05 abr 2015

Tupi sofre virada para a URT e diretoria dispara: “Mineiro do Tupi foi ridículo”



Na tarde deste domingo, 5, o Tupi foi derrotado por 2 a 1 para a URT na última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro, após dominar a etapa inicial e ir ao intervalo de partida com vantagem no placar graças ao gol de Osmar, em bela finalização cruzada. Em apenas 15 minutos no segundo tempo, o atacante Ramon balançou as redes carijós duas vezes, dando a vitória à equipe de Patos de Minas. O Tupi encerrou o Estadual na nona colocação com apenas 10 pontos ganhos em 11 jogos. Já a URT conseguiu sair da zona de rebaixamento, dando adeus à competição no oitavo lugar, com 11 pontos.

À pedido da direção, o técnico Leston Junior não concedeu entrevista coletiva após a derrota. O vice-presidente do Conselho Gestor do Tupi, Cloves Santos, realizou um desabafo, criticando a atuação da equipe na segunda etapa, pedindo uma relação saudável com o torcedor e atribuindo a culpa da campanha carijó aos atletas:

“Responsabilidade é dos jogadores, eles que deixaram a desejar. O que a diretoria pode fazer é manter os salários em dia e dar conforto com a melhor logística e isso foi feito. Dentro de campo quem tem que dar a resposta são os jogadores. Muitos não conseguiram, não sei por qual motivo, deixar a vida ali. Nem todos suaram a camisa. Vamos fazer uma reavaliação pensando primeiro quem quer jogar no Tupi. O que aconteceu aqui hoje foi uma vergonha. Estou envergonhado pela forma com que conduzimos esse segundo tempo. Esse Mineiro deixou muito a desejar. A única cobrança que acho excessiva é da zona de rebaixamento. Hoje, foi a primeira vez que passamos um sufoco por combinações. Todos atrapalham um pouco: a gente, imprensa, torcida. O planejamento era muito humilde, mas para pagar em dia. Mas houve uma confusão tão grande no primeiro semestre que começamos o segundo em baixa. Querem profissionalizar o Tupi, não entendo isso. Todos falam, mas não dão a cara para bater. Temos que estabelecer um diálogo para melhorar o Tupi, porque essas críticas que vem, vem, vem só atrapalham. A torcida atrapalha quando chama os jogadores para uma pelada, tem muitos pais de família aqui. Ano passado disseram que o sucesso foi pelo Condé. Quando perde o problema é a diretoria. Quando perde, vai perder todo mundo. Tem que parar com crítica e chegar para ajudar. Tenho uma vida profissional muito bem realizada e saio quando achar que devo e que há alguém que pode me substituir. Estou aqui para ajudar. Por questão de consciência eu deveria sair, mas não vou atrapalhar o planejamento agora. O que o Tupi faz com o orçamento que tem é milagre. A URT tem a folha salarial quatro vezes maior que a nossa e estava disputando embaixo aqui. O Campeonato Mineiro do Tupi foi ridículo. O que fizemos em campo hoje foi ainda mais ridículo. A gente esperava nos últimos dois jogos fazer quatro pontos, mas não deu. A Série C começa de novo, complicadíssimo. A gente procurou fazer tudo certo, lá fora o Tupi é elogiado, mas aqui dentro não é valorizado, o que é cultural”, avaliou o diretor.

Cloves usou as palavras "vergonha" e ridículo" para citar campanha carijó no Estadual

Cloves usou as palavras “vergonha” e ridículo” para citar campanha carijó no Estadual

O Tupi iniciou a partida com Glaysson; Osmar, Silvio, Fabrício Soares e Thiaguinho; Genalvo, Bruno Arrabal, Ulisses (Danilo) e Marco Goiano (Ygor); Rafael Assis (Ademilson) e Daniel Morais. Um dos únicos a falar com a imprensa após a partida,  autor do gol, Osmar, lamentou a oscilação da equipe: “Sofremos na ultima rodada. Tems que ver aonde erramos e o que precisa ser consertado, mas os jogadores saem com sentimento de que não cumprimos o nosso dever na competição”.

