13 nov 2015

Que início! JF Vôlei luta, mas perde para Maringá no tie-break



Com transmissão da web rádio do Toque de Bola, não faltou emoção na primeira partida do Juiz de Fora Vôlei no Ginásio da UFJF pela Superliga Masculina 2015/2016. Em mais de três horas de confronto, o Copel Telecom Maringá (PR) derrotou os juiz-foranos na noite da quinta-feira, 12, por 3 sets a 2 (25/21, 24/26, 25/23, 18/25 e 17/19), conquistando dois pontos importantes na competição. A equipe da casa, com a vitória em dois parciais, somou seu primeiro ponto no campeonato. O central dos visitantes, Aureliano, ex-UFJF (hoje JF Vôlei), recebeu o Troféu Viva Vôlei como o melhor atleta do duelo. O japonês Fukuzawa, também do Maringá, foi o maior pontuador, com 30 lances efetivos.

O JF Vôlei já mira, no sábado, o Lebes/Gedore/Canoas (RS), em partida da terceira rodada da Superliga, às 18h, também no Ginásio da Federal e com transmissão da web rádio do Toque de Bola. Já os paranaenses visitam o Sada Cruzeiro, também no sábado, às 19h, em Contagem (MG).

Transmissão do Toque foi novamente sucesso com os comentaristas José Eduardo Bara e Eugênio Gomes

Transmissão ao vivo do Toque foi novamente sucesso com os comentaristas José Eduardo Bara e Eugênio Gomes

Por pouco

O técnico do JF Vôlei, Alessandro Fadul, elogiou a evolução de seu grupo, mas lamentou a derrota:

“Todas as partidas serão assim, resolvidas nos detalhes. Se for comparar com a primeira, tivemos uma evolução muito grande, principalmente no saque, que tinha sido muito ruim lá e hoje fomos muito bem. Pecamos no segundo set e poderíamos ter tornado ele diferente, mas não aproveitamos por nossas falhas. Talvez aquele segundo parcial tenha comprometido um pouco a partida. Mas a equipe está de parabéns pela forma como se portou dentro de quadra, lutando do início ao fim. Por duas vezes, no terceiro set e tie-break, buscamos e saímos de uma situação muito difícil com a qualidade do nosso bloqueio e defesa. Ficamos contentes pela postura, mas não satisfeitos com o resultado. Podíamos ter carimbado uma vitória, mas o grupo está de parabéns pela forma como se comportou dentro de quadra”.

Apesar da derrota, técnico Alessandro Fadul utilizou elenco no jogo e obteve resposta em quadra

Apesar da derrota, técnico Alessandro Fadul utilizou elenco no jogo e obteve resposta em quadra

Argentino satisfeito

Horacio Dileo pediu que atletas do Maringá desfrutassem o resultado

Horacio Dileo pediu que atletas do Maringá desfrutassem o resultado

Do outro lado da quadra, o técnico do Copel Telecom Maringá, Horacio Dileo, valorizou os dois pontos pela entrega das duas equipes em quadra:

“Primeiro é parabenizar a comissão técnica e o time de Juiz de Fora que fizeram grande partida. Jogamos muito nervosos, ansiosos para fechar e acho que se tivéssemos ganhado o terceiro set, poderíamos ter uma vantagem boa e fechado no quarto, porque eles haviam caído um pouco, mas o melhor que fizemos foi esquecer o que fizemos no terceiro e voltar a jogar. E no tie-break aconteceu a mesma coisa. Uma vantagem tranquila, jogando bem, eles chegaram perto no match point, mas seguimos jogando. É essa a ideia que tenho para meu time, que joguem todas as bolas como se fossem a última”, destacou o hermano.

“Temos que começar a gostar de ganhar”

Maior pontuador do time juiz-forano com 15 ataques e dois bloqueios efetivos, o ponteiro Renato Hermely não se contentou com a evolução da equipe e pediu mais já para o sábado, diante do Canoas:

“Temos que começar a gostar de ganhar. Fizemos um belíssimo jogo? Tivemos alguns erros? Ok, vamos corrigir para que no sábado, se tivermos a oportunidade de vencer, matar os caras e ganhar a partida”, projetou.

“Lei do ex”

Central Aureliano com o Troféu Viva Vôlei

Central Aureliano com o Troféu Viva Vôlei

No esporte, aqueles atletas que enfrentam um clube que já defendeu, muitas vezes, tem uma motivação extra e acaba tendo grande atuação em quadra. Foi o caso do central Aureliano, que já vestiu a camisa da então UFJF, e recebeu prêmio como melhor em quadra nesta quinta:

“É uma satisfação muito grande ganhar o Viva Vôlei hoje. E jogar a favor é gostoso, mas contra é mais prazeroso também. Tanto uma equipe quanto a outra sabiam da importância dos três pontos, infelizmente conseguimos dois, mas estamos muito felizes pelo resultado positivo”, avaliou o meio de rede, ressaltando ainda a presença do torcedor no ginásio:

“Ver essa galera torcendo, vibrando e curtindo junto não tem dinheiro que pague!”.

