03 ago 2015

Vôlei UFJF apresenta equipe em busca de rendimento para “ano de sobrevivência”



Sobreviver. Segundo o diretor técnico do Vôlei UFJF, Maurício Bara Filho, esta é a principal meta na temporada da equipe, que teve jovem elenco apresentado à imprensa antes do primeiro treino com bola na tarde desta segunda-feira, 3, no Ginásio da Faefid. Bara ainda esclareceu a situação da parceria com o Flamengo, explicou a redução orçamental e antecipou algumas datas, como a da estreia oficial da equipe na competição, dia 21 de agosto, pelo Campeonato Mineiro.

“É um ano de sobrevivência e o que vier além disso é lucro, que vamos celebrar da melhor maneira possível. Vamos com os pés no chão. Temos que trabalhar para ganhar sempre, mas a busca hoje nossa é por rendimento. Serão três campeonatos: o Mineiro, os Jogos de Minas em que somos tricampeões, e a Superliga”, projetou o diretor, ratificando que o projeto está aberto a novos patrocinadores que queiram ajudar.

Parceria com o Flamengo e orçamento reduzido

“A parceria está certa, só que dia 6 de maio tivemos uma reunião na CBV para aprovar a parceria e, a partir daí, demos andamento aos trâmites internos como a aprovação da parceria na Universidade e o Flamengo ficou a cargo da parte de marketing. O tempo foi passando e em meados do mês de junho, estando quase toda semana no Flamengo, eles começaram a indicar que não estavam conseguindo a captação de recursos e, no início de julho, já sabendo dessa realidade, o Marcelo Vido, diretor de esportes olímpicos, expôs de uma maneira muito aberta que não captaram recursos e que também não havia um horizonte”, explicou Bara. Após a conversa, as primeiras medidas para seguir na elite do voleibol brasileiro foram tomadas, com uma orçamento significavelmente menor:

“Houve uma série de reformulações em gestão, porque com os problemas das universidades, pois não é só a UFJF, a verba que tínhamos do projeto acadêmico não temos mais, e isso correspondia a 90% da nossa verba, mas mesmo assim resolvemos correr o risco, fazer uma engenharia financeira  e montar um elenco que começou a partir da conversa com o Fadul. Foi a primeira pessoa que chamei. Seria mais que natural uma valorização profissional dele, mas ele nem me deixou acabar de falar e topou o desafio. A partir daí começamos a montar o elenco com um cálculo aproximado de redução de 75% do orçamento previsto. Desde já agradecemos os parceiros que abraçaram a causa. Claro que temos uma verba, de certa forma, garantida até o fim da temporada”.

Da esquerda para a direita, técnico Alessandro Fadul, diretor Maurício Bara Filho e Supervisor Heglison Toledo

Da esquerda para a direita, técnico Alessandro Fadul, diretor Maurício Bara Filho e supervisor Heglison Toledo

Elenco

No comando, o treinador Alessandro Fadul segue, assim como os integrantes da comissão técnica da última temporada: “Já vínhamos conversando desde o término da ultima temporada até essa apresentação. Desenhávamos planos a, b, z. Optei por continuar pelo fato do projeto ser muito organizado e oferecer uma boa estrutura de trabalho, e independente do orçamento, tem base de se sustentar e desenvolver um grande trabalho. Um elenco mais jovem não significa que não teremos qualidade no trabalho. Todo esse entorno do projeto me fez acreditar na continuidade desse trabalho”, afirmou Fadul.

Fadul inicia sua segunda temporada em Juiz de Fora

Fadul inicia sua segunda temporada em Juiz de Fora

Entre os atletas, os líberos Fábio Paes e Tatinho, o central Ninão e o oposto Alemão permanecem. O grupo conta ainda com jogadores da base e estrangeiros. Bara explicou a montagem do time, inicialmente, para o torneio estadual: “Temos três grupos de jogadores: primeiro aqueles que renovaram e aceitaram as novas condições, garotos que já estiveram aqui e toparam continuar com a gente; no segundo bloco, jogadores que gostariam de estar no mercado de trabalho, e pegamos quatro meninos da base para fechar a primeira base do elenco. O grupo não está fechado, mas só vamos contratar em  função das nossas possibilidades”.

Entre as principais novidades estão os pontas Mark Plotyczer e Phillip Fuchs. Com 28 anos, Mark tem dupla nacionalidade, tendo nascido no Rio de Janeiro e defendido a Grã-Bretanha nas Olimpíadas de 2012, em Londres. Já Phillip é norte-americano e, aos 25 anos, busca sua primeira temporada na Superliga Masculina de Vôlei. Ainda foram contratados nomes como Diego, que iniciou na UFJF e estava na Espanha, e o levantador Felipe Hernandez, ex-Minas.

Ponteiro inglês e brasileiro, Mark Plotyczer será uma das referências da Federal no elenco

Ponteiro inglês e brasileiro, Mark Plotyczer será uma das referências da Federal no elenco

Confira abaixo a lista dos atletas e comissão técnica da Federal:

elenco 03-08-15

Campeonato Mineiro e partida como mandante em Ponte Nova

A estreia oficial do Vôlei UFJF já tem data e local marcados. Pelo Estadual, o time de Três Corações se junta aos juiz-foranos e equipes do Sada Cruzeiro, Montes Claros e Minas Tênis Clube na disputa e recebe a Federal no dia 21 de agosto. A UFJF ainda tenta realizar um amistoso no dia 15.

A equipe de Fadul segue mandando seus jogos em Juiz de Fora. No entanto, por questões de calendário e para minimizar custos, a UFJF entrou em acordo com o Minas e as duas equipes se enfrentarão pelo Mineiro nas duas vezes em Ponte Nova, nos dias 12 e 13 de setembro.

 

 

Texto: Bruno Kaehler – Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicação.com.br

 

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 maio 2018
Tupi tem barca, saída de preparador físico e contusão em dois dias

22 maio 2018
Panathlon Club JF comemora sucesso da 6ª Feijoada do Esporte

22 maio 2018
Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”

21 maio 2018
Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.