13 abr 2015

Federação Mineira confirma dois jogos para domingo. Cruzeiro e Caldense a um empate da final



    A Federação Mineira de Futebol (FMF) confirmou em nota oficial, divulgada nesta segunda-feira, 13, que o clássico entre Cruzeiro e Atlético, no jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, será disputado no domingo, às 16h, no Mineirão. Já a outra partida da semifinal, entre Caldense e Tombense, em Poços de Caldas, será disputada no domingo, às 18h30.
   Com a ratificação de que o clássico contra o Atlético será disputado no domingo, o Cruzeiro novamente disputará duas partidas com intervalo inferior ao prazo mínimo estabelecido no Regulamento Geral de Competições da CBF: 60 horas.  Depois de enfrentar o arquirrival pela semifinal do Mineiro, o Cruzeiro voltará a campo na terça-feira, às 22h. Em jogo pela Copa Libertadores, a equipe celeste receberá o Universitario de Sucre, no Mineirão, pela última rodada do grupo 3. Segundo a FMF, houve um pedido para que a partida entre Cruzeiro e Universitario de Sucre fosse adiada para quarta-feira. Porém, não houve resposta da Confederação Sul-Americana.
   Já o Atlético encerrará sua participação na fase de grupos da Copa Libertadores na quarta-feira posterior ao clássico mineiro. O time alvinegro receberá o Colo Colo.Além do pedido para que a partida entre Cruzeiro e Universitario de Sucre fosse adiada para quarta-feira, a FMF listou outros argumentos para que o clássico fosse confirmado para domingo. A entidade alega que a tabela do Campeonato Mineiro foi divulgada antes da definição de jogos da Copa Libertadores e que o término do Estadual não poderá ser adiado. Também é ratificado na nota oficial que a televisão detentora dos direitos de transmissão requisitou que o jogo entre Cruzeiro e Atlético fosse no domingo, às 16h.
   A FMF utiliza o argumento ainda de que o artigo 25 do Regulamento Geral de Competições determina que “os clubes e atletas profissionais não poderão, como regra geral, disputar partida sem observar o intervalo mínimo de 60 (sessenta) horas”, prevendo, em seguida, casos excepcionais onde se admite a realização de partidas sem a observância do intervalo mínimo supra citado”.
Mesmo em Tombos, Caldense teve chances de sair com a vitória na partida de ida das semifinais do Mineiro 2015

Mesmo em Tombos, Caldense teve chances de sair com a vitória na partida de ida das semifinais do Mineiro 2015

    Cruzeiro e Caldense jogam por novo empate   
    Após as primeiras partidas das semifinais do Campeonato Mineiro, Cruzeiro e Caldense estão a apenas um empate da grande final. Por terem as melhores campanhas na primeira fase, as duas equipes enfrentaram Atlético e Tombense, fora de casa, com a vantagem de conquistar a classificação com dois empates nos confrontos.
  Clássico: equilíbrio, expulsão e golaço
   Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro, destacou a força do Atlético jogando no Independência e lamentou a falta de imposição física do time celeste após a expulsão de Leonardo Silva: “É muito difícil jogar aqui, todo mundo que vem sabe, nós também. O time do Atlético é ajustado, um ótimo time, empurrado pela torcida, eles brigam muito, competem muito, fazem pressão. O jogo foi controlado, alternando bons momentos dos dois lados. Depois da expulsão, era necessário ter imposição física maior, porque nós jogamos na quarta e eles na quinta. Isso não aconteceu. Nesses 20 minutos (na verdade, 30), perdemos oportunidade de ganhar o jogo na imposição física”, declarou em entrevista ao portal Superesportes.
   O golaço assinalado por De Arrascaeta foi destaque. O jogador driblou o volante Josué por entre as pernas e passou por Jemerson, saindo diante de Víctor e batendo cruzado, fora do alcance do goleiro.
     Do outro lado do clássico, o técnico atleticano, Levir Culpi, preferiu destacar os pontos positivos da sua equipe e minimizar a vantagem do adversário com o resultado: “Eu achei que o time jogou legal. Foi muito parecido com o jogo do Santa Fe. Um jogo altamente físico. Fizemos 1 a 0, muito legal. E podíamos ter contido. Mas marcamos mal e teve o empate. Foi um jogo com ingredientes de um clássico, muito truncado. Acho que saíamos fortalecidos com esse resultado, da maneira que foi”, comentou em entrevista ao portal Superesportes.
  Cruzeiro e Atlético, logo após a partida, se encontraram novamente. Só que desta vez, na sala de embarque do aeroporto de Confins e alçaram voo às 23h. A equipe celeste viajou para Buenos Aires, na Argentina, onde encara o Hurácan nesta terça, às 19h. Os atleticanos viajaram para Guadalajara, no México, onde enfrentarão o Atlas nesta quarta, às 22h. Ambos os confrontos são válidos pela Taça Libertadores da América.
 
