27 maio 2016

Botafogo comemora vitória, afirmação de contestados, chegada de reforços e qualidade do gramado



O Estádio Municipal Radialista Mário Helênio foi o palco da primeira vitória do Botafogo após o retorno para a Série A do Campeonato Brasileiro. Os cariocas precisaram driblar o frio de Juiz de Fora e enfrentar o Atlético Paranaense. Mais de 4.400 torcedores foram prestigiar o Alvinegro e assistiram o triunfo por 2 a 1.

O primeiro triunfo na competição foi festejado como uma das partes de um “pacote” de boas novidades: além dos três pontos, o clube comemorou, na mesma quarta-feira, o fato de o goleiro Helton, antes criticado, deixar o campo aplaudido pelos torcedores, a confirmação de mais dois reforços – Camilo, ex-Chapecoense, e o chileno Canales – e a qualidade do gramado do estádio local, considerado aspecto importante na entrevista coletiva do treinador Ricardo Gomes.

Após a partida, Luis Ricardo avaliou a vitória do Botafogo. “Nas últimas partidas estávamos jogando bem, mas não saímos com a vitória. Hoje não tivemos uma atuação tão boa e vencemos. Claro que queremos conciliar boas exibições e vitórias, mas o importante é vencer”, destacou o lateral.

Com os três pontos conquistados, o Botafogo pula para a oitava colocação, com quatro pontos, e enfrenta o Fluminense no domingo, 29, em Volta Redonda, às 16h. O Atlético-PR caiu para a lanterna da competição, com apenas um ponto. Sábado, 28, às 18h30, o Furacão recebe o Figueirense, na Arena da Baixada.

Ribamar abriu o caminho para a vitória do Botafogo sobre o Atlético Paranaense em quarta-feira que trouxe novo ânimo ao clube carioca

Ribamar abriu o caminho para a vitória do Botafogo sobre o Atlético Paranaense em quarta-feira que trouxe novo ânimo ao clube carioca

O jogo

O Botafogo abriu o placar logo no início da primeira etapa. Aos 17 minutos, Victor Luis deixou o jovem Ribamar sozinho com o goleiro Weverton. O atacante driblou o arqueiro paranaense e tocou para o gol vazio. Com o placar adverso, coube ao Furacão correr atrás do prejuízo. O restante do primeiro tempo foi de pressão do rubro-negro, que esbarrou na falta de pontaria de seus jogadores.

Na etapa complementar foi o Atlético-PR quem marcou no início. Vinícius saiu do banco para empatar a partida aos 13 minutos. O 1 a 1 não era bom para nenhuma das duas equipes, principalmente para o Glorioso, que jogava em casa e tem um clássico pela frente. Sendo assim, Ricardo Gomes colocou em campo Neilton, o trunfo alvinegro. O camisa 17 definiu a partida. Depois de boa troca de passes com Salgueiro, o atacante acertou um belo chute no ângulo adversário. Ainda deu tempo de Helton Leite salvar o resultado positivo. Criticado por parte da torcida, o goleiro fez grandes defesas no final do jogo.

Reforços chegando

A diretoria do Botafogo não esconde o desejo por contratações. Antes do jogo em Juiz de Fora, o meia Camilo, ex-Chapecoense, e o atacante chileno Canales foram anunciados como reforços do clube. O técnico Ricardo Gomes preferiu não comentar sobre o assunto, mas a torcida vê a chegada dos atletas com otimismo. “Com a entrada do Camilo, Canales e Pimpão (anunciado há mais tempo) o time ganha muito em qualidade. Acho que conseguiremos evitar o rebaixamento, que é nosso objetivo. O presidente Carlos Eduardo Pereira está fazendo uma boa gestão, com os pés no chão. Vamos passar alguns anos sem protagonismo para que o clube se reorganize. Não adianta fazer loucuras agora, só estaríamos adiando um caos financeiro”, avalia Francisco Corrêa, o Botazorgo Alvinegro.

