26 ago 2016

Canadá divulga lista de atletas paralímpicos que treinarão na UFJF: veja relação completa, fotos e destaques



O comitê paralímpico de atletismo do Canadá apresentou a lista de 32 atletas e técnicos que treinarão na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) para os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

A equipe chega a Juiz de Fora no sábado, 27, e já deve treinar no domingo. A previsão é que permaneçam na cidade até o dia 5 de setembro. A organização do UFJF 2016 divulgará as formas de acesso de público aos treinos.

Dos 24 atletas canadenses classificados para esta edição dos Jogos, 16 estarão na Universidade para fazerem a preparação final de provas como corrida com cadeira de rodas e lançamentos de dardo e disco. Seis dos esportistas já competiram em Paralimpíadas.

Em sua quinta competição paralímpica, Diane Roy, 45 anos, é a mais experiente da delegação que estará em Juiz de Fora. A esportista compete, com cadeira de rodas, nos 400, 800, 1.500 e 5.000 metros. Já a para-atleta mais nova é Marissa Papaconstantinou, de 16 anos, finalista nos 100 e 200 metros, no Mundial, disputado em 2015.

Diane Roy  recebe a medalha de ouro pelos 800 metros – T54 no Parapan 2015 (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Diane Roy recebe a medalha de ouro pelos 800 metros – T54 no Parapan 2015 (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Acidente e esporte
Todos têm em comum histórias marcantes de superação de barreiras por meio do esporte, como a do corredor Alexandre Dupont. O para-atleta perdeu a perna direita em um acidente de moto quanto tinha 17 anos. Cerca de um ano depois, interessou-se pelo esporte ao assistir à corrida com cadeira de rodas, em 2004, nos Jogos Paralímpicos de Atenas. Em 2015, conquistou quatro medalhas de ouro: três nos Jogos Parapan-americanos e uma no Mundial de Atletismo paralímpico.

Os esportistas são acompanhados de 16 integrantes da comissão técnica, entre chefe de delegação, fisioterapeuta, quiropata, massagistas e gerente de relações com família e amigos.

Histórico do Canadá
O Canadá obteve 1.033 medalhas, em todos os esportes, nas 12 edições dos Jogos Paralímpicos de que participou. Em Londres 2012, foram 31 pódios, sendo nove medalhas no atletismo. O país ficou em 20º lugar no ranking de medalhas. O Brasil conquistou a sétima colocação, com 43 pódios.

Atletismo paralímpico
Na Paralimpíada, as provas são classificadas por um código de letras (F para as provas de campo, T para as de pista) e números, que indicam qual é o tipo e o grau de deficiência dos competidores. Confira a classificação abaixo:

11 a 13 – com deficiência visual
20 – com deficiência mental/intelectual
31 a 38 – com paralisia cerebral (31 a 34, cadeirantes / 35 a 38, andantes)
40 – anões
41 a 47 – amputados e outros (les autres)
51 a 57 – competem em cadeira de rodas (sequelas de poliomielite, lesões medulares e amputações).

Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 vão do dia 7 a 18 de setembro. As 177 provas de atletismo com 1.100 participantes começam já no dia 8 e prosseguem até o último dia da competição.

Atletas – equipe masculina

Alex Dupont
400 metros, 800 metros, 1.500 metros e 4 x 400 metros – T54
30 anos (3/9/1985)
Técnico: Rick Reelie

Alex Dupont (Foto CPC)

Alex Dupont (Foto CPC)

 

Jogos Parapan-americanos 2015 – 1º nos 400 metros,nos 800 metros e nos 1.500 metros
Mundial 2015 – 1º lugar no revezamento 4 x 400 metros
Mundial 2011 – 3º lugar no revezamento 4 x 400 metros
Jogos Paralímpicos de Londres 2012: 14º nos 800 metros, 16º nos 5.000 metros, 5º no revezamento 4 x 400 metros e 12º nos 400 metros

Alister McQueen
Lançamento de dardo – F44
25 anos, @AlisterMcQueen
Técnico: Kim Cousins

Alister McQueen nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012 (Foto: Phillip MacCallum/CPC)

Alister McQueen nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012 (Foto: Phillip MacCallum/CPC)

 

