10 jan 2016

Toque na emoção: veja pontos finais dos sets da primeira vitória do JF Vôlei na Superliga



Enfim o JF Vôlei conquistou sua primeira vitória na Superliga 2015/2016. Foi preciso um novo ano para o jejum de 11 jogos sem vencer se encerrar. Na abertura do returno da competição, na noite deste sábado, 9, no ginásio da Faefid, e com cobertura ao vivo pela web rádio do Toque de Bola, os juiz-foranos bateram a Voleisul/Paquetá Esportes por 3 sets a 2, parciais de 25/23, 20/25, 25/27, 25/23 e 15/11.

Acesse o vídeo para conferir os pontos finais dos cinco sets, com a narração do Toque de Bola (transmissão com apoio de Plasc, Prefeitura de Juiz de Fora, Hiperroll Embalagens, SoLed Projetos Luminotécnicos e Programa Sócio-Torcedor do JF Vôlei).

 

Torcida joga junto

A partida foi marcada pelo apoio irrestrito dos torcedores, mesmo em momentos adversos, por uma confusão envolvendo o treinador gaúcho e parte da torcida, pela ausência em quadra do reforço do time visitante, por não estar regularizado, e pela utilização de apenas um dos três jogadores que chegaram para compor o elenco do time mineiro.

A vitória serve para trazer novos ares ao time da Zona da Mata mineira, porém, se tratando de classificação não muda muita coisa. O JF Vôlei somou dois pontos e permanece na lanterna com cinco. A Voleisul se mantém na nona colocação com 14, mesmo somatório do Bento Vôlei/Isabela, mas com uma vitória a menos.

Jogo foi marcado por muito equilíbrio

Jogo foi marcado por muito equilíbrio

  Equilíbrio

Antes do início da partida, os bastidores da Voleisul estavam agitados. O oposto Bob, contratado para reforçar a equipe, ficou na arquibancada, pois não foi regularizado a tempo para o jogo. O ponteiro Samuel, que era dúvida para o confronto, foi relacionado como líbero e ficou apenas no banco de reservas.

Do lado mineiro, a expectativa era grande para iniciar de forma positiva o returno. Fadul e seus comandados demonstravam confiança, que era seguida do lado de fora pelos torcedores que compareceram em bom número ao ginásio. Porém apenas uma novidade foi relacionada no time mandante: o oposto Thiago Maciel foi o único escolhido dos três atletas contratados para o returno da Superliga pelo técnico juiz-forano para ficar na suplência.

  Lá e cá

O primeiro set mostrou bastante equilíbrio. As duas equipes erravam pouco e aproveitavam os contra-ataques. JF controlou o placar até a primeira parada técnica, Na segunda, os gaúchos estavam na frente. Mas na reta final do parcial, os donos da casa forçaram o saque e com a marcação de dois toques do levantador Rafinha, fecharam em 25 a 23.

Vantagem gaúcha

No segundo parcial, após uma bronca do treinador Paulo Roese, a Voleisul voltou mais atenta e abriu quatro pontos de vantagem. O JF Vôlei errava muito na recepção e não conseguia reagir, irritando o central Igor,  que se queixava muitos dos erros dentro de quadra, e Alessandro Fadul chamou a atenção dos atletas para recolocar a equipe no jogo, diminuindo a diferença para apenas um ponto no ponto 20. Mas novamente o saque dos gaúchos fez a diferença e os visitantes fecharam o set em 25 a 20.

 Lá e cá outra vez 

O equilíbrio voltou a aparecer no terceiro parcial, as equipes foram trocando pontos em boa parte do tempo. O central Robinho, ex-UFJF, era o destaque do lado gaúcho, e o central Ninão chamava atenção do lado mineiro. O JF Vôlei chegou a ter o set point, mas após um bom ataque do oposto Franco e um erro no contra-ataque do meio-de-rede Diego, a Voleisul virou o confronto para 2 sets a 1, fechando em 27 a 25.

  Igualdade: 2 a 2 

A pressão era intensa no quarto set. Paulo Roese queria fechar o jogo ali e não dar chances ao JF Vôlei, que por sua vez, via como imprescindível a vitória no confronto. O ginásio “entrou no clima” e incentivou em todo momento. Com Renato e Djalma bem marcados, coube ao central Ninão, que saiu do banco de reservas no parcial anterior, ser o fator chave para o desempenho dos juiz-foranos, que fecharam em 25 a 23 e levaram o confronto para o tie-break.

Toque de Bola registrou toda confusão ao vivo. Placa atirada pelo treinador adversário atingiu uma torcedora. Roese pediu desculpas em seguida, mas o quinto set começou com cartão vermelho para a Voleisul/Paquetá e consequentemente ponto para o JF Vôlei

Toque de Bola registrou toda confusão ao vivo. Placa chutada pelo treinador adversário atingiu uma torcedora. Roese pediu desculpas em seguida, mas o quinto set começou com cartão vermelho para a Voleisul/Paquetá e consequentemente ponto para o JF Vôlei

Confusão após quarto set

Após sofrer o ponto que empatou a partida, o técnico da Voleisul, Paulo Roese, chutou a caixa com as placas de substituição e uma delas acabou voando em direção a arquibancada e acertou uma torcedora. Logo a confusão estava armada entre torcida e o banco de reservas dos visitantes. A jovem Lorena Roux, namorada do levantador do JF Vôlei, Felipe Hernández, relatou ao Toque de Bola que foi apenas um susto e que não se machucou.

