20 set 2015

Já classificado, Tupi deixa a liderança em Londrina: 3 a 0. Adversário hoje seria o Asa. Veja tudo sobre a Série C



O Tupi sofreu sua segunda derrota seguida nesta Série C e perdeu a liderança do grupo para o Londrina na tarde deste domingo, 20. O Tubarão derrotou o Carijó no Estádio do Café por 3 a 0, gols de Silvio, Quirino e Bruno Batata, chegou aos 31 pontos e assumiu a primeira colocação. As duas equipes já entraram em campo classificadas para a próxima fase e agora disputam as primeiras posições na tabela para ter vantagem de decidir os jogos de volta, em casa, nas quartas-de –final.

Na última rodada, domingo, 27, o Carijó recebe o Brasil às 16h no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio e almeja terminar a disputa da fase de classificação pelo menos em segundo lugar na chave – posição atual – para ter o direito de decidir em casa no primeiro mata-mata da segunda fase, que leva seus vencedores à Série B de 2016.

  Cruzamento

Com os resultados dos jogos das duas chaves – na noite de segunda-feira, 21, houve duas partidas do Grupo A, o adversário do Tupi, vice-líder do Grupo B, seria o ASA, de Arapiraca, terceiro colocado na outra chave.  Ainda não há nenhum confronto definido com uma rodada faltando para terminar a fase de classificação.

Classificados e rebaixados

Já estão classificados para a segunda fase, primeiro mata-mata, no Grupo A, Vila Nova (GO), Fortaleza (CE) e ASA (AL).  Duas equipes brigam pela quarta vaga: Confiança (SE), 28 pontos, e América (RN), 26. Nesta segunda, o Confiança, em casa, bateu o América por 1 a 0, complicando bastante as preensões da equipe potiguar de acesso à Série B em 2016.  O Icasa-CE já está rebaixado.

Já na chave do Tupi, estão assegurados na próxima fase somente Londrina(PR) e Tupi. Portuguesa (SP) – 27 pontos, Brasil (RS), Juventude (RS) e Guarani (SP), os tês times com 26 pontos cada, disputam as duas vagas restantes para a segunda etapa da competição. Madureira (RJ) e Caxias (RS) já estão rebaixados.

Público compareceu em peso ao Estádio do Café (Foto: Ricardo Wagner)

Público compareceu em peso ao Estádio do Café (Foto: Ricardo Wagner)

O jogo

O Londrina, com o apoio da sua torcida que compareceu em peso graças à promoção de ingressos, iniciou o confronto tomando a iniciativa. Sempre pelos lados do campo com o lateral Rhuan, pela direita, e com o meia Rafael Gava, pela esquerda, que cruzavam muitas bolas na área, obrigando Sidimar e Fabrício Soares a trabalharem.

O Tupi pouco assustou, mesmo com Geraldo, que iniciou a partida entre os 11 titulares, e Júnior Paraíba, estreando com a camisa alvinegra, na equipe. Depois de tanto pressionar, o Londrina chegou ao gol aos 38 minutos com o zagueiro Silvio, que após bate-rebate na área ficou livre e chutou forte para abrir o placar. O Tubarão ainda na etapa inicial perdeu o meia Edmar, que sentiu o joelho e teve que ser substituído por Quirino. Final do primeiro tempo: Londrina 1 x 0 Tupi.

O Londrina explorou muito as jogadas aéreas (Foto: Ricardo Wagner)

O Londrina explorou muito as jogadas aéreas (Foto: Ricardo Wagner)

Mais dois

Na segunda etapa, o Tubarão manteve a pressão, mas o segundo gol só saiu aos 29 minutos. Quirino recebeu cruzamento na pequena área, ganhou de Sidimar na disputa pelo alto e marcou para o Londrina. A torcida se empolgou com o resultado e começou a apoiar ainda mais a equipe da casa. Aos 40 minutos, Luizão deu um chutão do campo de defesa, Bruno Batata ganhou na velocidade da zaga carijó e fuzilou o goleiro Glaysson, dando números finais ao confronto: Londrina 3 x 0 Tupi.

Logística atrapalhou

O técnico do Tupi, Leston Júnior, avaliou que sua equipe atuou muito abaixo do normal e revelou um certo descontentamento com a logística adotada para esta partida: “Perder é ruim em qualquer situação. Chegamos à terceira derrota e eu chamo a responsabilidade dela para mim, como treinador. O nosso segundo tempo, fisicamente, foi muito abaixo devido a viagem, o cansaço, e o Londrina aproveitou os nossos erros, fez uma boa atuação e conseguiu a vitória. Não é justificativa para a derrota o calor e o cansaço, quem errasse menos iria vencer o jogo, e o Londrina está de parabéns. O resultado foi muito aquém do que foi o jogo, mas o futebol é assim mesmo, e sabíamos que no fim da partida teríamos um desgaste maior, e foi o que acabou prejudicando o nosso desempenho. Não acho que tenha ocorrido um relaxamento por causa da posição na tabela. Nessa reta final os detalhes serão fundamentais para a definição, desde a logística até um passe dentro do jogo são importantes”, explicou.

