05 jun 2015

Tem de “adutor de grilo” a “time de Armandinho”: Leston Júnior mescla foco e descontração



Quem passa próximo aos treinamentos do Tupi pelos campos de Juiz de Fora rapidamente percebe o bom ambiente do empenhado elenco carijó. Grande parcela disso pode ser creditada a um profissional que ainda começa a traçar sua história no Alvinegro de Santa Terezinha. Há pouco mais de dois meses no comando do Galo, o técnico Leston Júnior mostra personalidade no dia-a-dia do clube, com autenticidade até nas orientações aos atletas.

Se a equipe começa a se movimentar pouco em treino intenso, Leston reclama: “Só quer a bola no pé? É time de Armandinho?”. O cruzamento foi muito forte? Leston tem a solução: “Para bater na bola desse jeito eu chamo a minha vó!”. O toque fraco também não é deixado de lado: “Que isso, adutor de grilo!”, grita Leston, causando risadas dos companheiros de Tupi. Logo após o comentário do treinador, a mesma jogada foi realizada, mas desta vez com perfeição: “É isso! Aí sim, adutor de aço!”, elogiou prontamente.

Leston já possui aprovação do grupo em pouco tempo de Tupi

Leston já possui aprovação do grupo em pouco tempo de Tupi

Ao Toque de Bola, Leston explicou a forma de orientação nos treinamentos: “É uma prática comum nos trabalhos em que eu desenvolvo. É uma forma descontraída de cobrar, porque essa questão da liderança passa muito pela manutenção de um bom ambiente e, às vezes, as pessoas no futebol relacionam uma orientação ou uma cobrança a uma dura, bronca, e existem outras maneiras de cobrar. Particularmente gosto de usar esse vocabulário, que é muito particular do futebol e sempre funciona bem. Os atletas entendem e mesmo na cobrança, existe aquele foco principal na orientação, então é um ambiente favorável e facilita quando você tem um grupo como nós temos”, contou Leston.

   “Ambiente é tudo”

Inicialmente, o trabalho do treinador alvinegro prioriza uma relação honesta com os jogadores. Neste processo, o clima leve é imprescindível: “Tem que ser sempre assim, indiferente do resultado. Tomara que a gente não oscile tanto, mas acredito que vai ter uma hora que vamos perder jogo, jogar mal, porque é do futebol, mas não pode tirar essa tranquilidade do seu ambiente. Isso é fundamental e não apenas no futebol, é assim em um jornal ou qualquer empresa. O ambiente é tudo, então a gente preza por isso. Os atletas facilitam muito nosso trabalho porque são muito comprometidos e sabem diferenciar bem o momento da descontração, do momento sério, do trabalho com alto nível de concentração”, finalizou Leston, elogiando o atual elenco.

Leston brinca com membros do elenco carijó em treinamento

Leston brinca com membros do elenco carijó em treinamento

 

Texto: Bruno Kaehler

Foto: Toque de Bola

O Toque de Bola é administrado pela www.mistoquentecomunicacao.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.