13 abr 2015

Bernardinho convoca veterano líbero Serginho. Sada Cruzeiro comemora hegemonia nas Superligas A e B



A temporada 2015 da seleção brasileira masculina de vôlei teve início nesta segunda-feira, 13, com a coletiva de imprensa, onde o técnico Bernardinho anunciou os 25 jogadores inscritos na Liga Mundial, primeiro compromisso do ano. Entre eles, a grande novidade é a volta do líbero campeão olímpico em Atenas/04, Serginho, que estava ausente do grupo brasileiro há dois anos.

Bernardinho fez questão de destacar a importância da volta do jogador. “O Serginho é um jogador que sempre esteve próximo do grupo. O convite foi meu e tive um feedback muito positivo. Teremos uma programação especial porque ele não é mais um garoto. E também será avaliado, principalmente em relação a continuidade, e não participará de viagens longas, por exemplo”, explicou o treinador, sobre o líbero de 39 anos.

“Líder e exemplo”

O técnico da seleção brasileira masculina ainda ressaltou as qualidades do atleta. “O Serginho é um líder e exemplo ao longo desses anos na seleção. Ele tem uma história de vitórias e é um exemplo dentro e fora da quadra para o grupo. É um jogador que venceu pela necessidade e liderou pelo exemplo”, destacou Bernardinho.

O treinador ainda citou que, ao longo da programação do ano, alguns jogadores inscritos na Liga Mundial poderão ser aproveitados no Pan. “Esses são os 25 atletas relacionados para a Liga Mundial. Como a Fase Final vai coincidir com os Jogos Pan-Americanos, teremos que optar pelos jogadores nas duas competições, como aconteceu em 2013. Naquela ocasião, temos o exemplo do Wallace que se destacou no Pan e acabou convocado para a Olimpíada de Londres”, disse o treinador brasileiro.

Mais novidades

Outras novidades da lista ficam por conta do retorno do central Riad, do Sesi-SP, e do ponteiro Samuel, do Minas Tênis Clube (MG), que já fizeram parte do grupo brasileiro em outros momentos. O líbero Tiago Brendle, do Ziober Maringá (PR), também é um dos novos nomes.

Diretor técnico da seleção brasileira, Renan Dal Zotto, falou sobre a programação da equipe ao longo da temporada. “O nosso objetivo principal são os Jogos Olímpicos e a Liga Mundial será muito importante nesse processo, pois a Fase Final será disputada no palco da próxima Olimpíada. Teremos duas competições importantes que irão coincidir nesta temporada, os Jogos Pan-Americanos e as finais da Liga Mundial e, por isso, o grupo será mesclado. Além dessas competições, disputaremos jogos amistosos com os Estados Unidos e a França, em agosto, já que não teremos condições de estar na Copa do Mundo”, explicou Renan.

O dirigente citou o fato de o Brasil ter sido vetado da competição que é realizada no Japão, por ser classificatória para os Jogos Olímpicos. Como a seleção brasileira já tem vaga garantida por ser país-sede, não terá a chance de participar do classificatório.

Começo contra Sérvia

O Brasil está no Grupo A da Liga Mundial, ao lado de Austrália, Itália e Sérvia. Os primeiros jogos serão nos dias 29 e 31 de maio, contra os sérvios, no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte (MG). No final de semana seguinte, dias 5 e 7 de junho, a seleção brasileira enfrentará os australianos, no ginásio Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP).

Na sequência, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho viajará para jogar na casa dos três adversários – Sérvia, Itália e Austrália, nesta sequência. Na volta ao Brasil, o compromisso será em Cuiabá, contra os italianos, nos dias 2 e 3 de julho. A Fase Final da Liga Mundial, que reúne os seis melhores times da competição, será no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ), de 15 a 19 de junho, e servirá como evento teste para os Jogos Olímpicos de 2016.

LISTA DOS INSCRITOS NA LIGA MUNDIAL 2015:

LEVANTADORES

BRUNO
Bruno Mossa Rezende
28 anos
Pallavolo Modena (ITA)

FERNANDO
Fernando Kreling
19 anos
Sada Cruzeiro

MURILO
Murilo Radcke
26 anos
Vôlei Canoas

RAPHAEL
Raphael Vieira de Oliveira
36 anos
Taubaté/Funvic

WILLIAM
William Arjona
36 anos
Sada Cruzeiro

OPOSTOS

EVANDRO
Evandro Guerra
33 anos
Suntory Sunbirds (JAP)

RENAN
Renan Buiatti
24 anos
Ravenna Volley (ITA)

VISSOTTO
Leandro Vissotto Neves
31 anos
JT Thunders (JAP)

