03 nov 2015

Só 0 a 0: nos pênaltis, Vila Nova vai à final da Série C



O Vila Nova-GO superou o Brasil de Pelotas-RS na noite da segunda, 2, e garantiu sua vaga na final da Série C. Com dois gols dos goianos anulados e o placar mantido em 0 a 0 no tempo normal, mesmo resultado do jogo de ida no Sul, a disputa foi para as penalidades e os donos da casa venceram por 4 a 3 no Estádio Serra Dourada diante de 25 mil pessoas. Agora, o Tigre tem pela frente o Londrina, que bateu o Tupi na outra semifinal, na decisão do título da competição.

As datas para os dois jogos da final foram oficializadas nesta terça pela CBF. A partida de ida ocorre em Londrina, no estádio Do Café, no domingo, 8 de novembro. Já a volta, definindo o campeão, está marcada para 21 de novembro, no Serra Dourada. Apesar do terceiro lugar na chave A (Tubarão foi líder do grupo B), o Vila somou mais pontos que os paranaenses até a final e conquistou, como previsto em regulamento, o direito de realizar a segunda partida diante dos torcedores goianos.

25 mil pessoas compareceram ao Serra Dourada nesta segunda, 2 (Foto: Ricardo Rafael/O Popular)

25 mil pessoas compareceram ao Serra Dourada nesta segunda, 2 (Foto: Ricardo Rafael/O Popular)

O jogo

Com 25 mil pessoas no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Vila Nova comandou a partida do início ao fim. Precisando de uma vitória simples para avançar, os donos da casa mantiveram a posse de bola e tentaram furar a retranca xavante. Robston, em cobrança de falta, foi o primeiro a assustar o goleiro Eduardo Martini. Aos 10 minutos da etapa inicial, Vinicius Simon, de cabeça, balançou as redes, mas estava em posição irregular e o gol foi anulado, frustrando os torcedores do Tigre.

No segundo tempo, logo de cara o Vila quase abriu o placar. Matheus Anderson desviou cruzamento de calcanhar obrigando o goleiro gaúcho a fazer um verdadeiro milagre. Frontini ainda teve duas oportunidades e em uma delas chegou a vencer Martini, mas o gol foi anulado novamente. Com o placar inalterado e o resultado igual ao da primeira partida das semifinais, a decisão foi para os pênaltis.

Foram necessárias sete cobranças de cada lado para definir o segundo finalista da Série C 2015. Pelo Vila Nova, Robston, Baiano, Vítor e Bruno Lopes marcaram, enquanto Frontini, Ramires e Marinho Donizete perderam. Pelo Brasil de Pelotas, Gustavo Papa, Jardel e Brock converteram, mas Xaro, Gallardo, Washington e Wender desperdiçaram suas cobranças.

Apesar de ainda não terem data oficializada, a ordem das partidas da final está definida. Como o Londrina terminou a fase de classificação em primeiro no grupo B e o Vila Nova em terceiro no grupo A, o primeiro jogo da decisão será em Goiás, com duelo decisivo no Paraná.

0 a 0 no tempo normal levou a disputa para os pênaltis (Foto: Ricardo Rafael/O Popular)

0 a 0 no tempo normal levou a disputa para os pênaltis (Foto: Ricardo Rafael/O Popular)

Ficha técnica

Vila Nova-GO

Edson; Vinícius Simon, Vitor e Gustavo Bastos; Marcelo (Baiano), Francesco (Matheus Anderson), Robston, Ramires e Marinho Donizete; Moisés (Bruno Lopes) e Frontini. Técnico: Márcio Fernandes

Brasil-RS

Eduardo Matini; Wender, Leandro Camilo, Teco e Xaro; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia (Brock), Diogo Oliveira (Jardel) e Galiardo; Cleverson (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmerman

 

 

Fotos: Ricardo Rafael/O Popular

Texto com informações do site da CBF

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 ago 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

17 ago 2017
Juiz-forano Artur Bitarello confirma boa fase, vence XTerra em Mangaratiba e lidera na faixa 25-29 anos

16 ago 2017
Aílton vê “desrespeito” na atitude de jogadores do Mogi. Verba da Federação Paulista pode socorrer o clube

15 ago 2017
Futsal: goleada garante Sesi Juiz de Fora na semifinal do Campeonato Mineiro Sub-13 do Interior

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.