Mundial 2015: 14º lugar
Jogos Parapan-americanos 2015: 4º
Mundial 2013: 5º no lançamento de dardo, 6º nos 200 metros e 7º nos 100 metros
Jogos Paralímpicos Londres 2012: 7º no lançamento de dardo, 9º nos 100 metros e nos 200 metros
Jogos Parapan-americanos 2011: 5º nos 100 metros,  3º nos 200 metros e no lançamento de dardo

Austin Smeenk
Corrida de cadeira de rodas: 100 metros e 800 metros
@austin_smeenk, 19 anos
Técnico: Ken Thom
Tipo de deficiência/classificação: paralisia cerebral, T34

Mundial 2015 – 11º nos 400 metros
Mundial 2013 – 8º nos 100 metros, 7º nos 200 metros, 6º nos 400 metros e 8º nos 800 metros

Curtis Thom
Corrida com cadeira de rodas: 400 metros e revezamento 4×400 metros
30 anos, @wheelzontheline
Técnico: Peter Eriksson
Tipo de deficiência/classificação: lesão medular espinhal/ T54

Mundial 2013 – 1º no revezamento 4×400 metros
Jogos Paralímpicos 2012 – 6º nos 100 metros
Mundial 2011 – 7º nos 200 metros
Mundial 2006 – 6º no revezamento 4 x 400 metros
Jogos Paralímpicos 2004 – 8º lugar em equipe no revezamento 4 x 400 metros e 4º no revezamento 4 x 100 metros

Ganhou por três vezes o título de Atleta do Ano – 2001, 2002 e 2003, pelo The Ontario Wheelchair Sports Association. Em 2003, também recebeu o prêmio de Atleta do Ano da cidade de Mississauga.

Jean-Philippe Maranda (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Jean-Philippe Maranda (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Jean-Philippe Maranda
Corrida com cadeira de rodas: 100 metros, 400 metros, 800 metros e 4 x 400 metros
29 anos, @jpmaranda86
Técnico: Rick Reelie
Tipo de deficiência/classificação: paraplegia/T53

Mundial 2015 – 6º lugar nos 200 metros e 12º nos 400 metros
Jogos Parapan-americanos 2015 – 3º lugar nos 100 metros e 4º nos 400 metros
Mundial 2013 – semifinalista nos 200 metros, 400 metros e 800 metros

Em 2006, antes de ficar paraplégico, foi recordista canadense no levantamento de peso.

Josh Cassidy
Corrida com cadeira de rodas: 800 metros, 1.500 metros e 5.000 metros – T54
31 anos, @JoshCassidy84
Técnicos: Jenny Archer e Amanda Fader

Joshua Cassidy (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Joshua Cassidy (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Jogos Parapan-americanos 2015: 2º nos 800, 1.500 e 5.000 metros
Mundial 2013: 3º nos 10 mil metros
Jogos Paralímpicos Londres 2012: 5º nos 800 metros
Maratonas de Boston (2012), Chicago (2012) e Londres (2010): 1º
Jogos Paralímpicos Pequim 2008: 10º nos 5.000 metros

Kevin Strybosch
Lançamento de disco
23 anos
Técnico: John Allan
Paralisia cerebral – F37

Mundial 2015: 12º no lançamento de disco
Jogos Parapan-americanos 2015: 1º no lançamento de disco e 4º no arremesso de peso
Mundial 2013: 10º no lançamento de disco
Jogos Parapan-americanos 2011: 2º no lançamento de disco

Mitchell Chase
1.500 metros – T38
19 anos
Técnico: Craig Blackman
Tipo de deficiência/classificação: paralisia cerebral/T38

Mundial 2015 – 5º lugar nos 1.500 metros e  9º lugar nos 800 metros
Jogos Parapan-americanos 2015 – 1º lugar nos 1.500 metros
Campeão para-cross-country em 2014

Tristan Smyth
Corrida de cadeira de rodas: 1.500 metros e 4 x 400 metros – T54
30 anos, @tristan_smyth
Técnica: Kelly Smith

Jogos Parapan-americanos 2015: 9º nos 1.500 metros
Tristan descobriu o esporte com cadeira de rodas durante processo de reabilitação após sofrer lesão devido a acidente de skate.