Incentivo da torcida do Botafogo durante toda a partia foi considerado fundamental para a conquista da primeira vitória no Brasileiro

Incentivo da torcida do Botafogo durante toda a partia foi considerado fundamental para a conquista da primeira vitória no Brasileiro

Confira os principais trechos da entrevista coletiva concedida pelo treinador Ricardo Gomes após o jogo

Avaliação do jogo

RICARDO GOMES: Foi um jogo difícil, o Atlético-PR foi superior. Viemos de dois jogos em que jogamos bem e não ganhamos. Essa noite foi o inverso, o Atlético teve as melhores chances e nós quem marcamos. Esse é o futebol. Fizemos boas jogadas no segundo tempo e conseguimos matar o jogo. Essa vitória é muito importante.

Contratações

RICARDO GOMES: Acho que são bons nomes, mas prefiro falar quando estiver preto no branco, para não dar mole ao azar. Vamos esperar.

Pressão da torcida

RICARDO GOMES: Estamos apenas começando o campeonato. Esse estresse já na terceira rodada não adianta nada. Temos uma condição financeira que está melhorando e, consequentemente, as contratações. Na minha cabeça vamos fazer uma boa campanha.

Vaias e aplausos

RICARDO GOMES: Não posso analisar comportamento de torcida. Isso é paixão. Não dá para explicar.

Atuação do goleiro Helton Leite

RICARDO GOMES: Não é a primeira vez que ele faz boas partidas. O Jefferson é nosso número um, mas com a lesão, o Helton é nosso titular e isso pesa. Ele ainda está digerindo e hoje foi muito bem.

Dupla Ribamar-Neilton

RICARDO GOMES: Ainda tem muita coisa para acontecer. Falamos que um atacante com mais experiência seria importante e parece que já aconteceu (contratação de Canales). Juventude precisa de experiência ao lado.

Victor Luis

RICARDO GOMES: Victor foi muito bem. Ele me surpreendeu. Chegou agora e parece que já estava com a gente há um ano. Fiquei surpreendido pelas atuações. No intervalo ele passou mal e voltou. Além de tudo, tem muita raça, vontade. Temos uma bela expectativa em relação ao futuro dele e ao nosso.

Raça dos jogadores

RICARDO GOMES: Neilton sofreu uma pancada no último jogo e preferi deixá-lo no banco. Entrou na segunda etapa e foi decisivo, assim como o Victor. Conseguimos montar uma equipe que pensa no Botafogo, não na parte individual. Acho que isso é o que o Botafogo tem de melhor: a força do coletivo.

Lesão de Rodrigo Lindoso

RICARDO GOMES: Ainda não sei a gravidade. Ele sofreu algumas pancadas, mas ainda não tenho detalhes.

Vitória antes do clássico

RICARDO GOMES: Muito importante. No futebol precisa-se de qualidade, organização e muita moral. Ir para um clássico depois de três jogos sem vitória, com rivalidade, seria complicado.

Volta de Muricy

RICARDO GOMES: Estressante é ficar em casa. Eu faço o que gosto. Não pode ser a minha opinião ou a do Muricy, é a opinião dos médicos. Dou força ao Muricy, espero que ele continue, mas a opinião dos médicos vale muito mais do que a minha.

(Nota da redação: na manhã de quinta-feira, Muricy informou ao Flamengo que não seguirá como treinador da equipe, em função dos problemas de saúde)

Juiz de Fora ou Xerém?

RICARDO GOMES: Los Larios é mais para Copa do Brasil. Não a primeira vez que jogamos aqui. Contra o Flamengo dividimos a torcida, mas tem o desgaste da viagem. Los Larios é mais perto, mas o campo é pior. O importante é a qualidade do gramado e aqui é melhor.

Veja, abaixo, os resultados da terceira rodada do Brasileiro (fonte: CBF. Se preferir, clique sobre a imagem para ampliar)

Série A - Rodada 3 CBF

Veja, abaixo, os jogos da quarta rodada do Brasileiro (fonte: CBF. Se preferir, clique sobre a imagem para ampliar)

Série A - Rodada 4 CBF

Veja, abaixo, a classificação do Brasileiro (fonte: CBF. Se preferir, clique sobre a imagem para ampliar)

 

Classificação CBF

 

 

Texto: Cérix Ramon, com supervisão de Ivan Elias – Toque de Bola

Fotos: Vítor Silva – RRPress – Botafogo

Informações Série A: site da CBF

Edição: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

 

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.