Prontamente o treinador gaúcho pediu desculpas a moça e à torcida, que estava ensandecida com o ocorrido. “Estou profundamente arrependido, não é da minha índole fazer uma coisa dessas, foi um acidente. No calor do jogo acabei me excedendo e quase machuquei uma torcedora, estou profundamente arrependido e peço desculpas a todos, foi um erro todo meu”, lamentaria Paulo Roese, após a partida, também nos microfones do Toque de Bola.

Com este ocorrido, o time visitante iniciou o tie-break já perdendo por um a zero, pois foi advertido com o cartão vermelho. Com os nervos abalados do lado gaúcho e a moral elevada do lado mineiro, o JF Vôlei controlou o quinto set e, enfim, conseguiu a primeira vitória na Superliga. No tempo técnico, a vantagem era de 8 a 6. Na segunda metade, o apoio da torcida parece ter contagiado de vez o time local: 15 a 11.

No quinto set, JF Vôlei abre 9 a 6. Com apoio incondiconal da torcida, time consegue manter a vantagem e confirmar a primeira vitória na competição

No quinto set, JF Vôlei abre 9 a 6. Com apoio incondiconal da torcida, time consegue manter a vantagem e confirmar a primeira vitória na competição

 Renato ganha Viva Vôlei

Renato foi eleito o melhor em quadra e recebeu o Troféu Viva Vôlei. Com 22 acertos, o oposto Franco, da Voleisul Paquetá foi o maior pontuador.

“Não acho que este foi o nosso melhor jogo. A equipe não desistiu em nenhum momento, buscamos resultados adversos, evoluímos bastante, permanecemos concentrados durante a partida e não nos abatemos com nada. O resultado é reflexo do esforço diário. Vamos comemorar muito, mas tendo consciência de que precisamos trabalhar jogo a jogo para sair da situação incômoda em que nos encontramos. O clima no jogo de hoje foi diferente, tanto dentro de quadra como fora, com a torcida que apoiou muito e foi muito importante no resultado”, comentou Renato.

Renato foi eleito o melhor em quadra

Renato foi eleito o melhor em quadra

  Roese: de saída?

Após a partida, o treinador da Voleisul, Paulo Roese, muito descontente falou em alto e bom som para seu time que não continuaria mais à frente da equipe. Aos microfones do Toque de Bola, quando voltou do vestiário, disse que iria repensar a sua permanência: “Vou repensar se vou continuar como treinador. Muitos erros da nossa retaguarda e uma Superliga não admite isso”, declarou.

Ficha técnica

JF Vôlei 3 x 2 Voleisul/Paquetá Esportes

25/23, 20/25, 25/27, 25/23 e 15/11

JF Vôlei: Maurício, Leandro, Renato, Djalma, Igor e Diego. Líbero: Fábio Paes. Entraram: Tatinho, Thiago Maciel, Felipe Hernández, Ninão, Tárik. Técnico: Alessandro Fadul

Voleisul/Paquetá Esportes: Rafinha, Franco, Jonatas, Thiago Mão, Robinho e Acácio. Líbero: Thalles. Entraram: Bernardo Roese, Renan Santos, Nicolas e Composto. Técnico: Paulo Roese

SUPERLIGA MASCULINA 2015/2016 
PRIMEIRA RODADA DO RETURNO

09.01 (SÁBADO) – JF Vôlei (MG) 3 x 2 Voleisul/Paquetá Esportes (RS), às 18h, na UFJF, em Juiz de Fora (MG) (25/23, 20/25, 25/27, 25/23 e 15/11)
09.01 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 0 Bento Vôlei/Isabela (RS), às 19h, no Riacho, em Contagem (MG) (25/19, 25/21 e 25/19)
09.01 (SÁBADO) – São José Vôlei (SP) 3 x 2 Minas Tênis Clube (MG), às 19h, no Tênis Clube, em São José dos Campos (SP) (20/25, 25/21, 25/19, 22/25 e 15/13)
09.01 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 2 Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 20h, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (26/24, 20/25, 27/29, 25/18 e 15/12)
09.01 (SÁBADO) – Funvic/Taubaté (SP) 3 x 0 Montes Claros Vôlei (MG), às 21h30, no Abaeté, em Taubaté (SP) (25/21, 27/25 e 25/19)
19.02 (SEXTA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Brasil Kirin (SP), às 19h30, no Chico Neto, em Maringá (PR)

Classificação (se preferir, clique para ampliar)

Sem título

 

Texto : Guilherme Fernandes, estagiário do Toque de Bola, com supervisão de Ivan Elias

Participaram da transmissão: Mônica Valentim (coordenação e produção), Ivan Elias (narração), Eugênio Gomes (comentarista convidado), Bruno Kaehler e Guilherme Fernandes (reportagens) e Webert Brito (som HD),

Informações complementares: site da Confederação Brasileira de Voleibol

Fotos: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.