03 maio 2016

Convocado para o Arbitral da Segundona, Tupynambás anuncia que ainda busca verba até o dia 10



O sonho não acabou. O Tupynambás faz sua parte para voltar, após nove anos de inatividade, ao futebol profissional. O Leão do Poço Rico enviou a documentação necessária para a Federação Mineira de Futebol e tem direito a participação (foi convocado pela Federação Mineira em edital oficial) na reunião do Conselho Técnico para a Segunda Divisão 2016, programada para Belo Horizonte, na próxima terça-feira, 10. E apesar da negativa de apoio financeiro da Prefeitura de Juiz de Fora, os dirigentes ainda tentam uma verba pública.

Edital oficial de convocação para o Conselho Técnico da Segunda Divisão do Mineiro (Foto: FMF)

Edital oficial de convocação para o Conselho Técnico da Segunda Divisão do Mineiro (Foto: FMF)

 

  Sem apoio da PJF

O Leão do Poço Rico, representado pelo seu presidente, Francisco Quirino, e pela Meio di Campo Assessoria Esportiva, através de Alberto Simão, reuniu-se recentemente com membros da Prefeitura de Juiz de Fora para avalizar um aporte financeiro de R$30 mil mensais, que seria assegurado pela Lei de Incentivo ao Esporte. O pedido foi negado pela PJF.

Por meio de nota oficial, a Secretaria de Esporte e Lazer informou que “por conta da legislação eleitoral em vigor desde 1° de janeiro de 2016 e da Lei de Responsabilidade Fiscal, o último parecer do Controle Interno do Município aponta a impossibilidade de tal investimento por parte da Prefeitura de Juiz de Fora neste ano. Informa que a referida Lei Municipal 12.489 de 28 de fevereiro de 2012 é de caráter autorizativo e não obrigatório. E reforça ainda que a administração municipal está aberta para negociação em relação ao patrocínio para o ano de 2017”.

 

 Nova tentativa

Chiquinho, como Francisco Quirino é conhecido, por sua vez, afirmou que em conversas preliminares com o presidente da Câmara dos Vereadores, Rodrigo Mattos,  teria sido prometido um apoio de R$15 mil mensais da Prefeitura: “Amanhã (quarta-feira), às 14h, vou me encontrar com o Rodrigo para sabermos se essa verba vai sair ou não. Sem ela, não dá para colocar o time em frente”.

Sobre o Conselho Técnico, Chiquinho disse que Alberto Simão irá representar a equipe na Federação, mas que, para isso, depende da confirmação da verba: “Quem vai ao Conselho Técnico é o Alberto. O contrato já está pronto e só falta assinar, mas para isso precisamos do dinheiro. R$30 mil é muito dinheiro para arrumar da noite para o dia”, declarou.

 

Texto: Toque de Bola

Arte: Federação Mineira de Futebol (reprodução)

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.