Com facilidade, URT virou a partida nos primeiros 15 minutos da etapa final

Com facilidade, URT virou a partida nos primeiros 15 minutos da etapa final

Tupi 1×2 URT
Domingo – 05/04
Mário Helênio – 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG)
Assistente 2: Márcio Eustáquio Souza Santiago (CBF/Especial 1)
Quarto Árbitro: Murilo Francisco Misson Júnior (FMF)
Assessor: Juliano Lopes Lobato
 
Gols: Osmar aos 27’1T (Tupi); Ramon aos 8’2T e aos 15’2T (URT)
Público: 805 pagantes; 1144 presentes
Renda: R$5.990,00
 
Tupi: 1-Glaysson, 2-Osmar, 3-Sílvio, 4-Thiago, 5-Genalvo, 6-Fabrício, 7-Ulisses (17-Danilo aos 38’2T), 8-Bruno Arrabal, 9-Daniel Morais, 10-Marcos Goiano (16-Ygor aos 16’2T), 11-Rafael Assis (20-Ademilson aos 24’2T). Técnico: Leston Júnior
 
URT: 1-Fernando, 2-Rafinha, 3-Martinês, 4-Carciano, 5-Marzagão, 6-Edú Pina, 7-Bruno Formigoni, 8-Robinho, 9-Ramon (18-Robson aos 32’2T), 10-Júnior Paraíba (17-Dudu aos 24’2T), 14-Bruno Donizete (11-Marcel no intervalo). Técnico: Eugênio Souza
 
Cartões Amarelos
Tupi: 8, 9
URT: 4, 7, 17, 18, 1
Jogadores e membros da comissão técnica da URT iniciaram comemoração do resultado em momento de fé

Jogadores e membros da comissão técnica da URT iniciaram comemoração do resultado em momento de fé

Resultados e classificação (FMF)

Democrata e Mamoré perderam suas partidas e foram rebaixados para o Módulo II do Mineiro. Na parte de cima da tabela, a Caldense venceu o Villa Nova fora de casa e, com os tropeços de Cruzeiro e Atlético, terminou a primeira fase como líder da competição. O Tombense conquistou vitória histórica sobre a Raposa no Mineirão e garantiu a última vaga nas semifinais da competição, deixando o América, que passou pelo Demo, de fora do mata-mata.

Confira os resultados da 11ª rodada do Estadual:

resultados

 

Como previsto em regulamento, a Caldense, primeira colocada, enfrentará o Tombense nas semifinais. Na outra partida desta fase, Cruzeiro e Atlético fazem o clássico para decidir quem vai para a decisão do torneio. Veja como ficou a classificação do Estadual. Se preferir, clique sobre a imagem para ampliar: 

class pos rodada

Veja as fichas técnicas das partidas deste domingo:

Cruzeiro 1×2 Tombense
Domingo – 05/04
Mineirão – 16h
Árbitro: Marco Aurélio A. Fazekas Ferreira (FMF)
Assistente 1: Pablo Almeida Costa (Aspirante FIFA/MG)
Assistente 2: Magno Arantes Lira (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Hudson Fernandes da Silva (FMF)
Assessor: Rogério Pereira da Costa
 
Gols: Leandro Damião aos 31’1T (Cruzeiro); Jonathan aos 44’1T e Coutinho aos 15’2T (Tombense)
Público: 9.381
Renda: R$268.310,00
 
Cruzeiro: 1-Fábio, 22-Mayke, 27-Manoel, 26-Paulo André, 21-Mena, 8-Henrique, 28-Charles (7-Joel aos 16’2T), 16-Judivan (18-Gabriel Xavier no intervalo), 11-Alisson, 10-De Arrascaeta (34-Marcus Vinícius no intervalo), 9-Leandro Damião. Técnico: Marcelo Oliveira
 
