06 jan 2016

Mérito Panathlon 2015, Stopa sonha com Rio 2016, mas prioriza legado: “Ainda tenho muito para fazer no MTB”



Ícone do mountain bike no Brasil, Embaixadora do XTerra MTB Cup, quarta colocada no Ranking de MTB XCO da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e detentora de títulos e mais títulos a cada temporada que se passa. Certamente você sabe que falamos de Roberta Stopa (X-Fusion / Damatta / Cly Componentes / Brou Team), a incansável atleta de 35 anos que ainda sonha com um lugar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, mas prioriza novas conquistas na modalidade na busca de um legado ainda maior:

“Sinto que ainda tenho muito para fazer no mundo do mountain bike. Esse esporte é de alta performance e quanto mais se treina, mais resultado se conquista”, conta Stopa.

Stopa recebe o Mérito Esportivo Panathlon 2015

Stopa recebe o Mérito Esportivo Panathlon 2015 da panathleta Mônica Bellini Mendonça e do presidente do Panathlon Club Juiz de Fora, Cláudio Esteves

Sobre a dezena de títulos, a humildade ainda é marca. No dia 10 de dezembro, a atleta multicampeã foi agraciada com o Mérito Esportivo Panathlon entre os destaques de Juiz de Fora na temporada, pela nona vez: “É importante por poder ser reconhecida pelos organizadores, passar experiência para o próximo e deixar um legado do conceito do evento e do meu trabalho”, avaliou.

Roberta Stopa em ação durante uma das 29 provas disputadas em toda a temporada

Roberta Stopa em ação durante uma das 29 provas disputadas em toda a temporada

 

  Ano “produtivo”

“O 2015 foi bem produtivo, corri 29 provas, sendo cinco de ciclismo de estrada e quase todas em pódios. Terminei com alguns títulos importantes como o do XTerra, Copa Big Mais, 5 Horas e outros, e finalizei minha temporada em casa, em um cenário diferente, competindo no Duathlon Thiago Machado”, analisou a vitoriosa atleta, recordando, por último seu título na prova de revezamento misto do Duathlon Thiago Machado, e, posteriormente, destacando um compromisso em especial:

“Com certeza a Brasil Ride foi a mais marcante. Competir em dupla é sempre uma caixinha de surpresas, um aprendizado e esse ano foi uma experiência única”.

Pódio da Copa Big Mais com Stopa na primeira colocação

Pódio da Copa Big Mais com Stopa na primeira colocação

Rio 2016

Minha situação não é das mais favoráveis, mas a corrida só acaba quando se cruza a linha de chegada. Pelo País ser sede nós já temos uma vaga garantida, ou seja a disputa por essa vaga de acordo com a CBC será preenchida pela atleta com o maior número de pontos no ranking internacional”, explicou Stopa, atual terceira colocada na classificação.

No Rio 2016 ou não, Roberta Stopa é garantia, há anos, de que as bandeiras de Juiz de Fora e do Brasil serão sempre bem representadas no mountain bike em todo o mundo.

 

Texto: Bruno Kaehler – Toque de Bola

Fotos: Érico Cavalcante e Divulgação

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br  


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse