29 fev 2016

Chapadão supera Roma por 3 a 1 e é campeão adulto da Copa Camisa 12. Veja dezenas de fotos



Camisa 10 sai do banco no intervalo para resolver a partida, rojão atirado no gramado, golaço de falta e torcida gritando o tempo todo. Todos esses fatores resultam em uma final para ninguém botar defeito. E foi o que ocorreu no campo do Guaporé na manhã deste domingo, 28, na decisão da categoria adulta da Copa Camisa 12 de Futebol Amador. O Chapadão venceu o Roma por 3 a 1 e conquistou o título.

Chapadão campeão da Copa Camisa 12

Chapadão campeão da Copa Camisa 12

   O jogo

No clássico do bairro Dom Orione, a torcida compareceu em massa na manhã de domingo no campo do Guaporé. O Roma tinha torcida com bateria, bandeira e rojões. O Chapadão, que reúne muitos jogadores de outros bairros, tinha os familiares dos atletas apoiando. A partida começou nervosa, com muitos chutões, jogadas duras e poucas chances de gol.

Torcida do Roma fez a festa e até causou um pouco de confusão

Torcida do Roma incentivou a equipe o tempo todo na decisão

Do lado do Chapadão, Xororó e Ramon eram os que mais levavam perigo em jogadas individuais. No Roma, apesar dos gritos incessantes da torcida, os lances mais perigosos saiam em bolas paradas com Fabson Mauzinho. Em um rebote de cruzamento, o goleiro do Chapadão, Washington, fez uma grande defesa cara a cara com Jhonny, impedindo o gol que abriria o placar no primeiro tempo.

Após o intervalo, Vilson Geninho, técnico do Chapadão, lançou Dieguinho em campo. O camisa 10 parece que foi instruído a arriscar chutes de fora da área. Logo em sua segunda tentativa, a bola explodiu na zaga e sobrou para Cristiano, que bateu rasteiro, cruzado, abrindo o placar.

O nervosismo com o gol sofrido aumentou do lado do Roma, e os gritos na beira do campo do seu treinador, Cássio Antônio, aumentaram. Porém não houve muito tempo para sofrer, pois em cobrança magistral de Fabson Mauzinho o Roma empatou: 1 a 1.

Na comemoração, a torcida lançou um rojão no gramado, próximo à baliza do goleiro Washington. O árbitro da partida, Júlio Paulino, paralisou o jogo até que os ânimos se acalmassem.

Goleiro Washington (azul) conversa com torcedores após estourarem um rojão próximo à baliza

Goleiro Washington (azul) conversa com torcedores após estourarem um rojão próximo à baliza

Com a bola rolando novamente, o Chapadão não pareceu sentir o golpe e passou a trabalhar ainda mais a posse de bola. E foi em uma troca de passes que a bola chegou até Dieguinho, novamente na entrada da área. O camisa 10 arriscou o chute de fora, a bola desviou na zaga e morreu no fundo das redes: 2 a 1.

Com a vantagem no placar recuperada, o Chapadão não cometeu o mesmo erro e manteve a posse de bola, controlando a partida. Confiante, Dieguinho, de muito longe, finalizou no cantinho do goleiro Maxwell, que até tocou na bola, mas não pode evitar o gol. Placar final: Chapadão 3 x 1 Roma.

 

 Paciência

Dieguinho, que está há quatro anos no Chapadão, demonstrou alegria em sair do banco e decidir a final: “Motivo de muita alegria poder sair do banco e ajudar a equipe a conseguir a vitória. O diferencial da nossa equipe foi a paciência. Conseguimos tocar a bola, manter a posse dela e jogar o nosso futebol, sem cair na intimidação do time deles, por isso fomos felizes e saímos com o título”, declarou.

Além dos campeões, Cléber, do Arsenal do Mundo Novo, com sete gols e o América do Progresso, também receberam prêmios de artilheiro e defesa menos vazada, respectivamente.

Dieguinho, destaque da final exibe o troféu de campeão

Dieguinho, destaque da final, exibe o troféu de campeão

 

Ficha Técnica

Chapadão 3 x 1 Roma

Campo do Guaporé – 28/02/2016

Árbitros: Júlio Paulino, Gabriel Santos e Lucas Dias

Chapadão: 1-Washington, 2-Cristiano, 3-João Carlos, 4-Yago, 5-João Júnior, 6-Erick, 7-Rafael, 9-Marcinho, 10-Dieguinho, 11-Xororó, 13-Mauro, 15-Ramon, 17-Caio, 19-André, 82-Carlos Roberto. Técnico: Vilson Geninho.

Gols Chapadão: Cristiano, Dieguinho (2)

Roma: 1-Maxwell, 3-Rodiney, 4-Daniel, 5-Jhonny, 6-Tadeu, 7-Luis Carlos, 8-Douglas, 9-Lucas, 10-Fabson Mauzinho, 11-Wesley, 12-Denis, 14-Hércules, 15-Casé, 16-Tahuan, 17-Magnum, 18-Israel, 19-Jhonatan, 20-Felipe. Técnico: Cássio Antunes.

Gol Roma: Fabson Mauzinho

Confira mais fotos da final

comemoracao

Chapadão campeão da Copa Camisa 12

Chapadão campeão da Copa Camisa 12

João Júnior recebe o troféu das mãos de Luizinho

João Júnior recebe o troféu das mãos de Luizinho

Lucas Dias, Júlio Paulino e Gabriel Santos

Lucas Dias, Júlio Paulino e Gabriel Santos, trio do quadro de árbitros da Liga de Futebol de Juiz de Fora

Capitão Luizinho recebe o troféu de vice-campeão

Capitão Luizinho recebe o troféu de vice-campeão

Roma vice-campeão da Copa Camisa 12

Roma vice-campeão da Copa Camisa 12

DSCN3981 DSCN3985 DSCN3993 DSCN3999 DSCN4004 DSCN4005 DSCN4010 DSCN4020 DSCN4026 DSCN4027 DSCN4036 DSCN4043 DSCN4045

Dieguinho entrou no segundo tempo e decidiu a partida

Dieguinho entrou no segundo tempo e decidiu a partida

 

Texto: Guilherme Fernandes, estagiário do Toque de Bola, com edição e supervisão de Ivan Elias – Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

16 set 2017
Aílton cita título brasileiro de 96 pelo Grêmio, contra a Lusa, para animar jogadores

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.