Tombense: 1-Darlyey, 2-Gedeilson, 3-Heitor, 4-Alexandre, 5-Coutinho, 6-Anderson, 7-Betinho, 8-Mateus, 9-Jean (18-Daniel Amorim aos 35’2T), 10-Rafael Pernão (14-Dejair aos 40’2T), 11-Jonathan (20-Lucas Silva aos 37’2T). Técnico: Júnior Lopes
 
Cartões Amarelos
Cruzeiro: 8
Tombense: 7
 
Boa 2×0 Atlético 
Domingo – 05/04
Dílzon Melo – 16h
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF)
Assistente 1: Luiz Antônio Barbosa (CBF/FMF)
Assistente 2: Breno Rodrigues (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Rodrigo Gomes Lúcio (FMF)
Assessor: Ângelo Antônio Ferrari
 
Gols: Gilson aos 5’1T, Chapinha aos 11’2T (Boa)
Público: 6.244
Renda: R$277.130,00
 
Boa: 1-Fernando, 2-Léo, 3-Raphael Silva, 4-Gabriel Dias, 5-Gilson, 6-Hugo, 7-Hiltinho (19André Carreiro aos 32’2T), 8-Moacir, 9-Marcelo (18-Ualisson Pikachu aos 39’2T), 10-Chapinha (20-Lucas aos 42’2T), 11-Mardley. Técnico: Ney da Mata
 
Atlético: 1-Victor, 2-Marcos Rocha, 3-Leonardo Silva, 4-Jemerson, 5-Rafael Carioca, 6-Douglas Santos, 7-Cárdenas (15-Dodo no intervalo), 8-Leandro Donizete, 9-Lucas Pratto (18-Josué aos 22’2T), 10-Luan, 11-Carlos (17-Maicosuel aos 14’2T). Técnico: Levir Culpi
 
Cartões Amarelos
Boa: 2, 7
Atlético: 9, 15, 10
 
Cartão Vermelho
Atlético: Leandro Donizete aos 9’2T
 
América 2×1 Democrata/GV
Domingo – 05/04
Independência – 16h
Árbitro: Flávio Henrique C. Teixeira (CBF/FMF)
Assistente 1: Ricardo Vieira Rodrigues (CBF/FMF)
Assistente 2: Felipe Souza Leal (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Antônio Márcio Teixeira da Silva (FMF)
Assessor: Giulliano Bozzano
 
Gols: Rubens aos 9’1T e aos Ricardo Duarte/Contra aos 9’2T (América); Diego Lorenzi/Contra aos 39’2T (Democrata)
Público: 884
Renda: R$19.260,00
 
América: 1-João Ricardo, 2-Douglas Dopô, 3-Wesley Matos, 4-Anderson Conceição, 5-Leandro Guerreiro, 6-Raul, 7-Felipe Amorim, 8-Diego Lorenzi, 9-Rubens, 10-Renato Silva (17-Renato Bruno aos 42’2T) e 11-Sávio. Técnico: Givanildo Oliveira
Democrata: 1-Fábio Noronha, 2-Osvaldir, 3-Ricardo Duarte, 4-Leomar, 5-Rodrigo Lima (18-Leandro Alves no intervalo), 6-Denílson, 7-Júlio César (20-Rodrigão aos 21’2T), 8-Flávio Lopes, 9-João Paulo, 10-Paulinho (19-Amilton aos 14’2T) e 11-Leandrinho. Técnico: Gilmar Estevam
Cartões Amarelos
América: 10
Democrata: 5
Cartão Vermelho
Democrata: Leandrinho aos 39’1T (Democrata)
Mamoré 0x1 Guarani
Domingo – 05/04
Bernardo Queiroz – 16h
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (CBF/FMF)
Assistente 1: Celso Luiz da Silva (CBF/FMF)
Assistente 2: Felipe Alan Costa de Oliveira (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel
Assessor: Antônio William Gomes
 
Gols: Erick aos 19’2T (Guarani)
Público: 2.650
Renda: R$39.945,00
 
Mamoré: 1-Gilberto, 2-Bruno Limão, 3-Pablo, 4-Juliano, 5-Maxsuel, 6-Ernani (19-Esquerdinha aos 25’2T), 7-Radar, 8-Erick (16-Diego Sales aos 31’2T), 9-Bruno Aquino, 10-Luizinho, 11-Robertinho (17-Jonatan Reis aos 15’2T). Técnico: Carlos Alberto
 
Guarani: 1-George, 2-Soares, 3-Marx, 4-Thiago Papel, 5-Jataí, 6-Carlos Renato, 7-Fábio Júnior, 8-Leandro Ferreira, 9-Djalma (22-Tito aos 13’2T), 10-Michel Chury (16-Vinícius Kiss aos 28’2T), 11-Marcinho (13-Cris aos 41’2T). Técnico: Gian Rodrigues
 
Cartões Amarelos
Mamoré: 9, 5, 4, 7
Guarani: 4
 
Villa Nova 0x1 Caldense 
Domingo – 05/04
Castor Cifuentes – 16h
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/FMF)
Assistente 1: Marconi Helbert Vieira (CBF/FMF)
Assistente 2: Marcelo Giovani Bertolini de Souza (FMF)
Quarto Árbitro: Denisson Eufrásio Domingues (FMF)
Assessor: Gilson Quaresma Ornelas
 
Gols: Cristiano aos 12’2T (Caldense)
Público: 316
Renda: R$2.190,00
Villa Nova:  1-Dionathan, 2-Edvan, 3-Lidio, 4-Cleyton, 5-João Paulo, 6-Toledo (13-Euzebio aos 17’2T), 7-Dodo (19-Paulinho aos 19’2T), 8-Michel Eloi, 9-Michael, 10-Geovani (18-Vaguinho aos 14’2T), 11-Diego Clementino. Técnico: Welington Fajardo
Caldense 1-Rodrigo, 2-Jefferson Feijão (14-Andrezinho aos 36’2T), 3-Marcelinho, 4-Paulão, 5-Tiago Ulisses, 6-Rafael Estevam, 7-Tiago Azulão (17-Léo aos 27’2T), 8-Rodrigo Oliveira, 9-Cristiano, 10-Ewerton Maradona, 11-Nadson (15-Bigú aos 40’2T). Técnico: Léo Condé
Cartões amarelos
Caldense: 6, 9
Villa Nova: 4, 6, 8
 
 
 
 
Texto: Bruno Kaehler com informações da FMF
Fotos: Toque de Bola

Voltar

2 Respostas to “Tupi sofre virada para a URT e diretoria dispara: “Mineiro do Tupi foi ridículo””

  1. Jose A B Maltinni
    06/04/2015 às 11:19

    Nós já sabíamos do fiasco que seria este time, culpa única da diretoria que é fraca. De bom mesmo foi chegar cedo e ver a preliminar da garotada do programa Bom de Bola da PJF dar um show de técnica e tática na também boa equipe da UFJF, O Tupi deveria se espelhar na comissão técnica destas equipes para fazer um futebol de VERDADE!!!!!. Parabéns ao Prefeito Bruno pelo belíssimo programa!!

  2. Rafael Baracho
    05/04/2015 às 21:22

    O Tupi vem fazendo belas campanhas desde que conseguiu seu último acesso a primeira divisão do mineiro. No entanto, um equívoco recorrente é “cobrar” do torcedor determinadas posturas como não criticar nas derrotas. A torcida reflete o time. Ano passado tínhamos estádio cheio e apoio incondicional. A torcida é a mesma. O time é que se modificou. E a torcida sempre entendeu e apoiou a decisão de poupar dinheiro no mineiro para investir no brasileiro. Não foi a primeira vez que o Tupi fez isso e a torcida compreendeu bem a estratégia pois mesmo limitado o time apresentou melhor rendimento nos anos anteriores. Agora é se reorganizar e principalmente, compreender melhor que quem tem de ser profissional é o time e a diretoria. A torcida responde ao que vê em campo.

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.