20 jul 2015

Júnior Lemos, titular pela primeira vez: “Sei que posso render mais”



Novidade da equipe titular do Galo Carijó na partida contra o Londrina, o meia Júnior Lemos minimizou o resultado negativo diante do time paranaense ao lembrar a situação atual do alvinegro juizforano na competição e pediu manutenção do padrão de jogo nos próximos compromissos por Copa do Brasil e Série C:

“Infelizmente sofremos nossa primeira derrota, mas o trabalho não está todo errado por causa disso. Claro que não estamos felizes, mas continuamos dentro do G4, forte em busca da classificação, e uma derrota não pode apagar o que fizemos. O grupo é muito forte e fizemos grandes jogos com equipes que estão em cima. Uma hora iríamos perder e infelizmente foi hoje, mas temos totais condições de enfrentar o Brasil lá e vencer. E mantivemos a cabeça erguida, é algo que o Leston passa, nos entregamos lá dentro”, analisou o jogador que completa 22 anos no final do mês.

Júnior Lemos ocupou setor direito  do campo pelo Tupi, auxiliando Osmar na defesa e ataque

Júnior Lemos ocupou setor direito do campo pelo Tupi, auxiliando Osmar na defesa e ataque

Nova chance

Sem Vinicius Kiss e Rafael Jataí, lesionados, e Gabriel Davis, por já ter atuado na Copa do Brasil por outra equipe, Júnior Lemos é novamente cotado a iniciar o jogo contra o Ceará. Ao avaliar seu rendimento contra o Londrina, o jogador garantiu que aproveitará ainda mais uma nova chance entre os onze:

“Sempre joguei pelo lado direito e pude fazer minha estreia como titular. Acho que fiz o que o professor pediu, de segurar a bola no ataque para dar tempo d agente sair, rodar bem a bola, mas não deu tudo certo. Quando a bola não entra, temos que repensar um pouco. Fiquei feliz com a oportunidade, queria a vitória, mas se o Leston me der nova oportunidade sei que posso render mais”.

Arbitragem confusa

Além da compactação defensiva do Londrina contra o Galo, Júnior Lemos relatou confusão da arbitragem no gol paranaense, em que Quirino recebeu passe do companheiro de equipe em posição duvidosa:

“Quando a gente sai atrás no placar, a equipe deles se fecha ainda mais. E o árbitro disse que foi o Fabrício que deu o passe para o gol deles, então ele estava indeciso no que deu. Só que não tem o que lamentar mais, é fechar para a Copa do Brasil e esquecer um pouco o Brasileiro”, revelou.


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.