Atletas – equipe feminina

Diane Roy  recebe a medalha de ouro pelos 800 metros – T54 no Parapan 2015 (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Diane Roy recebe a medalha de ouro pelos 800 metros – T54 no Parapan 2015 (Foto: Matthew Murnaghan/CPC)

Diane Roy
Corrida com cadeira de rodas: 400 metros, 800 metros, 1.500 metros e 5.000 metros  – T54
45 anos, @dianeroy71
Técnico: Jean Laroche

Jogos Parapan-americanos 2015: 1º nos 800 metros e 3º nos 400 metros
Mundial 2013: 4º nos 800 metros e nos 1.500 metros
Jogos Paralímpicos Londres 2012: 4º nos 1.500 metros e 5º nos 400 metros
Mundial 2011: 2º nos 400 metros e nos 1.500 metros e 5º nos 800 metros
Jogos Paralímpicos Pequim 2008: 2º nos 5.000 metros, 3º nos 1.500 metros e nos 800 metros
Mundial de Atletismo Paralímpico 2006: 1º lugar na maratona
Jogos Paralímpicos de Atenas 2004: 3º nos 400 metros e nos 1.500 metros
Jogos Paralímpicos de Atlanta 1996: 6º nos 1.500 metros e nos 800 metros

Jennifer (Jenn) Brown
Lançamento de disco
36 anos, @JB_NoLimits
Técnico: Kim Cousins
Tipo de deficiência/classificação: Esclerose múltipla/F38

Mundial 2015 – 4º lugar no lançamento de disco
Jogos Parapan-americanos 2015 – 1º lugar no arremesso de peso e  2º lugar no lançamento de disco

Ilana Dupont
Corrida com cadeira de rodas: 100 metros, 400 metros e 800 metros
30 anos
Técnico: Rick Reelie
Tipo de deficiência/classificação: paraplegia/ T53

Jogos Parapan-americanos 2015 – 2º lugar nos 100 metros/ 3º lugar 800 metros
Mundial 2015 – 5º lugar nos 100 metros
Mundial 2013 – 3º lugar nos 100 metros/ 4º lugar nos 200 metros
Jogos Paralímpicos 2008 – 3º lugar nos 100 metros

Recordista canadense na categoria T-53 nos 100 metros, 200 metros, 400 metros e 800 metros.

Marissa Papaconstantinou (Foto: CPC)

Marissa Papaconstantinou (Foto: CPC)

Marissa Papaconstantinou
100 metros e 200 metros – T44
16 anos
Técnico: Geoff Standen
Marissa nasceu sem o pé direito.

Mundial 2015: 7ª nos 200 metros
Mundial 2015: 8ª nos 100 metros

Ness Murby
Lançamento de disco – F11
30 anos, @NessMurby
Técnico: Ken Hall

Ness Murby (Foto: CPC)

Ness Murby (Foto: CPC)

Mundial 2015: 2ª no lançamento de dardo e 6ª no lançamento de disco
Jogos Parapan-americanos 2015:  2ª no lançamento de dardo, 3ª no lançamento de disco e 8ª no arremesso de peso

Eva Fejes
Assistente de Ness Murby

Renee Foessel
Lançamento de disco
21 anos, @ReneeFoessel
Técnico: Ken Hall
Tipo de deficiência/classificação: paralisia cerebral/F38

Mundial 2015: 3º lugar no lançamento de disco
Jogos Parapan-americanos 2015: 1ª no lançamento de disco, 2ª no arremesso de peso, 3ª no lançamento de dardo
Jogos Parapan-americanos 2011: 4ª no lançamento de dardo


Comissão técnica

Peter Eriksson  – chefe da delegação
Jared MacLeod – gerente de Operações Logísticas
Kayla Cornale – coordenadora-assistente
Kristine Deacon – coordenadora da delegação
Ingrid Ruys – coordenação de Família e Amigos
Andrea Stephen – fisioterapeuta
Robert (Rob) Lee – massoterapeuta
Duriell Bernard – quiroterapeuta
Al Bodnarchuk – massoterapeuta
Rick Reelie – técnico de provas com cadeira de rodas
Kelly Smith  – técnica de provas com cadeira de rodas
Felix-Antoine Lapointe – técnico
Kim Cousins – técnico de provas de lançamento
John Allan – técnico de provas de lançamento
Ryan Williams
Geoff Standen – técnico de Marissa Papaconstantinou

 

Textos, informações e fotos enviados ao Toque de Bola pela Diretoria de Imagem Institucional da UFJF

Edição: Toque de Bola

O Toque de  Bola á dministrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse