21 ago 2015

Fidelidade: torcida do Guarani prova que amor pelo clube vai além de divisão



Saudosismo, indignação, esperança e dúvida. Estes são alguns sentimentos que o torcedor de um clube centenário, que já viveu glórias no passado e hoje passa por uma crise imensa dentro e fora dos gramados, carrega. Mas ainda assim o amor e a fidelidade de alguns desses amantes superam qualquer dificuldade, e o apoio, mesmo com protestos, é incondicional.

É desta forma com os adeptos do Guarani Futebol Clube, de Campinas, como o Toque de Bola comprovou e registrou em transmissão de Tupi 1 x 0 Guarani pela 12ª rodada da Série C. O Bugre, campeão brasileiro de 1978, que já teve jogadores como Careca, Neto, Zenon, Amoroso, Luizão e tantos outros craques, hoje está na Série C do Campeonato Brasileiro e na Série A2 do Campeonato Paulista. Fora dos gramados, o clube passa por uma grave crise financeira, tendo até que leiloar o tradicional estádio Brinco de Ouro da Princesa, sua casa.

“Na verdade, a gente não aguenta mais essa situação. Já fomos campeões brasileiros, já estivemos na elite, já disputamos títulos com grandes clubes e a torcida sofre muito e sente falta de ser grande de novo”, desabafa ao Toque de Bola o torcedor bugrino Bruno Viana, de São Bernardo do Campo (SP), que acompanha o time campineiro nesta Série C pessoalmente. Viana só não esteve presente na partida contra o Tombense, pois a data coincidiu com seu aniversário.

Bruno Viana é exemplo de amor ao clube de coração

Bruno Viana é exemplo de amor ao clube de coração

Até subir

Um dos representantes da torcida organizada Fúria, Mayke de Lima explica o porquê de em todos os jogos da equipe a faixa com o nome da torcida ficar de cabeça para baixo:

“A faixa está virada desde que o Guarani caiu a primeira vez para Série C e para a Série A2 do Paulista. E naquela época a diretoria da torcida organizada resolveu virar a faixa em forma de protesto com a situação do time. O Guarani é campeão brasileiro, disputamos três Libertadores, semifinalista em uma delas, e o intuito é deixar a faixa virada até que o Guarani volte a primeira divisão do Campeonato Brasileiro e do Campeonato Paulista”, conta.

Péssima fase bugrina não afasta Mayke Lima do time, mas gera protestos pacíficos

Péssima fase bugrina não afasta Mayke de Lima do time, mas gera protestos pacíficos

Confusão

A situação do Brinco de Ouro da Princesa é bem complexa. A juíza Ana Claudia Torres Viana, titular da 6ª Vara do Trabalho, anulou o leilão em que a Maxion arrematou o terreno por R$105 milhões e cedeu o imóvel para a Magnum, por R$105,5 milhões. Ainda não se tem uma situação definida sobre quem ficará com o terreno e este imbróglio acaba refletindo nas arquibancadas: “Eu estou confuso. A cada dia que passa é uma informação diferente. E isso reflete diretamente na situação do clube, tanto política, quanto financeira. A gente espera que a venda do estádio seja o melhor para o Guarani” revela Bruno.

Esperança e provocação

O Guarani é sexto colocado do grupo B com 15 pontos e está na briga pela vaga na próxima fase. O torcedor mantém a esperança no acesso e ainda cutuca a rival, Ponte Preta: “Estamos acreditamos que o time vai subir. Começamos mal o campeonato e agora o time está se reformulando com o Paulo Roberto. Estamos nessa expectativa pelo acesso. Ano que vem vamos ter um dérbi na Série B. O Guarani vai subir e a Ponte vai cair” projeta Viana.

 

Texto: Guilherme Fernandes – Estagiário do Toque de Bola sob supervisão de Ivan Elias e Bruno Kaehler,

a partir de entrevistas feitas no intervalo de Tupi x Guarani na transmissão ao vivo pela web rádio do Toque de Bola

Fotos: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado por www.mistoquentecomunicacao.com.br

 


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 fev 2018
Copa do Brasil tem jogo com nove gols no segundo tempo. Veja resultados

22 fev 2018
Veja como é a promoção carijó envolvendo ingresso de Tupi x Atlético

22 fev 2018
JF Vôlei abre 2 a 0 sobre vice-líder Sesc, mas sofre virada e perde uma posição

21 fev 2018
Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.