Incendiou

Parte da recuperação do JF Vôlei no terceiro set, quando a equipe chegou a perder por diferença de quatro pontos, se deve ao capitão, Mark Plotyczer. O ponteiro entrou pela primeira vez em quadra e, de cara, anotou quatro pontos consecutivos, com direito a um lindo ace. A vitória no parcial foi sacramentada e, mesmo com a derrota, Mark destacou o comportamento da equipe e o casamento com o torcedor:

“Estamos no caminho certo. Faz três semanas que estamos trabalhando em um ritmo muito bom, completos, enquanto as outras equipes estão um pouco na nossa frente. É ter paciência e continuar trabalhando que a vitória vai chegar. Agradecer também a torcida que veio hoje, fez um barulho, ajudou a gente e para sábado precisamos de ainda mais pessoas vindo. Nossa equipe está conseguindo jogar de igual para igual e esperamos casa cheia no sábado”, analisou com otimismo.

Ponteiro Mark entrou com tudo no terceiro set e não deixou a equipe após vitória no parcial

Ponteiro Mark entrou com tudo no terceiro set e não deixou a equipe após vitória no parcial

“Carga emocional muito forte”

Não faltou catimba e pressão na partida. Em quase todos os momentos de polêmica, o levantador Thiago Gelinski usava sua experiência, como de costume, valorizando ainda mais o resultado final:

“Foi muita pressão não só por causa da arbitragem. Vocês me conhecem e sabem que sempre falo com os árbitros. Mas o jogo foi muito tenso, principalmente no tie-break em que tivemos 14 a 11. No terceiro set fizemos 20 a 17, 22 a 20, 23 a 21 e não ganhamos. Tivemos que retomar, uma carga emocional muito grande porque o time estava fluindo e de repente tomou uma sequência de pontos e acabou perdendo o set. Então foi uma vitória muito importante com todos os nossos desfalques e problemas. Ganhamos dois pontos importantíssimos para o campeonato”.

 

Ficha Técnica – JF Vôlei 2 x 3 Copel Telecom Maringá (25/21, 24/26, 25/23, 18/25 e 17/19)

Local: Ginásio da UFJF

JF Vôlei: Maurício, Leandrão, Renato, Djalma, Ninão, Diego e Fábio Paes. Entraram: Tatinho, Tarik, Mark, Felipe Hernandez e Ricardo Faccin.

Copel Telecom Maringá: Gelinski, Edinho, Thiago Sens, Fukuzawa, Aureliano, Ualas e Rogerinho. Entraram: Guilherme, Deivid, Elder, Michel e Arthur.

Clique aqui para acessar as estatísticas da partida registradas pela CBV

 

Resultados – 2ª rodada da Superliga Masculina 2015/2016

11.11 (QUARTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 1 Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 18h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) (25/20, 36/38, 25/20 e 25/13)
12.11 (QUINTA-FEIRA) – Juiz de Fora Vôlei (MG) 2 x 3 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h30, na UFJF, em Juiz de Fora (MG) (25/21, 24/26, 25/23, 18/25 e 17/19)
12.11 (QUINTA-FEIRA) – Sesi-SP 2 x 3 Montes Claros Vôlei (MG), às 20h, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/14, 19/25, 25/21, 28/30 e 14/16)
12.11 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Brasil Kirin (SP) 3 x 1 Minas Tênis Clube (MG), às 20h, no Taquaral, em Campinas (SP) (25/21, 25/27, 25/15 e 25/20)
12.11 (QUINTA-FEIRA) – Funvic/Taubaté (SP) 3 x 0 Bento Vôlei/Isabela (RS), às 20h, no Abaeté, em Taubaté (SP) (27/25, 25/21 e 25/19)
12.11 (QUINTA-FEIRA) – São José dos Campos (SP) 1 x 3 Voleisul/Paquetá Esportes (RS), às 19h30, no Tênis Clube, em São José dos Campos (SP) (23/25, 25/23, 19/25 e 22/25)

 

Classificação

class pos jogo

       

        Sócio-Torcedor

A direção do JF Vôlei lançou, no último dia 9, o Programa Sócio-Torcedor, em evento que trouxe a Juiz de Fora o dirigente da Confederação Brasileira de Voleibol, Radamés Lattari, que ficou bastante entusiasmado com a iniciativa local.
Com o Sócio-Torcedor, a direção do JF Vôlei, em parceria com a Big Card, procura retribuir o carinho com que o público acompanha a equipe local desde a primeira participação na Superliga, em 2011. Para conhecer o programa e aderir ao Sócio-Torcedor, basta acessar www.jfvolei.com.br/

 

 

Texto: Bruno Kaehler – Toque de Bola, com informações da CBV

Fotos: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.