pontos conquistados na Série B, o Tupi precisa de mais 15 para chegar aos 45 – pontuação apontada como ideal para evitar o rebaixamento.

Para chegar a esse número, será necessário vencer todas as cinco partidas restantes. O próximo desafio é contra o Ceará, em Fortaleza, depois CRB (casa), Atlético-GO (fora), Náutico (casa) e, por último, Paraná (fora).

O alvo Oeste

O primeiro time fora da zona de rebaixamento é o Oeste, que tem cinco pontos a mais que o alvinegro de Santa Terezinha. A sequência final dos paulistas será com três jogos fora de casa.

Já na próxima rodada enfrenta o Bragantino, em confronto direto pela fuga do Z4, em Bragança Paulista. Posteriormente recebe o Avaí, depois visita o Brasil de Pelotas, recebe o Joinville e termina a Série B contra o Náutico, em Recife.

Torcedor carijó na expectativa de uma reação que possa afastar o risco de rebaixamento

Torcedor carijó na expectativa de uma reação que possa afastar o risco de rebaixamento

Impulso moral

Voltar a vencer era o primeiro passo necessário para acreditar na permanência do clube na Série B. Rafael Santos, que sempre deu declarações otimistas, confessou que o grupo está menos aflito após o resultado positivo. “A gente fica aliviado. Quando ficamos muito tempo sem ganhar, a gente fica incomodado. Quando saímos de uma vitória suado, como foi, ficamos muito felizes”, disse.

Autor do gol da vitória, Hiroshi falou com o mesmo tom de Rafael. “Alívio, muito alívio. A gente vem trabalhando muito, sofrendo com os resultados negativos e isso vai nos dar confiança para o restante da competição”, ponderou.

 

Texto: Cérix Ramon, do Toque de Bola, com supervisão de Ivan Elias

Fotos: Flicker Tupi FC

Arte: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


15 ago 2017
Futsal: goleada garante Sesi Juiz de Fora na semifinal do Campeonato Mineiro Sub-13 do Interior

14 ago 2017
Papa-títulos ataca outra vez! Cruzeirinho bate Valadares com gol de Lucas e conquista Super Copa

11 ago 2017
Em semana de rescisões de contrato, Tupi foca no Macaé

10 ago 2017
Josué Teixeira, campeão em 2014, é a última cartada do Macaé para reagir na Série C

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.