WALLACE
Wallace de Souza
27 anos
Sada Cruzeiro

CENTRAIS

ÉDER
Éder Carbonera
31 anos
Sada Cruzeiro

ISAC
Isac Santos
24 anos
Sada Cruzeiro

LUCAS
Lucas Saatkamp
29 anos
Sesi-SP

MAURÍCIO
Maurício Luiz de Souza
26 anos
Taubaté/Funvic

RIAD
Riad Garcia Pires Ribeiro
33 anos
Sesi-SP

SIDÃO
Sidnei dos Santos Júnior
32 anos
Taubaté/Funvic

PONTEIROS

LIPE
Luiz Felipe Marques Fonteles
30 anos
Taubaté/Funvic

LUCARELLI
Ricardo Lucarelli Santos de Souza
23 anos
Sesi-SP

LUCAS
Lucas Eduardo Loh
24 anos
Zaksa Kedzierzyn-Kozle (POL)

MAURÍCIO
Maurício Borges Almeida Silva
26 anos
Sesi-SP

MURILO
Murilo Endres
34 anos
Sesi-SP

SAMUEL
Samuel Fuchs
31 anos
Minas Tênis Clube

LÍBEROS

FELIPE
Felipe Lourenço Silva
24 anos
Taubaté/Funvic

MARIO JUNIOR
Mario da Silva Pedreira Junior
32 anos
Volley Piacenza (ITA)

TIAGO
Tiago Brendle
29 anos
Ziober Maringá

SERGINHO
Sérgio Dutra Santos
39 anos
Sesi-SP

Jogadores do Cruzeiro comemoram conquista da Superliga 2014/15 após 3 sets a 1 sobre o Sesi-SP no Mineirinho (Foto Alexandre Arruda - site CBV)

Jogadores do Cruzeiro comemoram conquista da Superliga 2014/15 após 3 sets a 1 sobre o Sesi-SP no Mineirinho (Foto Alexandre Arruda – site CBV)

Topo é azul

O Sada Cruzeiro está no topo do vôlei nacional. Após conquistar o título da Superliga B, com sua equipe juvenil, sobre o Bento Vôlei (3 sets a 2, no último dia 4, no Ginásio Municipal de Bento Gonçalves lotado, parciais em 25/20, 24/26, 17/25, 25/17 e 15/13), a equipe principal conquistou o tricampeonato da Superliga derrotando o Sesi-SP, domingo, 12, no ginásio do Mineirinho, diante de mais de 14 mil pessoas. A partida terminou 3 sets a 1 para a Raposa (21/25, 25/19, 27/25 e 25/19), e o cubano Leal foi o maior pontuador do jogo com 21 pontos.

O treinador argentino, Marcelo Mendez, enalteceu a conquista do Sada Cruzeiro e a regularidade de sua equipe na temporada: “Acho que foi muito trabalho e um grande comprometimento dos jogadores com o clube. Trabalhamos, passamos por momentos muito difíceis na final e superamos tudo. Isso mostra um amadurecimento importante do time. Sempre mantivemos a calma e o time mostrava uma agressividade a todo momento, mostrando que queria ganhar. Meu maior prêmio é ver esse time crescendo, que os jogadores estão conectados, com um objetivo comum. Essa é a premiação mais importante para um treinador”, declarou ao site do clube.

“Alegria e orgulho”

Eleito o melhor levantador da Superliga pela quinta vez e, assim, se tornando o jogador com mais prêmios individuais na sua posição, William Arjona parabenizou a todos os envolvidos na equipe do Sada Cruzeiro: “Todos estão de parabéns, os atletas diretoria e todas as pessoas que nos ajudam sempre. Eu jogo para dar alegria para essa gente, orgulho para a minha família e tenho certeza que estou conseguindo fazer isso. Trabalhamos muito duro e a conquista final é o reconhecimento do trabalho. Não tem como não me emocionar. Estou muito feliz”, afirmou William ao site da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

“Não dá para lamentar”

Pela equipe paulista, o oposto Murilo analisou a partida decisiva: “Não houve uma situação só que fez a diferença. Foi o jogo forte do Sada Cruzeiro, que tem boas armas. Suportamos bem, principalmente no primeiro, depois tivemos uma grande chance no terceiro, mas não dá para lamentar. Eles fizeram o que sabem, com um saque forte e uma rodagem de bola muito boa”, disse ao site da CBV.

O troféu da edição 2014/15 será somado aos dois que já estão na sede da Raposa, conquistados nas temporadas 2013/14, também em uma decisão com o Sesi-SP no Mineirinho, e 2011/12, diante do Vôlei Futuro, em São Bernardo-SP.