 Rodrigo garante 0 a 0 
  Na outra semifinal, a líder da primeira fase, Caldense, foi até o Almeidão, em Tombos, enfrentar o Tombense. A Veterana segurou as investidas da equipe da zona da mata mineira com atuação segura do goleiro Rodrigo, ex-Tupi, que completou sua quinta partida sem sofrer gols neste estadual, a sexta do time de Poços de Caldas. O arqueiro analisou o resultado e se mostrou contente com o desempenho: “Acho que foi uma boa atuação sim. Tanto nesse jogo quanto contra a URT (primeira fase) fui bastante exigido e acabei dando conta do recado. Já sabia que a pressão diante do Tombense seria grande, pois a equipe deles é qualificada e tem facilidade para tocar a bola. Estávamos cientes desde o jogo em Poços de Caldas, na primeira fase (empate por 1 a 1). Mas conseguimos fazer nosso trabalho atrás e a defesa se comportou muito bem para que não levássemos gols. É uma alegria. Fico feliz por fazer um bom trabalho. O Neguete (goleiro reserva) me ajudou também ao não tomar gol contra o Democrata (vitória da Caldense por 1 a 0 na oitava rodada). Enfim, ficar tantos jogos sem sofrer gols traz confiança ao goleiro, à zaga e até mesmo ao ataque para continuar marcando”, analisou Rodrigo ao portal Superesportes.
  O destaque da Tombense no primeiro confronto das semifinais foi o meia Betinho, que no fim do jogo acusou dores lombares, mas garantiu que quer atuar na partida decisiva em Poços de Caldas: “No meio da semana já estava com esse problema. No jogo, quando subi, levei uma pancada e caí. Bati no chão e senti muita dor. Tentei levantar, mas travei e fiquei com dificuldades para andar. Acho que não preocupa. Claro que temos de ver com o professor e os médicos para descobrir o que vai ser. Mas, se depender de mim, eu vou jogar”, declarou ao portal Superesportes.
Veja as fichas técnicas dos jogos de ida das semifinais do Campeonato Mineiro 2015:
Tombense 0x0 Caldense  – Sábado – 11/04 – Almeidão – 16h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA/MG)
Assistente 1: Márcio Eustáquio Souza Santiago (CBF Especial 1), Assistente 2: Marcus Vinícius Gomes (CBF/FMF)
Público: 2.424
Renda: R$55.470,00
Tombense: 1-Darley, 2-Gedeilson, 3-Heitor, 4-Alexandre, 5-Coutinho (22-Wagner aos 30’2T), 6-Anderson, 7-Betinho, 9-Daniel Amorim, 10-Jonathan (17-Luiz Fernando aos 14’2T), 11-Rafael Pernão (18-Joilson aos 14’1T). Técnico: Júnior Lopes
Caldense: 1-Rodrigo, 2-Jeferson Feijão (13-Paulão aos 37’2T), 3-Marcelinho, 4-Plínio, 5-Serginho, 6-Rafael Estevam, 7-Tiago Azulão, 8-Yuri, 90-Luiz Eduardo (20-Cristiano aos 14’2T), 10-Everton Maradona (17-Thiago Ulisses aos 19’2T), 11-Zambi. Técnico: Leonardo Condé
Cartões Amarelos: Tombense: 8, 4 – Caldense: 7, 4, 5
Atlético 1×1 Cruzeiro – Domingo – 12/04 – Arena Independência – 16h
Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistente 1: Alessandro Álvaro Rocha Matos (FIFA/BA), Assistente 2: Rodrigo Correa (FIFA/RJ)
Gols: Carlos aos 39’1T (Atlético); De Arrascaeta aos 9’2T (Cruzeiro)
Público: 16.153
Renda: R$742.045,00
Atlético: 1-Victor, 2-Marcos Rocha (9-Patric aos 31’2T), 3-Leonardo Silva, 4-Jemerson, 5-Rafael Carioca, 6-Douglas Santos, 7-Luan, 8-Josué (13-Edcarlos aos 20’2T), 17-Guilherme, 10-Dátolo,11-Carlos (19- Cárdenas aos 28’2T). Técnico: Levir Culpi
Cruzeiro: 1-Fábio, 23-Fabiano, 3-Léo (27-Manoel aos 24’1T), 26-Paulo André, 21-Mena (36-Fabrício no intervalo), 5-Willians, 8-Henrique, 25-Willian (18- Gabriel Xavier aos 31’2T), 10-De Arrascaeta, 11-Alisson, 9-Leandro Damião. Técnico: Marcelo Oliveira
Cartões Amarelos: Atlético: 4, 5, 8, 10, 2 – Cruzeiro: 3, 26, 21, 9, 25
Cartões Vermelhos: Atlético: Leonardo Silva aos 17’2T
Texto com informações do site Superesportes e do portal da Federação Mineira de Futebol
Foto: fanpage Caldense

Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 set 2017
Aílton se emociona e não define permanência: “Estou disposto a ouvir proposta”

21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.