Leston Júnior, após a derrota, admitiu que o rendimento da equipe foi abaixo do habitual (Foto: Ricardo Wagner)

Leston Júnior, após a derrota, admitiu que o rendimento da equipe foi abaixo do habitual (Foto: Ricardo Wagner)

Apoio do torcedor

O capitão do Tupi,  lateral-direito Osmar, admitiu que a equipe não jogou bem e já está com a cabeça no confronto com o Brasil de Pelotas: “Agora precisamos retomar contra o Brasil, jogando em casa, o caminho das vitórias. Precisamos do apoio do torcedor para fazer uma boa exibição e entrar bem na próxima fase. Nós jogamos mal, tivemos falhas, e não podemos pegar a questão da logística como uma desculpa pelo resultado diante do Londrina”, comentou.

Cartões amarelos

Na expectativa de zerar os cartões amarelos de jogadores titulares, as duas equipes abusaram das faltas e da demora para repor a bola. O Tupi teve três jogadores “amarelados”: Fabrício Soares e Genalvo estavam pendurados e cumprem suspensão automática contra o Brasil de Pelotas, enquanto Osmar foi advertido mas não vinha de dois cartões.

   Como ficou

O Tupi termina a 17ª rodada, penúltima da fase de classificação, na vice-liderança com 30 pontos. O Londrina assumiu o primeiro lugar do grupo B com 31. Na última rodada, o Carijó, se vencer o Brasil de Pelotas, torce contra o time paranaense, que encara o já rebaixado Madureira fora de casa, para voltar ao topo da tabela. Em caso de derrota, o Tupi pode cair para a terceira colocação, se a Portuguesa vencer o Tombense, pois a Lusa empataria em número de pontos e superaria o Alvinegro no número de vitórias.

Para assegurar pelo menos a vice-liderança da chave sem depender de outros resultados, o empate diante do Brasil é suficiente para o Tupi, diante da torcida.

O clube já havia anunciado, na semana passada, uma campanha para tentar garantir um comparecimento de público maior que a média dos jogos da equipe na Série C.

 FICHA TÉCNICA

Londrina 3 x 0 Tupi

Estádio do Café

Renda: R$170.430,00

Público pagante: 9.629 pessoas

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro, do Rio de Janeiro.
Auxiliares: Rosnei Scherer, e Alex dos Santos, ambos de Santa Catarina.

Tupi: Glaysson, Osmar, Sidimar, Fabricio Soares, Bruno Ré; Genalvo, Filipe Alves, Junior Paraíba (Gabriel Davis), Marco Goiano (Ramon); Felipe Augusto e Geraldo (Bruno Aquino). Técnico: Leston Júnior.

Londrina: Marcelo; Rhuan, Sílvio (Ítalo), Luizão e Paulinho; Diogo Roque, Germano, Rafael Gava e Zé Rafael (Netinho); Edmar (Quirino) e Bruno Batata. Técnico: Claudio Tencati

Gols Londrina: Sílvio, 38’ 1T, Quirino, 29’ 2T e Bruno Batata, 40’ 2T.

Cartões amarelos Londrina: Zé Rafael, Germano, Rhuan, Diogo Roque,.

Cartões amarelos Tupi: Osmar, Genalvo e Fabrício Soares

Classificação e resultados na 17ª rodada (se preferir, clique para ampliar)

 

 

Sem título

 

Última rodada (Fonte: site CBF. Se preferir, clique para ampliar)

Sem título

Olho no regulamento

Os quatro primeiros colocados de cada chave avançam para a segunda fase em confrontos de cruzamento olímpico entre os grupos (1°A x 4°B, 2°A x 3°B, 1°B x 4°A e 2°B x 3°A). Os semifinalistas garantem o acesso para a Série B 2016 e os dois piores de cada grupo são rebaixados. Se a competição terminasse hoje, o Tupi enfrentaria o ASA-AL.

Art. 13 – Em caso de empate em pontos ganhos ao final da segunda fase, semifinal e final, o desempate será efetuado observando-se os critérios abaixo, aplicados à fase:

1º) maior saldo de gols;

2º) maior número de gols assinalados no campo do adversário;

3º) cobrança de pênaltis, de acordo com os critérios adotados pela International Board.

  • 1º – A disputa de pênaltis, quando aplicável, deverá ser iniciada em até 10 (dez) minutos após o encerramento da partida de volta.
  • 2º – Caso 02 (dois) clubes de uma mesma cidade joguem as duas partidas no mesmo estádio, o qual será considerado neutro, não será aplicado o item 2º do presente artigo, para efeito de desempate.

Art. 14 – Para a segunda fase os 02 (dois) clubes melhores colocados em cada grupo na primeira fase farão a segunda partida como mandantes; na terceira e quarta fases os mandos de campo dos jogos de volta pertencerão aos clubes que obtiverem sucessivamente:

  1. a) maior número de pontos ganhos em toda a competição (soma das fases);
  2. b) maior saldo de gols em toda a competição (soma das fases).

Parágrafo único – Caso os 02 (dois) clubes tenham empatado em ambos os critérios, os mandos de campo serão determinados através de sorteio público, a ser realizado pela DCO, para cada fase, não sendo permitido acordo entre clubes para a não realização do sorteio.

Clique aqui e leia o regulamento da Série C completo

Texto: Guilherme Fernandes, estagiário do Toque de Bola com informações da Rádio Globo Juiz de Fora e site da CBF – Supervisão de Ivan Elias

Fotos: Ricardo Wagner

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.