O jogo

O Sada Cruzeiro fez o primeiro ponto do jogo. O set começou equilibrado. Com um ace do ponteiro Lucarelli, o time da capital paulista abriu dois (5/3). Bem no saque e nos contra-ataques, os visitantes foram para o primeiro tempo técnico com três de vantagem (8/5). Numa boa sequência de saques do levantador William, os mineiros empataram (8/8). O set ficou disputado ponto a ponto. O bloqueio dos paulistas era eficiente e os visitantes voltaram a abrir no marcador (16/11). O oposto Theo se destaca no ataque para o Sesi-SP e os visitantes fizeram (20/16). Quando o placar estava 22/18 para os paulistas, o treinador do Sada Cruzeiro, Marcelo Mendez, pediu tempo. Mesmo com a paralisação, o Sesi-SP seguiu melhor até o final e venceu o primeiro set por 25/21. O oposto Theo foi o maior pontuador da parcial, com nove pontos.

O segundo set começou disputado ponto a ponto. Numa disputa na rede, o Sada Cruzeiro levou a melhor e abriu dois pontos (8/6). Quando o time mineiro fez 11/8, o treinador do Sesi-SP, Marcos Pacheco, pediu tempo. Na volta da paralisação, o oposto Wallace conseguiu um ace e a diferença no marcador subiu para quatro (12/8). Numa boa sequência de saques do ponteiro Lucarelli, o Sesi-SP encostou (12/11) e foi a vez do técnico do Sada Cruzeiro, Marcelo Mendez, pedir tempo. No segundo tempo técnico, a equipe da casa tinha dois de vantagem (16/14). Com um bloqueio simples do oposto Wallace, o time mineiro segurou a diferença (18/16). O ponteiro Leal conseguiu um ponto de contra-ataque e a vantagem subiu para três (22/19). A equipe celeste dominou a parte final da parcial e deixou tudo igual no placar ao vencer o segundo set por 25/19. O ponteiro Leal foi o maior pontuador do set, com seis acertos.

Com um ace do central Isac, o Sada Cruzeiro abriu dois no início da terceira parcial (3/1). Se aproveitando dos erros dos paulistas e bem no contra-ataque, o time celeste fez 7/3. O ponteiro Murilo conseguiu um ace e a diferença no marcador caiu para dois (9/7). Bem no bloqueio, o Sesi-SP deixou tudo igual na partida (13/13). A parcial ficou disputada ponto a ponto. O time paulista foi para o segundo tempo técnico com um de vantagem (16/15). Com um ace do central Lucão, o Sesi-SP abriu três pontos (19/16). O treinador Marcelo Mendez pediu tempo. A paralisação fez bem ao time da casa que encostou no marcador (22/20). O Sada Cruzeiro conseguiu um incrível reação no final da parcial e, depois de estar perdendo o set por 24/21, venceu a parcial por 27/25.

O Sesi-SP fez os dois primeiros pontos do quarto set. Bem nos contra-ataques, o Sada Cruzeiro virou o marcador e foi para o primeiro tempo técnico da parcial, com dois de vantagem (8/6). Numa bola recuperada de cabeça pelo oposto Wallace, o time celeste abriu três (11/8). Bem no bloqueio, a equipe cruzeirense aumentou a vantagem no placar (14/10). No segundo tempo técnico, a vantagem do time celeste era de três pontos (16/13). O central Éder conseguiu um ace e o placar foi para 17/13. O saque dos donos das casa dificultavam a recepção da equipe paulista e o Sada Cruzeiro fez 22/16. O Sad Cruzeiro foi melhor até o final e venceu a parcial por 25/19 e o jogo por 3 sets a 1.

EQUIPES

SADA CRUZEIRO – William, Wallace, Filipe, Leal, Éder e Isac. Líbero – Serginho
Entraram – Fernandinho, Alan, Douglas Cordeiro e Winters
Técnico – Marcelo Mendez

SESI-SP – Marcelinho, Theo, Lucarelli, Murilo, Riad e Lucão. Líbero – Serginho
Entraram – Thiaguinho, Rogério, Rafael e Maurício
Técnico – Marcos Pacheco

SUPERLIGA MASCULINA 14/15

FINAL

12.04 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 1 Sesi-SP (21/25, 25/19, 27/25 e 25/19)
HORÁRIO/LOCAL: Mineirinho, em Belo Horizonte (MG), às 10h
TEMPO DE JOGO: 2h04
MAIOR PONTUADOR: Leal (Sada Cruzeiro), com 21 pontos
TROFÉU VIVAVÔLEI: Leal (Sada Cruzeiro)

OS MELHORES DO CAMPEONATO

Ataque – Wallace (Sada Cruzeiro)
Levantamento – William (Sada Cruzeiro)
Bloqueio – Riad (Sesi-SP)
Defesa – Serginho (Sada Cruzeiro)
Recepção – Bruno Canuto (Minas Tênis Clube)
Saque – Lipe (Taubaté/Funvic)
Maior pontuador – Escobar (Minas Tênis Clube)

 

Textos com informações do site oficial do Cruzeiro e da CBV

Foto: Alexandre Arruda – site CBV


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.